Aneel confirma bandeira tarifária verde para fevereiro

A Aneel, Agência Nacional de Energia Elétrica, anunciou que será mantida a bandeira tarifária verde para o mês de fevereiro de 2023.  Com boas condições de geração no País, a bandeira verde — que não acrescenta custos às contas de energia dos consumidores — está em vigor desde abril de 2022. Com a chegada do … Leia Mais




Receita abre consulta a lote residual do IRPF nesta terça (24)

A Receita Federal abre, nesta terça-feira (24), a partir das 10 horas da manhã, consulta ao lote residual de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física do mês de janeiro de 2023. Serão beneficiados mais de 136 mil contribuintes num valor total superior a R$ 368 milhões de reais. Para saber se a restituição está … Leia Mais


São Jose vence Esportivo, Novo Hamburgo e Avenida empatam, Brasil bate Aimoré e São Luiz e Ypiranga empatam, Inter empata com Ju e Grêmio vence Caxias

São José vence o Esportivo no encerramento da primeira rodada do Gauchão Ipiranga 2023. No encerramento da primeira rodada do Gauchão Ipiranga 2023, o São José venceu o Esportivo por 2 a 1 neste domingo (22), em partida realizada no Estádio Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves. O artilheiro da noite foi Thiago Santos, que marcou duas vezes para o … Leia Mais


Inter empata no Beira-Rio. No Beira-Rio, Carlos de Pena e Pedro Henrique, ambos com golaços, marcaram os gols da igualdade de 2 a 2 com o Juventude


Pena marcou o primeiro gol do Inter em 2023/ Foto: Ricardo Duarte

O Colorado abriu a temporada 2023 com empate. No Beira-Rio, Carlos de Pena e Pedro Henrique, ambos com golaços, marcaram os gols da igualdade de 2 a 2 com o Juventude. A partida desta noite de sábado (21/01) integrou a primeira rodada do Gauchão. Na próxima quarta-feira, o Inter voltará a campo diante do Avenida, em Santa Cruz do Sul, a partir das 19h.

Gol cedo e cera ajudam o rival

Colorado voltou a campo depois de mais de dois meses/Foto: Ricardo Duarte

Os primeiros movimentos de partida deram a impressão de que o Inter abriria o placar a qualquer momento. Logo cedo, Wanderson e Moledo botaram a defesa serrana para trabalhar, e incendiaram as arquibancadas do Beira-Rio, que recebiam bom público. Em um lance fortuito, porém, o Juventude marcou. Após pressão bem-sucedida na saída de jogo colorada, Mandaca chutou de longe, Keiller deu rebote e Rodrigo colocou os visitantes em vantagem.

Marcado aos três minutos de confronto, o gol caxiense foi sucedido por diversas oportunidades do Clube do Povo, a maioria criada pela esquerda, onde Wanderson e Carlos de Pena ofereciam boas alternativas de passe para Alan Patrick. O camisa 11, bastante agudo, parou em pelo menos dois milagres de Pegorari, que sucedia cada defesa com boas doses de antijogo. A cera do goleiro foi tamanha que lhe cobrou um cartão amarelo, recebido aos 17.

Wanderson criou boas chances no primeiro tempo/Foto: Ricardo Duarte

Pressão pelo resultado

O Inter queria a vitória, e deu sinais claros de sua ambição após o reinício de confronto. Aos dois minutos, Carlos de Pena recebeu bom passe de Wanderson, ganhou ângulo para a perna esquerda após driblar o primeiro marcador e chutou forte, cruzado, fora do alcance do teimoso goleiro. O Clube do Povo chegava ao empate, quase sucedido por vitória aos quatro, quando Alan Patrick foi derrubado na área, mas em lance ignorado pela arbitragem.

Uruguaio marcou um golaço no Gigante/Foto: Ricardo Duarte

Completamente voltado ao ataque, o Colorado voltou a ser vazado no minuto 17. Depois de corte parcial da zaga, Echaporã dominou o rebote dentro da área alvirrubra, fintou dois marcadores e, a partir da direita, chutou rasteiro. A bola desviou em Vitão, matou e Keiller e morreu na meta vermelha. De novo, o Inter precisaria buscar a igualdade. Mais uma vez, conseguiu.

Mano reagiu à desvantagem com duas mudanças. Nas vagas de Johnny e Wanderson entraram Matheus Dias e Pedro Henrique, dupla responsável por retomar as rédeas da partida. Com eles, o Inter voltou a monopolizar a posse de bola de maneira propositiva. E PH tirou proveito disso. Depois de boa jogada de Vitão, Mauricio recebeu na direita da grande área alviverde e cruzou rasteiro. Alemão, inteligente, fez o corta-luz, e Pedro não perdoou. Mais um golaço!

PH balançou as redes alviverdes/Foto: Ricardo Duarte

Os três pontos não vieram, embora novas chances tenham sido criadas. Na luta pela vitória, Mano ainda escalou Lucca, que fez sua estreia como atleta profissional, Estêvão e Lucas Ramos. Absolutamente retrancado, o Juventude praticamente abdicou dos contragolpes, embora tenha assustado nos poucos escapes que teve antes do apito final. Desta forma, o Inter abriu 2023 com empate e um ponto somado.

Apesar da chuva, torcida marcou presença/Foto: Ricardo Duarte

Primeiro tempo

1min UUUUUUUH! Depois de escanteio cobrado pela esquerda, Moledo sobe com estilo e quase abre o placar para o Clube do Povo.

3min – Juventude abre o placar com Rodrigo.

6min – Colorado chega com Alan Patrick. Da entrada da área, camisa 10 recebe com espaço e arrisca rasteiro. Ela sai ao lado!

8min – De cabeça, Moledo leva perigo mais uma vez. Agora, ela sai por cima.

12min – Segue a blitz colorada! Da esquerda, Wanderson cruza bola à meia-altura. O zagueiro fura e quase complica a vida do goleiro.

14min – MILAAAAAAAAAGRE DE PEGORARI! Depois de linda enfiada de bola de Alan Patrick, Wanderson sai de frente com o goleiro e solta o canhotaço, mas para em linda defesa.

17min – Que pecado! Pena levanta na área pela esquerda, Johnny sobe com espaço e cabeceia sem força. Era boa a chegada!

17min – Goleiro adversário leva o amarelo por cera. Sim, por cera NO PRIMEIRO TEMPO.

23min – Dani Bolt recebe o amarelo. Chegou forte, por cima.

29min – Contragolpe veloz do Inter, que sai de trás com Mauricio. O meia estica para Wand, que dispara em velocidade pelo corredor central e chuta forte. Pegorari salva mais uma.

36min – Inter insiste pela esquerda. Lançado no corredor, Renê escapa e cruza para Wanderson. O camisa 11 domina, ajeita para a perna direita e chuta colocado, mas Pegorari defende.

40min – PEGORARI SALVA O JUVENTUDE DE NOVO! Flui bonito a parceria entre Alan e Wand. O camisa 10 costura por dentro e aciona o atacante, que devolve de calcanhar. Com espaço, o meia busca o chute colocado, mas o goleiro espalma pela linha de fundo.

45min – Mais seis. Vamos a 51.

45min – O GOLEIRO FAZ MAIS UM MILAGRE! Alan faz o giro na frente da área, engatilha para a canhota e solta um foguete. No ângulo, Pegorari espalma e começa a cera.

49min – Alemão recebe de Alan Patrick e tenta o chute pela direita da meia-lua, mas é travado pela zaga.

50min – A cera é tanto que o árbitro acresce mais um minuto. Vamos a 52.

52min – Intervalo no Beira-Rio!


Segundo tempo

1min – Juventude assusta com David. Ele recebe cruzamento de Jadson e, pela direita da grande área, chuta rasteiro.

2min – Rival segue em cima. David, de cabeça, desvia e tira tinta do poste.

2min – GOLAÇO! MINHA NOSSA, QUE GOLAÇO! É GOL! É GOL DO INTER! É GOL DO CLUBE DO POVO! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO! É DO INTEEEEEEEEEEEEER! PENA, PENA, CARLOS DE PENA COLOCA O COLORADO EM IGUALDADE NO PLACAR! Pela esquerda, Wanderson aciona o gringo, que domina, abre ângulo para a canhota e solta uma bomba IN-DE-FEN-SÁ-VEL. PRA CIMA, PELA VIRADA!

4min – NADA? Bustos, pela direita, cruza bola rasteira para Alan Patrick. O camisa 10 domina dentro da área e tenta a finta no zagueiro, mas é derrubado. Juiz mandou seguir.

9min – ALAN PATRICK, SENHORAS E SENHORES: linda enfiada de bola para Mauricio, que chuta bloqueado. Inter é só pressão!

12min – Echaporã e Walce entram no Papo. Saem David e Felipe Carvalho.

14min – Keiller! Rodrigo finaliza pela direita da área colorada, mas goleirão voa para espalmar.

16min – Johnny recebe o cartão amarelo.

17min – Echaporã recoloca o Juventude em vantagem.

19min – Walce e Alemão se desentendem. Ambos punidos com amarelo.

20min – ESCANTEIO PARA O INTER! Vitão lança Carlos de Pena, que aparece como elemento surpresa na área e cabeceia de casquinha. Pegorari espalma.

20min – Duas trocas no Inter: Matheus e Pedro Henrique nas vagas de Johnny e Wanderson.

22min – Jean Irmer puxa Alan Patrick e é punido com amarelo.

23min – ERA O EMPATE! Alan cobra falta na medida para PH, que surge livre e cabeceia ao lado.

24min – Bustos amarelado.

25min – Jean sai no Juventude. Entra Wesley Hudson.

27min – Mauricio punido com amarelo.

30min – GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO! MAIS UM GOLAÇO NO BEIRA-RIO! É GOL! É GOL DO INTER! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL DE PEDRO HENRIQUE! PEDRINHO, QUE BUCHA! PEDRINHO! Pela direita, Vitão avança para o campo de ataque e serve Mauricio em profundidade. O meia cruza rasteiro, Alemão faz o corta-luz e PH, de primeira, manda um foguete no ângulo.

33min – Mano reage ao empate com duas mudanças. Lucca, estreante, e Estêvão nas vagas de Alemão e Mauricio.

35min – VITÃO! Zagueiro lê muito bem a chegada do Juventude e bloqueia arremate já dentro da área.

35min – Duas substituições no Juventude. Entram Alan Ruschel e Boldrin, saem Guilherme Guedes e Emerson Santos.

40min – MILAAAAAAAAAGRE! Pedro Henrique liga o modo turbo, conduz até as cercanias da área alviverde e tenta de canhota. Mascada, a bola ameaça encobrir Pegorari, que espalma pela linha de fundo.

41min – Renê amarelado.

41min – Lucas Ramos é a última novidade de Mano Menezes. A cria substitui Alan Patrick.

45min – Seis de acréscimos. Vamos a 51.

46min – Do meio de campo, Mandaca arrisca e assusta, mas ela sai pela linha de fundo.

51min – Jogo encerrado no Gigante.


Ficha técnica:

Internacional (2): Keiller; Fabricio Bustos, Rodrigo Moledo, Vitão e Renê; Johnny (Matheus Dias), Carlos de Pena, Mauricio (Estêvão), Alan Patrick (Lucas Ramos) e Wanderson (Pedro Henrique); Alemão (Lucca). Técnico: Mano Menezes.

Juventude (2): Pegorari; Dani Bolt, Felipe Carvalho (Walce), Danilo Boza e Guilherme Guedes (Alan Ruschel); Jean Irmer (Wesley), Jadson, Emerson Santos (Boldrin), Mandaca e David (Echaporã); Rodrigo Rodrigues. Técnico: Celso Roh.

Gols: Carlos de Pena, aos 2’/2ºT, e Pedro Henrique, aos 30’/2ºT (I). Rodrigo, aos 3’/1º, e Echaporã, aos 17’/2ºT (J).

Cartões amarelos: Bustos, Renê, Johnny, Mauricio (I). Pegorari, Dani Bolt, Walce e Jean (J).

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi e Juarez de Mello Junior.

Estádio: Beira-Rio.

Público: 23.131. Pagantes: 19.654. Não pagantes: 3.477.

Renda: R$ 622.788,00

Fonte SC Internacional Fotos Fotos: Ricardo Duarte


Com gols de Bitello e Luis Suárez, Grêmio estreia no Gauchão com vitória diante do Caxias. Tricolor saiu atrás no placar, mas buscou a virada


A busca do Grêmio pelo hexacampeonato gaúcho iniciou com vitória. Neste sábado, 21, em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Estadual, o Tricolor venceu o Caxias, de virada, no Estádio Centenário pelo placar de 2 a 1. Os gols foram anotados por Bitello, no primeiro tempo, e Luis Suárez, na segunda etapa. O Caxias abriu o placar com Peninha.  

Na escalação, em relação a última partida, quando conquistou o tetra da Recopa Gaúcha, Renato Portaluppi optou por manter o mesmo esquema de jogo, mas com uma mudança: Felipe Carballo na vaga de Villasanti.  

Dentro de campo, logo nos primeiros segundos de partida, a equipe gremista pressionou os adversários e partiu para o ataque. Com um minuto jogado, Campaz cruzou na área, buscando Luis Suárez, mas o goleiro Bruno conseguiu afastar.  

Enquanto o Grêmio trocava passes e tentava furar a defesa do Caxias, os donos da casa também tentavam assustar o Tricolor, que não conseguiu bloquear a tentativa adversária aos nove minutos. Peninha saiu cara a cara com Brenno e furou a defesa gremista, abrindo o placar. 

O Grêmio seguiu com a mesma postura: troca de passes e posse de bola para chegar ao gol. Aos 14’, foi a vez de Bitello avançar pela direita, para dentro da pequena área. O camisa 39 chutou, mas a tentativa foi para fora.  

O ponteiro passava e o Tricolor tinha a bola do jogo e permanecia na área do Caxias, mas a marcação da equipe da serra dificultava as ações tricolores.  

Toda insistência surtiu efeito aos 26’, para delírio dos milhares de gremistas presentes. Primeiro, Ferreira acionou Luis Suárez, que apenas tocou na saída do goleiro, que defendeu. Na sobra, Bitello empurrou a bola para o fundo das redes, empatando a partida. 

A equipe de Renato Portaluppi queria a vitória. Após marcar o gol, o Tricolor seguiu tomando conta da partida, colocando pressão no Caxias. Com 33’ jogados, por pouco, Bitello não marcou. O meia recebeu nas costas da defesa e tentou o segundo dele na partida por cobertura, mas o zagueiro adversário estava lá para tirar a chance em cima da linha.  

Era um ataque após o outro. Aos 39’, Bitello acionou Luis Suárez, que recebeu de frente para o gol, girou e tentou o chute, que acabou desviando no adversário. Nos minutos finais, poucas finalizações aconteceram.  

A segunda etapa iniciou sem mudanças na equipe do Grêmio. 

Assim como no início do primeiro tempo, a partida seguiu movimentada, com as duas equipes tocando a bola com o objetivo de chegar ao ataque.  

O ponteiro passava dos oito, quando Brenno precisou realizar uma grande defesa. Peninha driblou a defesa gremista e chutou forte da entrada da grande área, fazendo o arqueiro tricolor espalmar a bola. Na sequência, em cobrança de falta, Marcelo cobrou direto e obrigou Brenno a trabalhar mais uma vez. 

Após os 10’, o jogo passou a ficar mais truncado, sem grandes chances de gol. Para tentar a vitória, Renato Portaluppi promoveu as primeiras trocas aos 23’. Diogo Barbosa, Gustavinho e Everton Galdino entraram nas vagas de Reinaldo, Carballo e Campaz. 

Com 26’ jogados, o estreante Everton Galdino recebeu e, de fora da grande área, tentou o chute direto. A bola acabou subindo demais e foi por cima da meta adversária.  

Após as trocas, o Grêmio tocava mais a bola e chegava ao ataque. Não deu outra, o Caxias deu espaço para o camisa 9 tricolor, que, após receber passe de Diogo Barbosa, fez o que sabe: fuzilou a rede da equipe da serra e virou a partida. 

O Caxias, atuando em casa, assustou logo depois. Eron, dentro da grande área, bateu forte, mas o arqueiro Brenno estava atendo e espalmou o chute.  

O ponteiro passava dos 38’, quando Renato Portaluppi realizou as últimas trocas na equipe. Ferreira e Luis Suárez saíram para as entradas de Thiago Santos e Thaciano. 

Um minuto após as modificações, o Tricolor teve um pênalti a seu favor, depois de Bitello ser derrubado na área. O estreante da tarde, Everton Galdino, pegou a bola, bateu, mas o goleiro Bruno defendeu. 

O Grêmio seguiu pressionando e, aos 45’, foi a vez de Thaciano tentar fuzilar a rede adversária, mas novamente o arqueiro do Caxias realizou uma grande defesa. 

O Tricolor manteve a postura e não deixou o Caxias chegar na área, até o minuto final.  

Final de jogo: Grêmio 2 x 1 Caxias 

Fonte Grêmio FBPA  Fotos: Lucas Uebel / Grêmio FBPA 


Inicia neste sábado (21) Gauchão Ipiranga 2023: Confira primeira rodada


Inicia neste sábado (21) Gauchão Ipiranga 2023:

A Federação Gaúcha de Futebol – FGF divulga detalhes das primeiras rodadas do Gauchão Ipiranga 2023, com início neste sábado 21 de janeiro.
CLIQUE E CONFIRA DATAS E HORÁRIOS

O regulamento se mantém em relação à última edição, com a inversão do mando de campo dos jogos na fase classificatória. Os 12 clubes jogam entre si em turno único. Os quatro melhores avançam para a semifinal em jogos de ida e volta, assim como na final – sem o critério do gol qualificado. Após o término da fase classificatória, os dois últimos colocados serão rebaixados para a Série A2.
Confira a 1ª rodada:

 

Fonte: Por Lucas Rizzatti FGF


Banco Central atualiza regras para funcionamento de consórcios.


O Banco Central aprovou novas regras sobre a constituição e o funcionamento de grupos de consórcios no país.

As mudanças estão em Resolução publicada nesta quinta-feira (19) e passam a valer em 1º de janeiro de 2024.

De acordo com o Banco Central, foram revisadas e atualizas as informações mínimas que devem constar nos contratos de participação em grupo de consórcio, por adesão. Entre elas, estão os procedimentos e os prazos a serem observados pela administradora ou pelo consorciado para a realização de procedimentos operacionais; e a exigência de estar presente, de forma discriminada e em valores nominais e percentuais, o montante da prestação inicial e de seus diversos componentes.

A resolução também determina que, a partir do ano que vem, os regulamentos dos grupos de consórcios estejam disponíveis nos sites das administradoras, eliminando a exigência de registro desses regulamentos em cartório, além de outras mudanças.

Mais informações sobre o assunto estão disponíveis no site do Banco Central, em bcb.gov.br

Fonte Rede Nacional de Rádio (Lademir Fellipin)


Grêmio é Tetracampeão da Recopa Gaúcha. Tricolor venceu por 4 a 1 o São Luiz e conquistou o título na Arena, diante de mais de 49 mil torcedores


Uma noite de reencontro entre o time e o torcedor, de estreia de novos reforços e da primeira conquista da temporada. Diante de mais de 49 mil gremistas, o Grêmio voltou aos gramados oficiais nesta terça-feira, na decisão da Recopa Gaúcha. O Tricolor foi superior durante toda a partida e venceu o São Luiz, de Ijuí, pelo placar de 4 a 1, com gols do estreante Suárez, que marcou três vezes, e Bitello. 

A vitória fez com que o Grêmio conquistasse o tetracampeonato da Recopa Gaúcha, abrindo a temporada com chave de ouro. 

O início da partida não poderia ser melhor. 

Em uma das primeiras oportunidades de gol, a equipe do técnico Renato Portaluppi foi efetiva: depois de um lançamento de Ferreira, da esquerda, a bola desviou na marcação e chegou a Suárez, que com muita qualidade mandou por cobertura, por cima do goleiro Gabriel Félix, balançando as redes adversárias e assinalando seu primeiro gol já na sua estreia, passados 5 minutos de bola rolando. 

Já o São Luiz tentou igualar o placar logo de imediato, primeiro com Éderson, que acionou Jarro Pedroso, mas Brenno espalmou o chute do atacante. Foi aos 14’ que o time do interior do estado deixou tudo igual na Arena, com Paulinho Santos, chutando mascado – o goleiro gremista não conseguiu segurar. 

Não demorou para os gremistas voltarem a frente no marcador, desta vez com Bitello. Após uma transição rápida, Campaz deu um passe para o meia, que bem colocado chutou forte, estufando as redes, aos 16’. 

Quase que o terceiro gol veio no minuto seguinte, quando Fabio cruzou na medida para Suárez, que subiu mais que a zaga e desviou de cabeça – a bola passou por sobre a meta. 

A partir da metade da etapa inicial, o jogo passou a ficar mais truncado, com muita disputa de bola. Mesmo assim, foi o Grêmio quem voltou a marcar e com quem? O estreante da noite, Luisito Suárez, recebeu em condições um belo passe de Bitello e, sozinho de cara com o goleiro, chutou na saída de Gabriel Félix, mandando para as redes, aos 31’. 

E “El Pistolero” não parou por aí. Aos 37 minutos de bola rolando, o terceiro gol do uruguaio: Depois de uma cobrança de escanteio, Reinaldo fez um cruzamento na área, a zaga afastou e a bola caiu para o atacante, que bem posicionado no segundo poste, mandou um chute de primeira, estufando as redes mais uma vez. Grêmio 4 a 1 São Luiz. 

O Grêmio voltou com a mesma formação para a etapa complementar, que foi de mais equilíbrio. Com 8’ jogados, Ferreira invadiu a área em velocidade e arriscou um chute, obrigando Gabriel Félix a fazer boa defesa, espalmando – a bola chegou a Suárez, mas o uruguaio não finalizou por estar impedido. 

Aos 12’, Reinaldo cruzou na área, para o camisa 9, desmarcado, subir e desviar de cabeça – por detalhe a bola não entrou. 

O técnico Renato Portaluppi promoveu mudanças na equipe no segundo tempo, passados 15’: Diego Souza, Felipe Carballo e Gustavinho ocuparam os lugares de Luis Suárez, Bitello e Campaz. Thaciano ocupou o lugar de Fábio, aos 22’ e Guilherme substituiu Ferreira, com 34’ jogados. 

O jogo seguiu no mesmo ritmo e não teve mudanças no marcador. 

Com o resultado, o Grêmio conquista a sua quarta Recopa Gaúcha e inicia a temporada com vitória, goleada e título. 

Em breve, a galeria de imagens da partida e da conquista desta noite. 

Fonte: Grêmio FBPA Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA