Hoje é Domingo, 16 de maio de 2021 Dia do Gari:

Dia do Gari: Neste domingo (16), é dia de homenagear esses profissionais que são tão importantes para a limpeza das nossas ruas e cidades.Parabéns aos Garis, que se dedicam todos os dias a limpeza urbana. Os garis são os profissionais da limpeza pública que recolhem o lixo das moradias, edifícios comerciais e residenciais, além de … Leia Mais


Israel bombardeia Gaza para conter militantes palestinos

Israel assolou Gaza com fogo de artilharia e ataques aéreos nesta sexta-feira (13), visando túneis de militantes palestinos para tentar deter os ataques de foguete persistentes contra cidades israelenses. Em uma ofensiva de 40 minutos antes do amanhecer, ao menos 13 palestinos foram mortos, incluindo uma mãe e seus três filhos, cujos corpos foram recuperados … Leia Mais


Boletim Covid19 de 13 maio em Júlio de Castilhos com 11 novos casos

Júlio de Castilhos registra 12 novos casos confirmados de coronavírus nesta quinta-feira (13). A informação é do último boletim epidemiológico, divulgado pelo setor de comunicação da prefeitura municipal. Boletim epidemiológico atualizado em 13 de Maio de 2021 contabiliza 11 novos casos confirmados de coronavírus em Júlio de Castilhos, totalizando 1.780 casos confirmados em Júlio de … Leia Mais


Boletim Covid19 de 12 maio em Júlio de Castilhos com 12 novos casos

Júlio de Castilhos registra 12 novos casos confirmados de coronavírus nesta quarta-feira (12). A informação é do último boletim epidemiológico, divulgado pelo setor de comunicação da prefeitura municipal. Boletim epidemiológico atualizado em 12 de Maio de 2021 contabiliza 12 novos casos confirmados de coronavírus em Júlio de Castilhos, totalizando 1.770 casos confirmados em Júlio de … Leia Mais


‘Superlua de sangue’ ficará visível no fim de maio; entenda o fenômeno


              “Superlua de sangue(Foto: Reprodução/YouTube)

Depois da ‘superlua rosa‘, que ficou visível em diversas regiões do Brasil e do mundo no fim de abril, chegou a hora da ‘superlua de sangue’, ou eclipse total da lua. Os amantes da astronomia poderão conferir o fenômeno no final deste mês, no dia 26 de maio. Ela poderá ser vista parcialmente do leste da Ásia, Austrália, Oceano Pacífico e grande parte da América do Norte e do Sul.

Lua vermelha?

É possível ver uma lua de sangue quando ocorre um eclipse total o satélite. Isso acontece porque a lua é encoberta pela sombra da Terra, evitando que os raios de sol cheguem até ela diretamente. Recebendo apenas algumas faixas de luz – que passam pela atmosfera do nosso planeta – o satélite ganha a cor mais avermelhada.

superluaO satélite ganha cor avermelhada ao ser encoberto pela sombra da Terra (EducaMais/Reprodução)

Além disso, a lua de sangue acontecerá no momento em que o satélite está mais perto da Terra e, por isso, aparenta estar maior, garantindo outro fenômeno, a superlua. No entanto, a NASA ressalta que, embora esteja mais próxima – cerca de 90 milhas – algumas pessoas não devem nem perceber a diferença. Este é o primeiro eclipse total desde janeiro de 2019 e deve ficar visível por 15 minutos.

Se você é um amante da astronomia e quer ficar por dentro de todos os acontecimentos do mês, acesse o calendário astronômico de maio e de 2021

 

Fonte: Portal Tecmundo 


Destroços de foguete chinês caem no Oceano Índico, a oeste do arquipélago das Maldivas


Os destroços do foguete da China caíram no Oceano Índico, a oeste do arquipélago das Maldivas, informou a mídia estatal chinesa no início da madrugada deste domingo (9). A maior parte dos componentes da nave foi desintegrada na reentrada na atmosfera terrestre.

Partes do Long March 5B, de 18 toneladas, reentraram na atmosfera às 10h24, horário de Pequim, final da noite de sábado (8) no Brasil, e caíram nas coordenadas de 72,47° de longitude leste e 2,65° de latitude norte, informou o Escritório Chinês de Engenharia Espacial em um comunicado.

As coordenadas colocam o ponto de impacto no oceano, a oeste do arquipélago das Maldivas.

O Space-Track, baseado em dados militares dos Estados Unidos, também confirmou a entrada na atmosfera da nave descontrolada e o local da queda.

As autoridades chinesas alegaram que o giro fora de controle do segmento do Long March 5B representou pouco perigo.

Estação Espacial

O país asiático colocou em órbita o primeiro módulo de sua estação espacial em 29 de abril, graças ao foguete Long March 5B – o mais poderoso e imponente lançador chinês. Foi a primeira parte deste foguete que retornou à Terra.

Mais 10 missões semelhantes estão programadas até o fim da construção da estação, em 2022.

Pessoas assistem ao lançamento do foguete Long March 5B no Centro de Lançamentos de Wenchang em 29 de abril — Foto: STR/AFP

Pessoas assistem ao lançamento do foguete Long March 5B no Centro de Lançamentos de Wenchang em 29 de abril — Foto: STR/AFP

Fonte Portal G1 Imagem Ilustrativa (Google Maps)


Comunicações: Tecnologia 5G trará mais avanços e modernidade ao país


Mais tecnologia e modernidade na hora de se comunicar. Novos caminhos têm sido percorridos pelo Brasil e por outros países do mundo rumo à revolução da indústria, do agronegócio e da rotina dos brasileiros no setor de comunicações. São novas possibilidades que prometem se abrir com a chegada do 5G, a quinta geração de tecnologia de comunicação móvel.

Muito se tem falado e ouvido dessa nova tecnologia que deve chegar ano que vem ao país. Mas como será na prática? Segundo o Ministério das Comunicações, além de permitir que mais dispositivos acessem a internet móvel ao mesmo tempo, o 5G promoverá mais velocidade, maior capacidade de banda e maior conectividade entre dispositivos com menor tempo de resposta.

Com ele será possível, por exemplo, fazer procedimentos de saúde a distância e a automação e uso de robótica na produção e nos serviços; e será capaz de impactar o modo de vida de toda a sociedade. A ideia é que o 5G habilite outras tecnologias, como a robótica, a inteligência artificial e ajude a reduzir custos, desperdícios e até mesmo evitar acidentes de trabalho. A tecnologia promete ser até 100 vezes mais rápida do que a atual.

“Se o 4G mudou a vida das pessoas, o 5G irá revolucionar a sociedade e os meios produtivos. Não se trata apenas de mais 1G. Se trata de um guarda-chuva que envolve e potencializa várias outras tecnologias”, explicou o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Leonardo Euler de Morais

”Eu diria que o 5G, uma tecnologia ainda na sua primeira infância, é de fato um catalisador de novas tecnologias, como inteligência artificial, como robótica, como realidade mista e realidade aumentada. Estamos falando de uma nova era em termos de possibilidades de ganhos de produtividade”, explicou.

Leilão de 5G

Para dar início à prestação de serviços relacionados à nova geração de tecnologia de comunicação móvel no país, o Governo Federal deverá promover um leilão ainda neste ano. Na licitação, serão ofertadas quatro faixas de radiofrequências: 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz. Essas faixas funcionam como uma espécie de rodovia no ar, por meio de ondas eletromagnéticas, responsáveis pelas transmissões de TV, rádio e internet.

“Esses quatro blocos, juntos, formam o maior volume de espectro, de radiofrequências, o maior volume de faixas de radiofrequências que a Anatel já leiloou até hoje”, afirmou Arthur Coimbra, secretário Especial para 5G, do Ministério das Comunicações.

O edital do leilão das faixas de radiofrequências para a prestação no Brasil de serviços de telecomunicações por meio de 5G, já aprovado pela Anatel, está em análise pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A previsão é que o edital ocorra em 2021.

O que será ofertado no leilão

As empresas vencedoras do leilão se comprometem a fazer uma série de investimentos na área de comunicações. Terão, por exemplo, de atender com tecnologia 4G ou superior a áreas pouco ou não servidas, com mais de 600 habitantes, como localidades e estradas.

Para os municípios com mais de 30 mil habitantes, segundo a Anatel, estão previstos compromissos de atendimento já com tecnologia 5G.

O edital também prevê recursos da ordem de R$ 1,5 bilhão para a implementação de redes de transporte em fibra óptica na região Norte, por meio do programa Norte Conectado; e a construção da Rede Privativa de Comunicação da Administração Pública Federal, estratégica para a segurança nacional. Inicialmente, essa rede de comunicação será exclusiva para o uso do Poder Executivo, mas, depois, poderá ser estendida a outros Poderes.

O edital do leilão também prevê a substituição e instalação gratuita de receptores mais modernos em locais onde brasileiros ainda dependem das antenas parabólicas para assistir à programação da TV aberta. Isso porque a frequência utilizada por esses equipamentos pode sofrer interferência do sinal do 5G.


Foguete descontrolado: destroços devem atingir a Terra sábado (08)


Imagem: Lançamento de foguete. Foto: Pixabay (Via Portal Tecmundo)

No próximo sábado (08), os restos de um foguete Long March 5B chinês devem cair na Terra. O problema é que esses destroços possivelmente pesam várias toneladas e ninguém conseguiu descobrir onde será o ponto exato da reentrada descontrolada.

Segundo os cálculos científicos realizados até o momento, a órbita do objeto indica que os possíveis pontos de pouso estão em qualquer lugar na faixa de latitude que vai do norte – pouco além de Nova York, Madri e Pequim – até o ponto mais ao sul do Chile e a cidade de Wellington, na Nova Zelândia. A possibilidade da queda em território americano vêm preocupando os Estados Unidos, que está monitorando a faixa que pode ser atingida.

Para Wang Ya’nan, editor-chefe a revista Aerospace Knowledge, o perigo é quase nulo: “a maior parte dos destroços queimará durante a reentrada na atmosfera terrestre, deixando apenas uma pequena porção que pode cair no solo, e que deverá pousar em áreas distantes das atividades humanas ou no oceano”, disse em entrevista ao China Global Times, que pertence ao grupo oficial do Partido Comunista chinês.

Lixo espacial produzido por humanos

O professor Steven Freeland, membro do Conselho Consultivo da Agência Espacial Australiana, afirmou em um artigo publicado no site The Conversation, que estes devem ser alguns dos maiores destroços produzidos pelo ser humano a reentrarem na nossa atmosfera.

O foguete que está em rota de colisão com a Terra decolou no dia 29 de abril do espaçoporto de Wenchang, na China, levando o módulo Tianhe – parte central do que será a Tiangong-3, a próxima estação espacial chinesa – para a órbita. Após 492 segundos de voo, ele está voltando lenta e imprevisivelmente para nosso planeta.

Módulo central Tianhe foi lançado pela China no final de abril. Módulo central Tianhe foi lançado pela China no final de abril. Fonte:  CMSEO/Gao Jian 

O incidente ocorre um ano após outro caso similar, quando, em 11 de maio de 2020, os restos de outro foguete chinês caíram na Terra, mais precisamente no Oceano Atlântico. Antes de cair, no entanto, o objeto deixou pedaços por vilarejos da Costa do Marfim, na África.

Grandes incidentes na corrida espacial

Freeland enumerou alguns casos de queda de lixo espacial na Austrália. Segundo o acadêmico, o país detém o recorde de local atingido pelo maior pedaço de lixo espacial: em 1979, a estação americana SkyLab se desintegrou sobre o oeste australiano, deixando destroços por toda a cidade costeira de Esperance.

Desde a década de 70 pedaços de lixo espacial caem na Terra regularmente e são vistos com preocupação. Embora o incidente com a Skylab não tenha deixado feridos, esses eventos são potencialmente perigosos: mais de 70% da Terra são cobertos por oceanos, mas o problema são os 30% que restam. O professor afirma que as consequências podem ser desastrosas.

Em 1978 o satélite soviético de vigilância Cosmos 954 – movido a energia nuclear – não caiu em Toronto ou Quebec, no Canadá, por muito pouco. A queda de material radioativo, segundo o consultor, resultaria em uma evacuação de larga escala.

Primeiros destroços encontrados do satélite Cosmos-954Primeiros destroços encontrados do satélite Cosmos-954Fonte:  Wikimedia 

Já em 2007, pedaços de um satélite russo quase atingiram o passageiro de um voo entre Santiago, no Chile, e Auckland, na Nova Zelândia. “Quanto mais enviamos objetos para o espaço, mais aumentamos a chance de um desastroso pouso forçado”, explicou.

China deve pagar a conta

A Convenção sobre Responsabilidade Internacional por Danos Causados por Objetos Espaciais de Londres, um tratado da ONU de 1972, impõe regras aos países que lançam objetos no espaço. Entre os possíveis danos desta exploração, uma cláusula inclui lixo espacial atingindo a Terra: é um caso de responsabilidade absoluta.

A cláusula só foi invocada uma vez: no acidente com o satélite Cosmos 954, quando o Canadá cobrou 6 milhões de dólares canadenses da União Soviética, mas acabou fechando acordo em 3 milhões.

Na opinião de Freeman, um sistema de tráfico espacial globalmente coordenado será vital para evitar acidentes futuros – como colisões que podem resultar na perda de controle de satélites, que por sua vez podem se tornar lixo espacial em rota de colisão com a Terra. E disse:  “Cooperação global é essencial se quisermos evitar um futuro insustentável para nossas atividades espaciais”.

Fonte Por; Luciana Penante Portal Tecmundo via nexperts


Unicruz é destaque internacional. Instituição representa o Brasil em competição mundial


A Universidade de Cruz Alta representa o Brasil no júri da competição Social Business Creation- SBC,  com a participação da professora do curso de Administração, Ana Luíza Rossato Facco. No total, são somente dois docentes brasileiros na banca de avaliação, sendo o segundo integrante da Unisinos. Para compor o time de jurados, a professora atendeu critérios de seleção e passou por um intensivo treinamento.

De acordo com a docente, a competição reúne cerca de 160 equipes, de diversos países. Tem como propósito, fazer com que os participantes aprendam a criar negócios com ênfase em resolver um problema social, proporcionar impacto social e, ao mesmo tempo, ter lucratividade e sustentabilidade. “É uma plataforma de treinamento modelado no formato de uma competição global, em que os alunos são ensinados a criar. A competição é estruturada em módulos de aprendizagem experiencial, utilizando uma abordagem de gamificação no desenvolvimento do negócio social”, afirma a docente.  A competição é organizada pela HEC de Montreal-Canadá e apoiada pelo Prêmio Nobel Prof.Yunus.

Ana Luíza comenta que, nessa primeira fase, está avaliando um projeto de uma equipe da Índia. “É uma oportunidade de compreender como o mundo está pensando, agindo e criando. A partir dessas trocas, estou trazendo esse conhecimento para a nossa sala de aula, na Unicruz”, reitera.

Uma das disciplinas ministradas pela professora, na Unicruz, é a de Responsabilidade social e Meio Ambiente, em que os alunos estão desenvolvendo projetos com o propósito de participar dessa competição.  “Trabalhamos para conectar os nossos alunos com o mundo.  Queremos proporcionar a eles as melhores oportunidades e, consequentemente, no futuro, estaremos impactando a nossa comunidade local com essas iniciativas”, analisa.

Docente está na final do SBC 2020

A professora, que é aluna do Programa de Doutorado da Unisinos, ainda está concorrendo à final da competição SBC, de 2020.  “Ingressamos na competição em 2020, com uma equipe formada por seis mulheres da Graduação e Pós-Graduação da Unisinos”, explica Ana Luíza.

Com o projeto intitulado: Missão Diversão, que visa incentivar a adoção tardia de crianças e adolescentes da cidade de Porto Alegre-RS, as competidoras transformaram a proposta em um negócio social por meio da gamificação. “Nossa intenção é contribuir para estreitar os laços dos casais pretendentes à adoção e as crianças e adolescentes”, salienta.

A equipe enfrentou competidores de 70 universidades, localizadas em diferentes países.  Conquistou o 4º lugar na primeira rodada (Round 1), mantendo o mesmo desempenho na segunda rodada.  “Em razão disso ganhamos $2.000 mil dólares canadenses e dois prêmios: Impactful Social Business Idea Award e Social”, comemora a professora.

Ela complementa, ainda, que, devido ao excelente desempenho na competição, foram convidadas a criar um espaço virtual, com representação local do SBC, onde a Unisinos será a sede.

Fonte e foto por: Assessoria Imprensa Unicruz (Site)