Senar no combate ao capim-annoni em dezembro com eventos na região central


Um público de 966 pessoas entre produtores, técnicos e estudantes de ciências agrárias já participou dos cursos e palestras promovidos pelo Senar-RS, em parceria com a Embrapa, para tratar dos riscos do capim-annoni à produção e apresentar uma solução ao problema.

Desde junho, as atividades já foram realizadas em 11 municípios do Estado e até o final do ano, mais quatro eventos estão programados em Cachoeira do Sul (02), Santa Maria (03), Cruz Alta (04) e Caçapava do Sul (09).

Trazido para o Rio Grande do Sul, o capim-annoni se desenvolveu e, apesar da baixa qualidade, competiu e se sobrepôs ao campo nativo. Atualmente, boa parte da área do Estado está infestada com a planta invasora. O foco dos eventos é sensibilizar produtores a reduzirem as áreas de infestação com ajuda de tecnologia desenvolvida pela Embrapa.

Nesses encontros, são abordados o histórico da planta, o impacto e os avanços no conhecimento da espécie, além dos quatro pilares da tecnologia: controle com aplicador seletivo Campo Limpo, construção da fertilidade do solo, introdução de espécies forrageiras e ajuste de carga animal. Após, serão apresentadas as estratégias de manejo com base na tecnologia.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas nos sites de cada evento ou no dia. As atividades contarão com a participação de um instrutor do Senar-RS e dois pesquisadores da Embrapa.

Dia 02/12/2019 a Cachoeira do Sul – Local Parque do Sindicato Rural de Cachoeira do Sul, Rua Santa Helena s º
Inscrições: https://annonicachoeira.eventize.com.br/?preview

Dia 03/12/2019 a Santa Maria – Local Sindicato Rural de Santa Maria, Rua Appel, 475 centro
Inscrições

Dia 04/12/2019 a Cruz Alta – Local Parque Integrado do Sindicato Rural, BR 158 km 197
Inscrições

Dia 09/12/2019 a Caçapava do Sul – Local Parque de Exposições Elyseu Benfica (Avenida Pedro Anunciação Filho 1446)
Inscrições

PROGRAMAÇÃO

13h30min
Abertura do evento

13h45min
Histórico do capim-annoni, impacto e avanços no conhecimento da espécie

14h15min
Introdução a metodologia Mirapasto

14h45min
Pilar 1 – Controle do capim-annoni com aplicador seletivo Campo Limpo

15h45min
Coffee break

16h
Pilar 2 – Construção da fertilidade do solo

16h45min
Pilar 3 – Introdução de espécies forrageiras

17h30min
Pilar 4 – Ajuste de carga animal

18h
Coffee break

18h30min
Resultados Econômicos e Produtivos do Emprego do Mirapasto

19h30min
Encerramento

Fonte: Senar/RS