Secretaria de Agricultura+ firmou parceria com o Presídio Estadual de Júlio de Castilhos


Parceria entre Presídio e Prefeitura busca ressocialização, capacitação profissional e geração de renda para apenados.

A Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura+, firmou uma parceria com o Presídio Estadual de Júlio de Castilhos para o desenvolvimento de mais uma etapa do projeto de castração e bem estar animal: Viver bem animal, entre outros projetos socioambientais. Ações como essa, auxiliam na abordagem de questões que envolvem sustentabilidade, reciclagem e causa animal. Tal prática, soma-se com o princípio do presidio em auxiliar na busca da ressocialização, capacitação profissional e geração de renda para apenados.

A parceria foi firmada com a Secretária de Agricultura+ Ana Paula Alf Lima Ferreira e com o diretor do presídio Gabriel Moresco. De acordo com Ana Paula, na audiência com diretor, foi pensado em apresentar opções de projetos que atendem necessidades da sociedade, incentivo a geração de renda para os apenados e o viés da formação profissional dos mesmos.

“Desde que assumimos a gestão, o presídio sempre foi um grande parceiro nosso. Fora essas ações citadas, eles tem feito outras pontuais, como de limpeza e pintura, entre outras atividades. Então esse é mais um exemplo da preocupação de fazer essa ressocialização e da geração de um ofício para quando os apenados estiverem em liberdade”, explicou Ana Paula.

O diretor do Presídio Gabriel Moresco, explicou que o serviço executado terá a ocupação de um determinado de número de apenados e que os projetos buscam uma aproximação do preso com a sociedade.

“São projetos que visam capacitação profissional, ressocialização e geração de renda e aborda outras questões envolvendo sustentabilidade, reciclagem e causa animal”, afirmou o diretor.

Nesta sexta-feira, dia 10 de Setembro, foram entregues as primeiras 10 casinhas. Os contemplados foram pessoas de baixa de renda que estão utilizando o programa de castração e a informação do item doado foi colocada junto ao chip de rastreamento do animal.

Entre os projetos desenvolvidos pelo presídio, destacam-se:
Placas isolantes térmicas: confeccionadas a partir de caixas de leite doadas pela comunidade, são instalados em residências precárias de famílias em vulnerabilidade social que precisam de maior proteção do vendo, chuva e insetos invasores.

Máscaras de tecido: A produção dessas máscaras, foi possível através de máquinas doadas pelo Governo Estadual. São produzidas centenas de máscaras semanalmente e distribuídas gratuitamente para comunidades carentes de todo o Rio Grande do Sul.

Projeto Arte Pela Liberdade: Esse projeto recicla bunners de lona, que seriam descartados, e são transformados em “ecobags”, bolsas ecológicas que são vendidas para a comunidade. O dinheiro é dividido entre o projeto e os apenados.

Horta institucional: O projeto é utilizado para complementar a alimentação dos apenados e o excedente é doado para o Lar Recando e hospital. Para realização da horta, a Secretaria de Agricultura+ auxiliou com sementes, reservatório de água e canos, os quais são frutos de parcerias com a comunidade e empresas locais. Adubação foi auxiliada pelo grupo Ottoni e Cotrijuc.

Casinhas de Cachorros: Em parceria com a Prefeitura Municipal de Júlio de Castilhos, através da Secretaria Municipal de Agricultura+ e colaboradores, apenados trabalham com materiais doados pela prefeitura e comunidade, e constroem casinhas de cachorro para donos de pets em comunidades carentes.

Para doar pallets de madeira ou telhas para esse projeto, entre em contato com a Secretaria Municipal de Agricultura+ no fone (55) 3271 – 2021.

Clique no Link, veja o vídeo no YouTube e inscreva-se no canal da Prefeitura Municipal: (67) Parceria entre Presídio e Prefeitura busca ressocialização para apenados – YouTube

Fonte e fotos por Assessoria imprensa PMJC (Vinicius Ferreira)