Programa Bolsa Juventude Rural divulga nomes de candidatos habilitados e abre prazo para recurso


O programa Bolsa Juventude Rural, da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), recebeu a inscrição de 1.152 jovens estudantes este ano. A lista publicada nesta quinta-feira (11) no Diário Oficial do Estado apresenta os nomes de candidatos habilitados, inabilitados e daqueles que não se enquadram nos requisitos definidos pelo programa. O número de inscritos é 45% maior do que o de 2018, quando 793 jovens buscaram o apoio do Estado para manter os estudos e desenvolver projetos produtivos nas propriedades da agricultura familiar.

A partir da publicação no DOE, os estudantes têm prazo de cinco dias úteis para recorrer, no site do programa (www.bolsajuventuderural.com).

São 375 bolsas disponíveis no valor de R$ 200 mensais, pagas por um período de 10 meses. A contratação é feita por meio do Feaper (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento dos Pequenos Estabelecimentos Rurais), com recursos do Estado, operados pelo Badesul. A publicação do nome dos classificados deve ocorrer em meados de agosto.

O programa Bolsa Juventude Rural alia dois importantes pilares: a educação, permitindo aos jovens acesso e permanência na escola durante o Ensino Médio, e o desenvolvimento rural, com a implantação de de projetos produtivos que garantem a permanência do jovem no campo”, afirma o secretário da Seapdr, Covatti Filho.

No ano passado, foram 793 inscritos e 500 bolsas disponibilizadas. Os três municípios com maior número de jovens foram Catuípe, Herval e Caxias do Sul.

O programa

O programa prevê 175 bolsas para alunos regularmente matriculados no 2º ano e 200 para alunos do 3º ano do Ensino Médio, com idade entre 15 e 29 anos.

O auxílio é pago a alunos matriculados em escolas públicas estaduais ou instituições educacionais sem fins lucrativos e de caráter comunitário que trabalham com a pedagogia de alternância. Esta pedagogia prevê que o aluno fique 1 semana na escola e 1 semana em casa. Entre 80 e 90% dos jovens que estudam nestas escolas permanecem no campo, garantindo a sucessão rural.

A lista de candidatos segue anexa.Pre recurso – DOE 11-07-19

————————————-

Fonte: Assessoria de Comunicação Social
Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural FOTO ITAMAR PELIZZARO/SEAPDR