Ordenação Episcopal do Monsenhor Bertilo João Morsch neste sábado dia 6 de agosto em Santa Maria


No dia 6 de agosto, a Basílica da Medianeira acolherá a terceira ordenação episcopal desde sua inauguração.

Nomeado pelo Papa Francisco no dia 17 de maio de 2022, como bispo auxiliar de Porto Alegre, o vigário geral de Santa Maria será o terceiro bispo a ser ordenado na Basílica da Medianeira. As equipes de liturgia estão em preparação com ensaios e organização dos últimos detalhes deste momento de grande alegria para esta porção do povo de Deus.

O atual pároco da Catedral de Santa Maria escolheu como lema episcopal: Propter Evangelium – “Por causa do Evangelho” e sua sagração episcopal será no próximo sábado, 6 de agosto, às 10 horas da manhã.

A celebração, presidida pelo arcebispo de Santa Maria, Dom Leomar Antônio Brustolin, terá como concelebrantes o arcebispo de Porto Alegre, Dom Jaime Spengler e o bispo auxiliar de Cascavel, Dom Aparecido Donizete de Souza.

O rito de ordenação episcopal compreende a imposição das mãos sobre a sua cabeça e oração consecratória, ato que repete o gesto dos apóstolos. Durante a consagração, o livro dos Evangelhos é aberto e pousado sobre a cabeça do futuro bispo. Em seguida ocorre a unção da cabeça do eleito com óleo do Crisma, gesto que remonta como o povo de Israel elegia seus líderes. E, contempla ainda, o momento da entrega das insígnias episcopais – o anel, símbolo da esponsalidade com a Igreja; a mitra, sinal da santidade da Igreja; e o báculo, que representa o cajado do Bom Pastor no cuidado do rebanho.

A atividade será transmitida, ao vivo, pelas páginas do Facebook da Arquidiocese de Santa Maria e da Basílica da Medianeira e pelas Rádios Medianeira 102.7 e Imembuí, de Santa Maria; Sobradinho AM e Jacuí FM de Sobradinho e Aliança FM de Porto Alegre.

Após a celebração haverá um almoço no salão da Basílica, para reservas e informações sobre almoço estão disponíveis os contatos telefone: (55) 3221 4085; celular ou whatsapp: (55) 99964 1020 ou ainda pelo e-mail: [email protected]

Pastorais, da paróquia Nossa Senhora da Piedade Júlio de Castilhos estarão presentes no evento Ordenação Episcopal do Monsenhor Bertilo João Morsch 

Biografia

Último de sete irmãos, Bertilo João Morsch nasceu em Sobradinho (RS) no dia 7 de novembro de 1964. Em 1978 ingressou no Seminário São José em Santa Maria (RS). Cursou Filosofia e Teologia no Instituto de Filosofia e Teologia de Santa Maria (IFITESMA) de 1982 a 1986. Possui Mestrado em Direito Canônico pela Universidade Lateranense, de Roma, com estudos realizados de 2001 a 2003. Foi ordenado presbítero, em 7 de janeiro de 1989, por Dom José Ivo Lorscheiter, na capela São Miguel de Pitingal, na paróquia Nossa Senhora dos Navegantes, em Sobradinho (RS). Exerceu as funções de Vigário Paroquial em Júlio de Castilhos (RS), na paróquia Nossa Senhora da Piedade, de 1989 a 1990; Vigário Paroquial em São Pedro do Sul (RS), na paróquia São Pedro Apóstolo, de 1991 a 1993; Pároco em São Pedro do Sul (RS), de 1994 a 2000; Pároco e Reitor do santuário Basílica Nossa Senhora Medianeira em Santa Maria, de dezembro de 2003 a abril de 2013; Diretor Espiritual no Seminário Maior Nossa Senhora Mãe do Redentor em Santa Maria, de 2005 a 2006; Referencial da Câmara Eclesiástica de Santa Maria junto ao Tribunal Eclesiástico, de 2006 a 2010. Também foi professor de Direito Canônico e Pastoral Fundamental na Faculdade Palotina (FAPAS), de 2005 a 2022; Pároco da paróquia da Ressurreição e Reitor do Seminário Maior São João Maria Vianney em Santa Maria, de abril de 2013 a 2021; Vigário Geral e Pároco da Catedral Nossa Senhora Imaculada Conceição de Santa Maria em 2022. O Papa Francisco nomeou em 17 de maio, o padre Bertilo João Morsch como bispo titular de “Bagavaliana” e auxiliar na Arquidiocese de Porto Alegre (RS)

Brasão Episcopal

O chapéu da dignidade episcopal tem doze borlas verdes e é símbolo de Cristo cabeça da Igreja e dos doze apóstolos, a cuja missão o bispo encontra-se intimamente associado. A cruz pastoral dourada indica que o ministério do bispo existe em referência ao ministério pastoral de Jesus e em continuidade com o mesmo. O rubi no centro da cruz pastoral lembra o fogo do Espírito Santo, bem como o sangue dos mártires e de Nosso Senhor Jesus Cristo, o Cordeiro imolado (Jo 1,29.36; Ap 5,6). Também lembra o amor, o ardor missionário e o serviço ao próximo. Em formato de cálice, o escudo simboliza a comunhão com a Igreja. O azul faz referência à Nossa Senhora Medianeira, devoção pessoal do prelado. A Cruz dourada no centro com setas apontando para quatro direções é a tradução do lema: Propter Evangelium, por causa do Evangelho, indica que é preciso ir ao encontro de todos, para que conheçam a salvação em Jesus Cristo. A flor-de-lis recorda tanto a Igreja de Santa Maria de onde o bispo é originário, quanto a Mãe de Deus, padroeira da Arquidiocese de Porto Alegre, onde é chamado a cooperar como sucessor dos apóstolos

Serviço:

Missa de Ordenação Episcopal do Monsenhor Bertilo João Morsch

Data: 6 de agosto de 2022

Horário: 10h

Local: Basílica da Medianeira

Fonte e foto Assessoria de Comunicação Arquidiocese Santa Maria