Licitação de estações e agências rodoviárias atenderão 200 municípios no RS


Até o fim de 2019, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) – autarquia vinculada à Secretaria de Logística e Transportes – lançará 200 editais de licitação de estações e agências rodoviárias do interior gaúcho. A iniciativa está entre as prioridades do Mapa Estratégico do governo do Estado para a qualificação da infraestrutura de transportes do Rio Grande do Sul.

De acordo com o secretário Juvir Costella, as primeiras licitações foram abertas no fim do mês passado, com a publicação dos editais para estações rodoviárias em cinco municípios: Taquara, Arroio do Meio, Arroio Grande, Rio Pardo e São Jerônimo. “Já temos uma empresa habilitada para assumir a concessão em Arroio do Meio, e as demais concorrências terão as propostas conhecidas ainda em junho”, explica. “Estamos dando um passo importante para melhorar o sistema intermunicipal, que atende cerca de 50 milhões de passageiros.”

No total, serão licitados 75 contratos de renovação das concessões das rodoviárias. Outros dois editais tratam da reabertura dos terminais de São Jerônimo e Marcelino Ramos. “Com a manutenção da concessão dos terminais rodoviários e a abertura de novos, garantimos que os usuários tenham um local com a estrutura adequada, dentro dos seus municípios, para comprar passagens e despachar encomendas”, ressalta o diretor-geral do DAER, Sívori Sarti.

Em municípios que não serão contemplados com estações, a autarquia abrirá 113 agências rodoviárias. Elas funcionarão em estabelecimentos comerciais – como lojas, lotéricas ou farmácias – e oferecerão os serviços de compra de passagens e despacho de encomendas. “As agências possuem um formato enxuto porque compartilha o espaço com outro negócio”, detalha o diretor de Transportes Rodoviários do Departamento, Lauro Hagemann. “Essa foi a maneira que encontramos para levar o sistema de venda de passagens ao maior número de municípios gaúchos”.

Assim que a contratação for concluída, as empresas vencedoras terão 60 dias para iniciar os trabalhos. As concessões são válidas por 25 anos.

Júlio de Castilhos, está na relação de cidades que terá licitação segundo o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER), com a agência rodoviária de Val de Serra.

Texto: Circe Precht – Edição: Júlio Cunha Neto – Ascom Selt Edição Alcir61 Foto arquivo “Google” Ilustrativa Val de Serra