Educadores estaduais de Santa Maria e região aprovam suspensão da greve


Os educadores estaduais de Santa Maria e região aprovaram a suspensão da greve iniciada no dia 5 de setembro. A decisão foi tomada durante Assembleia Regional realizada na tarde da ultima quarta-feira (6), no Instituto Estadual de Educação Olavo Bilac.

Agora, a proposta será levada para a Assembleia Geral do CPERS, sexta-feira (8), às 13h30min, no Ginásio Gigantinho, em Porto Alegre. Ou seja, a greve só termina após decisão da Assembleia Geral.

A greve na região Central do Estado tem se mantido forte desde o seu início, sobretudo, em Santa Maria com as maiores escolas paralisadas. Porém, em nível estadual a realidade é diferente, já que o movimento não se sustentou em diversos Núcleos do CPERS.

“A categoria realizou uma leitura do movimento além de sua própria construção. A conjuntura estadual afeta muito a gente”, explica o diretor-geral do 2º Núcleo do CPERS/Sindicato, Rafael Torres, ao analisar a proposta aprovada pelos educadores.

A paralisação da categoria, iniciada em 25 de setembro, atingiu pelo menos sete escolas de forma total ou parcial em Júlio de Castilhos.

Em Júlio de Castilhos,  os docentes decidiram pelo encerramento da greve no final do mês de novembro e os alunos retornaram normalmente às salas de aula na segunda-feira, dia 4 de dezembro.

A categoria reivindica o fim do atraso dos salários, incluindo o pagamento em dia do 13º. Contudo, o governo do Estado se recusa a negociar com os grevistas.

Informações e foto por Maiquel Rosauro, Jornalista (MTB/RS 13334) Assessor de imprensa