Demanda aumenta e estoques caem: doação de sangue é ainda mais importante no final do ano


Os baixos estoques de sangue registrados ao longo de todo o ano são uma realidade difícil com a qual os hemocentros precisam lidar. Mas com as festas e férias de final de ano a situação fica ainda pior. Em uma tentativa de amenizar a situação, em 25 de novembro o Brasil celebra o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. No entanto, as campanhas para incentivar a doação não têm tido a adesão vista em anos anteriores. 

De acordo com a assistente social Gesiane Ferreira Almansa, responsável pelo Setor de Captação do Hemocentro do Estado do Rio Grande do Sul (Hemorgs), 2022 tem surpreendido negativamente pois as doações, neste período em que a demanda costuma crescer, estão ainda mais abaixo do que o esperado.

— Os hospitais seguem buscando fazer os atendimentos dos pacientes e eles precisam dos hemocomponentes. Inclusive nesse pós pandemia as instituições receberam incentivos para retomar as cirurgias eletivas, mas para que eles consigam realizar esse processo a gente precisa de doadores aqui no hemocentro — explica Gesiane.

Todos os procedimentos cirúrgicos, mesmo que sejam considerados de baixa complexidade, precisam da garantia de reserva de sangue para serem realizados. Portanto, quando os estoques caem, os procedimentos são diretamente afetados. 

Segundo Gesiane, o Hemorgs precisa, em média, de 1,6 mil bolsas de sangue por mês. Em 2022 essa meta foi batida apenas uma vez, em junho. 

O grande problema da falta de estoque de sangue é que ele é um elemento que não tem substituto. Somente através da doação voluntária é possível obter esse tecido vivo para ajudar no tratamento de outras pessoas. Uma única bolsa de sangue pode beneficiar até quatro pacientes já que ela é fracionada em quatro hemocomponentes: concentrado de hemácias, plasma, plaquetas e crioprecipitado. 

— Nós costumamos dizer que uma doação salva mais que quatro vidas. Se nós pensarmos que vinculadas a cada um desses pacientes existe uma família, uma rede de amigos nós podemos multiplicar esse número de pessoas alcançadas com uma simples doação — salienta a assistente social. 

Mitos prejudicam

Alguns mitos podem acabar afugentando os doadores, entre eles a dor para retirar o sangue e até a possibilidade de engordar ou emagrecer com a doação. Em relação a dor, Gesiane reforça que a pessoa sente só a picada da agulha como se estivesse fazendo qualquer exame de sangue. Também não há interferência nenhuma no peso do doador. O volume de líquido retirado é reposto pelo corpo em 24 horas. 

Uma pessoa adulta tem em média cinco litros de sangue e em uma doação são coletados no máximo 450ml, cerca de 10% do total. O tempo gasto do momento do cadastro até o final da coleta é de menos de uma hora normalmente. A etapa da coleta de sangue, especificamente, dura no máximo 12 minutos.  

— É uma responsabilidade de todos nós poder nos colocarmos no lugar do próximo. Sem contar que nós fazemos esse movimento de empatia, nós nos tornamos seres humanos melhores e isso faz  com que a nossa sociedade seja um ambiente melhor de se viver — reforça Gesiane. 

Para incentivar a doação de sangue, até o dia 30 de novembro as corridas feitas pelo aplicativo de transporte  99 com ponto de partida ou chegada no hemocentro do Estado terão um desconto de até R$ 30. Para isso, basta usar o cupom “HEMORGS99”. 

Quais os requisitos para doar sangue?

  • Ter bom estado de saúde

  • Ter entre 16 e 69 anos. Menores de 18 anos precisam de consentimento formal do responsável legal

  • Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já tiverem feito isso antes dos 60

  • Apresentar documento de identificação com foto 

  • Pesar no mínimo 50 kg

  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas

  • Estar alimentado. Evitar alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação de sangue. Caso seja após o almoço, aguardar duas horas

  • Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores

  • Não ter fumado pelo menos duas horas antes 

Qual o intervalo entre as doações?

  • O intervalo de doação para homens é de dois meses, podendo doar no máximo quatro vezes por ano. Para as mulheres o intervalo é de três meses, podendo realizar no máximo três doações no período de 12 meses.

O que devo fazer após a doação? 

  • Não fumar por no mínimo duas horas

  • Nas 12 horas após a doação, não praticar exercícios físicos e atividades perigosas, como subir em locais altos ou dirigir caminhão, ônibus em rodovias, etc

  • Permanecer no serviço hemoterápico após a doação por 15 minutos

  • Não carregar peso ou dobrar o braço em que foi realizada a punção no dia da doação, para evitar sangramentos e hematomas

  • Retirar o curativo quatro horas após a doação

Onde fazer a doação ?

Hemocentro do Estado do Rio Grande do Sul

  • Endereço: Av. Bento Gonçalves, 3722 – Porto Alegre

  • O agendamento para a doação pode ser feito pelo WhatsApp: (51) 98405-4260 ou pelo site do banco de sangue

  • Horário de funcionamento – para doação de sangue: segunda a sexta feira, das 8h às 16h. Para cadastro de doador de medula óssea: segunda a sexta feira, das 8h às 16h

  • Dúvidas pelo telefone (51) 3336-6755 ou pelo email [email protected]

Hospital de Clínicas de Porto Alegre

  • Endereço: Rua São Manoel, 543 – Porto Alegre

  • O agendamento pode ser feito pelo site do banco de sangue 

  • Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, preferencialmente para moradores da Capital e Região Metropolitana. Aos sábados, das 8h às 12h, limitado a 80 doadores

  • Dúvidas pelo telefone (51) 3359.8504

Hospital Nossa Senhora da Conceição

  • Endereço: Av. Francisco Trein, 596 – Porto Alegre

  • Horário de funcionamento: para doação de sangue: de segunda a sexta, das 7h30min às 17h, e sábados, das 7h30min às 12h (aos sábados, com distribuição de 60 atendimentos, por ordem de chegada); para cadastro de doador de medula óssea: às terças e quintas, das 9h às 11h e das 14h às 16h

  • Dúvidas pelo WhatsApp (51) 3357-2139

Hospital São Lucas da PUCRS

  • Endereço: Av. Ipiranga, 6690 – Porto Alegre

  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 16h, e aos sábados, das 7h30min às 12h30min

  • Dúvidas pelo telefone (51) 3320-3455 ou pelo WhatsApp (51) 98503-9958

Hospital Santa Casa de Misericórdia 

  • Endereço: Av. Independência, 75 – Porto Alegre

  • O agendamento pode ser feito pelo site do banco de sangue 

  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 7h30min às 17h30min e sábado, das 7h30min às 12h

  • Dúvidas pelo telefone (51) 3214.8025 ou pelo e-mail [email protected]

Hemocentro Regional de Alegrete

  • Endereço: Rua General Sampaio, 10 – Vila Nova

  • Horário de funcionamento – para doação de sangue: segunda, terça, quinta e sexta, das 7h30min às 14h30min, e na quarta, das 8h às 14h. Para cadastro de doador de medula óssea: segunda, terça, quinta e sexta, das 7h30min às 14h30min, e na quarta, das 8h às 14h

  • Dúvidas pelo telefone (55) 3426.4127 ou pelo e-mail he[email protected]

Hemocentro Regional de Caxias do Sul

  • Endereço: Rua Ernesto Alves, 2260 – Centro

  • Horário de funcionamento – para doação de sangue: de segunda a sexta, das 8h30min às 17h, e sábado, das 8h às 12h. Para cadastro de doador de medula óssea: de segunda a sexta, das 8h30min às 17h

  • Dúvidas pelos telefones (54) 3290.4536 / 3290.4543 ou pelo e-mail [email protected]

Hemocentro Regional de Cruz Alta

  • Endereço: Rua Barão do Rio Branco, 1445 – Centro 

  • Horário de funcionamento – para doação de sangue: de segunda a sexta, das 7h30min às 11h30min; Para cadastro de doador de medula óssea: de segunda a sexta, das 7h30min às 11h30min

  • Dúvidas pelo telefone (55) 3326.3168 ou pelo email [email protected]

Hemocentro Regional de Passo Fundo

  • Endereço: Av. Sete de Setembro, 1055 – Centro 

  • Horário de funcionamento – para doação de sangue: de segunda a sexta, das 8h às 14h30min, sob agendamento prévio. Para cadastro de doador de medula óssea: de segunda a sexta, das 8h às 14h30min sob  agendamento prévio

  • Dúvidas pelos telefones (54) 3311.5555 e (54) 3311.1427 ou pelos e-mails [email protected] e [email protected]

Hemocentro Regional de Pelotas

  • Endereço:  Av. Bento Gonçalves, 4569 – Centro

  • Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 8h às 17h30min

  • Dúvidas pelo telefone (53) 3222.3002 ou pelo e-mail [email protected]

Hemocentro Regional de Santa Maria

  • Endereço: Alameda Santiago do Chile, 35 – Nossa Sra. das Dores

  • Horário de funcionamento – para doação de sangue: de segunda a sexta das 8h às 14h e sempre no terceiro sábado do mês das 8h às 12h. Para cadastro de doador de medula óssea: de segunda a sexta das 8h às 14h e sempre no terceiro sábado do mês das 8h às 12h

  • Dúvidas pelos telefones (55) 3221.5262 e (55) 3221.5192 ou pelo e-mail [email protected]

Hemocentro Regional de Santa Rosa

  • Endereço: Rua Boa Vista, 401 – Centro

  • Horário de funcionamento – para doação de sangue: de segunda a quinta, das 7h30min às 11h e das 13h30min às 17h. Para cadastro de doador de medula óssea: de segunda a quinta, das 7h30min às 11h e das 13h30min às 17h

  • Dúvidas pelo telefone (55) 3513-5140 ou pelo e-mail [email protected]

Fonte  GZH, Produção: Rochane Carvalho