Com gols de Bitello e Luis Suárez, Grêmio estreia no Gauchão com vitória diante do Caxias. Tricolor saiu atrás no placar, mas buscou a virada


A busca do Grêmio pelo hexacampeonato gaúcho iniciou com vitória. Neste sábado, 21, em jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Estadual, o Tricolor venceu o Caxias, de virada, no Estádio Centenário pelo placar de 2 a 1. Os gols foram anotados por Bitello, no primeiro tempo, e Luis Suárez, na segunda etapa. O Caxias abriu o placar com Peninha.  

Na escalação, em relação a última partida, quando conquistou o tetra da Recopa Gaúcha, Renato Portaluppi optou por manter o mesmo esquema de jogo, mas com uma mudança: Felipe Carballo na vaga de Villasanti.  

Dentro de campo, logo nos primeiros segundos de partida, a equipe gremista pressionou os adversários e partiu para o ataque. Com um minuto jogado, Campaz cruzou na área, buscando Luis Suárez, mas o goleiro Bruno conseguiu afastar.  

Enquanto o Grêmio trocava passes e tentava furar a defesa do Caxias, os donos da casa também tentavam assustar o Tricolor, que não conseguiu bloquear a tentativa adversária aos nove minutos. Peninha saiu cara a cara com Brenno e furou a defesa gremista, abrindo o placar. 

O Grêmio seguiu com a mesma postura: troca de passes e posse de bola para chegar ao gol. Aos 14’, foi a vez de Bitello avançar pela direita, para dentro da pequena área. O camisa 39 chutou, mas a tentativa foi para fora.  

O ponteiro passava e o Tricolor tinha a bola do jogo e permanecia na área do Caxias, mas a marcação da equipe da serra dificultava as ações tricolores.  

Toda insistência surtiu efeito aos 26’, para delírio dos milhares de gremistas presentes. Primeiro, Ferreira acionou Luis Suárez, que apenas tocou na saída do goleiro, que defendeu. Na sobra, Bitello empurrou a bola para o fundo das redes, empatando a partida. 

A equipe de Renato Portaluppi queria a vitória. Após marcar o gol, o Tricolor seguiu tomando conta da partida, colocando pressão no Caxias. Com 33’ jogados, por pouco, Bitello não marcou. O meia recebeu nas costas da defesa e tentou o segundo dele na partida por cobertura, mas o zagueiro adversário estava lá para tirar a chance em cima da linha.  

Era um ataque após o outro. Aos 39’, Bitello acionou Luis Suárez, que recebeu de frente para o gol, girou e tentou o chute, que acabou desviando no adversário. Nos minutos finais, poucas finalizações aconteceram.  

A segunda etapa iniciou sem mudanças na equipe do Grêmio. 

Assim como no início do primeiro tempo, a partida seguiu movimentada, com as duas equipes tocando a bola com o objetivo de chegar ao ataque.  

O ponteiro passava dos oito, quando Brenno precisou realizar uma grande defesa. Peninha driblou a defesa gremista e chutou forte da entrada da grande área, fazendo o arqueiro tricolor espalmar a bola. Na sequência, em cobrança de falta, Marcelo cobrou direto e obrigou Brenno a trabalhar mais uma vez. 

Após os 10’, o jogo passou a ficar mais truncado, sem grandes chances de gol. Para tentar a vitória, Renato Portaluppi promoveu as primeiras trocas aos 23’. Diogo Barbosa, Gustavinho e Everton Galdino entraram nas vagas de Reinaldo, Carballo e Campaz. 

Com 26’ jogados, o estreante Everton Galdino recebeu e, de fora da grande área, tentou o chute direto. A bola acabou subindo demais e foi por cima da meta adversária.  

Após as trocas, o Grêmio tocava mais a bola e chegava ao ataque. Não deu outra, o Caxias deu espaço para o camisa 9 tricolor, que, após receber passe de Diogo Barbosa, fez o que sabe: fuzilou a rede da equipe da serra e virou a partida. 

O Caxias, atuando em casa, assustou logo depois. Eron, dentro da grande área, bateu forte, mas o arqueiro Brenno estava atendo e espalmou o chute.  

O ponteiro passava dos 38’, quando Renato Portaluppi realizou as últimas trocas na equipe. Ferreira e Luis Suárez saíram para as entradas de Thiago Santos e Thaciano. 

Um minuto após as modificações, o Tricolor teve um pênalti a seu favor, depois de Bitello ser derrubado na área. O estreante da tarde, Everton Galdino, pegou a bola, bateu, mas o goleiro Bruno defendeu. 

O Grêmio seguiu pressionando e, aos 45’, foi a vez de Thaciano tentar fuzilar a rede adversária, mas novamente o arqueiro do Caxias realizou uma grande defesa. 

O Tricolor manteve a postura e não deixou o Caxias chegar na área, até o minuto final.  

Final de jogo: Grêmio 2 x 1 Caxias 

Fonte Grêmio FBPA  Fotos: Lucas Uebel / Grêmio FBPA