Correios tem paralisação parcial na região: J.Castilhos tem 3 carteiros

A greve por tempo indeterminado, deflagrada pela Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), também traz reflexos para os serviços prestados pelos correios em Santa Maria. Na manhã desta segunda-feira (12), as atividades no maior município do Centro do Estado, a paralisação é parcial. Ao todo, 15 profissionais – … Leia Mais






Inter perde para o Brasil em Pelotas. O gol do jogo foi marcado por Itaqui, aos 39min do primeiro tempo.


O Internacional foi derrotado pelo Brasil, de Pelotas, na tarde deste domingo, por 1 a 0, em Pelotas. O gol do jogo foi marcado por Itaqui, aos 39min do primeiro tempo. O Inter ficou com um jogador a menos aos 33min do primeiro tempo, quando o juiz Roger Goulart se equivocou ao aplicar o segundo cartão amarelo no lateral Ruan, em lance de falta normal. Com o resultado, o Inter finalizou a quinta rodada do Gauchão com três vitórias e duas derrota, permanecendo na terceira colocação. A equipe volta a campo quinta-feira, diante do São José, no Beira-Rio.

Equipe com mudanças
O Inter foi a campo com uma equipe alternativa em função do grupo ainda estar em período de aprimoramento físico. Com isso, o técnico Odair escalou apenas Iago e Rodrigo Dourado do time que havia conseguido a classificação na Copa do Brasil, na última quarta, em Cascavel. A equipe começou com Marcelo Lomba; Ruan, Danilo Silva, Thales e Iago; Rodrigo Dourado, Charles, Marcinho, Patrick e Camilo; Roger.

Uma chance para cada lado
O Brasil de Pelotas começou forte. Aos 30 segundos, Éder Sciola recebeu cruzamento na área e acertou chute para boa defesa de Marcelo Lomba. Aos poucos, o Inter impôs sua marcação no meio e começou a sair em contra-ataques rápidos puxados por Patrick, pelo corredor esquerdo, e Marcinho, pela direita. A marcação dos dois times não deixava muitos espaços de criação, e as oportunidades de gol rareavam nos primeiros minutos. Mas aos 19, o Inter quase chegou lá. Patrick foi à linha de fundo e cruzou para Roger, que arrematou de pé direito para defesa salvadora de Pitol, em lance muito parecido com a primeira chegada do time pelotense.

Arbitragem se atrapalha contra o Inter
Aos 33min, o juiz Roger Goulart desequilibrou a partida. Ruan fez falta normal no meio-campo, e o árbitro lhe apresentou o segundo cartão amarelo, deixando o Inter com um jogador a menos. Para recompor o lado direito da defesa, Iago passou para a direita e Patrick foi pra esquerda. Aos 39min, Itaqui pegou sobra na entrada da área e chutou, a bola desviou na zaga e entrou. Brasil-Pel 1 a 0. No restante da etapa, pouca coisa aconteceu. Quando o juiz encerrou o primeiro tempo, os jogadores colorados reclamaram da expulsão equivocada do lateral Ruan. E Pottker, que estava no banco, recebeu amarelo.

Mudança no intervalo
No intervalo, o técnico Odair Hellmann sacou Camilo para colocar Cláudio Winck e recompor o lado direito da defesa, voltando Iago pra lateral-esquerda. Mesmo com um jogador a menos, o time colorado voltou buscando o ataque, enquanto a equipe pelotense se posicionava na defesa e buscava os contra-ataques. Aos 3min, Winck cobrou falta para boa defesa de Pitol. Aos 12, em contra-ataque, Toty pegou sobra e concluiu com perigo. Em seguida, saiu Marcinho e entrou Pottker no Inter. Aos 16, Pottker em lance de raça recuperou a bola e tocou para Roger concluir por cima.

Igualdade de jogadores no finalzinho
Aos 19min, Itaqui arriscou da intermediária com muita força, e Lomba fez grande defesa. Aos 29, Pottker recebeu na área e cruzou para Roger, mas Pitol defendeu. Aos 31, a última modificação colorada: entrou o meia Juan Alano e saiu Roger. Aos 40, Leandro Leite pegou rebote na área e concluiu, a bola desviou na defesa e foi na rede pelo lado de fora. Aos 44, Charles foi derrubado por Lendro Camilo, que recebeu o cartão vermelho, deixando os dois times em igualdade de jogadores novamente. Nos últimos minutos, o Inter tentou pressionar, mas a defesa do Brasil conseguiu evitar o gol de empate.

Ficha técnica:

Brasil-Pel (1): Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Bruno Collaço; Leandro Leite, Itaqui (Sousa), Toty, Deyvid Sacconi (Luiz Henrique) e Calyson; Luiz Eduardo (Robério). Técnico: Clemer.

Internacional (0): Marcelo Lomba; Ruan, Danilo Silva, Thales e Iago; Rodrigo Dourado, Charles, Marcinho (William Pottker), Patrick e Camilo (Cláudio Winck); Roger (Juan Alano). Técnico: Odair Hellmann.

Gol: Itaqui (B), aos 39min do primeiro tempo.

Cartões amarelos: Ruan, Marcinho, Pottker, Daniel, Charles, Cláudio Winck (I), Heverton, Deyvid Sacconi, Leandro Camilo, Éder Sciola, Itaqui (B)

Expulsões: Ruan (I), Leandro Camilo.

Arbitragem: Roger Goulart, auxiliado por Alduino Mocelin e Michael Stanislau.

Local: Estádio Bento Fretas, em Pelotas



Inter estreia com vitória no Gauchão 2018. Com um gol de William Pottker, o Colorado bateu o Veranópolis por 1 a 0


O Internacional arrancou com a vitória na temporada 2018! Com um gol de William Pottker, o Colorado bateu o Veranópolis por 1 a 0 na noite desta quinta-feira, no Beira-Rio, na partida de estreia no Gauchão. O próximo jogo no campeonato estadual é contra o Novo Hamburgo, no Estádio do Vale, domingo (21/1), às 17h. Em casa, o Inter volta a atuar no dia 27 de janeiro diante do Avenida.

Escalação com novidade na lateral direita

O time que iniciou o primeiro jogo oficial de 2018 foi praticamente o mesmo testado por Odair Hellmann ao longo da pré-temporada. A única mudança foi a presença de Cláudio Winck na lateral direita, uma vez que Dudu sentiu um desconforto muscular e foi vetado pelo departamento médico. O Colorado começou com: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Klaus, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, William Pottker, D’Alessandro e Camilo; Leandro Damião.

Igualdade nos primeiros 45 minutos

O primeiro tempo foi equilibrado. O Inter teve mais posse de bola, mas encontrou dificuldades em concluir em gol devido à eficiente marcação imposta pelo Veranópolis a partir da sua intermediária defensiva. O time da Serra, por sua vez, tentou surpreender nos contra-ataques, como aos 18min, quando Juba fez lançamento para Wesley, mas Danilo Fernandes abandonou a meta para afastar o perigo com um chutão. O Colorado conseguiu finalizar aos 38min – Cláudio Winck cruzou rasteiro e Camilo chutou por cima do gol.

Pottker invade a área e faz 1 a 0 

O segundo tempo não poderia começar melhor. Aos 3min, em rápida escapada, Rodrigo Dourado tabelou com Camilo e acionou William Pottker. O atacante entrou na área e chutou com qualidade, na saída do goleiro, para abrir o placar. Foi 11º gol de Pottker em 33 jogos com a camisa do Clube do Povo.

Inter energizado no ataque

O Veranópolis criou boa chance aos 7min, em cabeceio de Léo D’Agostini que passou próximo à trave direita. Porém, o Inter voltou reanimado para o segundo tempo, com mais intensidade e objetividade no plano ofensivo. Aos 9min, Cláudio Winck bateu cruzado e Leandro Damião, da pequena área, por pouco não conseguiu desviar a bola para o gol.

Aos 14min, Pottker encontrou Damião no interior do área, o centroavante se livrou da marcação, chutou e só não ampliou o escore porque o zagueiro fez o corte praticamente em cima da linha do gol. Pouco depois, Damião disparou uma bomba da entrada da área, mas a bola ganhou muita elevação. Aos 24min, Iago – que havia entrado ainda no primeiro tempo no lugar de Uendel – cruzou e D’Alessandro concluiu, de primeira, por cima do travessão. Aos 29min, mais uma oportunidades clara: o volante estreante Gabriel Dias, substituto de Camilo, recebeu lançamento de D’Alessandro e tocou para Damião, que chutou para fora.


Inter começa preparação para estreia no Gauchão. Os comandados do técnico Odair Hellmann fizeram uma atividade tática na segunda


O plantel principal do Internacional iniciou a série de treinos visando a partida de estreia no Campeonato Gaúcho 2018 e dando continuidade à pré-temporada Laghetto. Os comandados do técnico Odair Hellmann fizeram uma atividade tática durante a manhã desta segunda-feira (15/01), no CT do Parque Gigante, com o pensamento já no jogo que será disputado contra o Veranópolis, na quinta-feira (18/01), às 21h, no estádio Beira-Rio, válido pela rodada de abertura do Estadual.

Após uma atividade física inicial, o treinamento desta segunda foi desenvolvido em dois terços de um campos do CT, com ênfase em exercícios táticos para a equipe colorada. O treinador Odair Hellmann repetiu mais uma vez a formação titular: Danilo Fernandes; Dudu, Klaus, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, William Pottker, D’Alessandro e Camilo; Leandro Damião. Trabalhos para aprimorar fundamentos também foram realizados durante o treinamento.

Antes da partida com o Veranópolis, o Inter fará mais dois treinamentos, sendo um na terça (16/01) e outro na quarta (17/01). Após treino da manhã desta segunda, o meio-campista Camilo concedeu entrevista coletiva. O jogador falou sobre a reta final de preparação para os desafios da temporada e também sobre sua participação na equipe.

 


Primeiro reforço oficializado pela diretoria do Soldiers é Luis BeckerRepercussão: Luis Becker é confirmado no Soldiers


O kickoff da temporada 2018 chega com o anúncio do primeiro reforço do exército verde e preto, trata-se de Luis Becker, wide receiver que teve um grande impacto no ataque do Ijuí Drones, sua antiga casa.

Com apenas 20 anos e um ano e meio de futebol americano, Becker anotou 15 touchdowns na última temporada, seis no Campeonato Gaúcho e nove na Copa Sul, segundo o portal FABR Network.  Ele foi o primeiro atleta a pontuar contra a defesa do Soldiers no estadual passado, anotando dois TD’s em apenas um quarto, no confronto entre as equipes no dia 30 de abril, pela quarta rodada da fase de grupos.

Atleta desde cedo, foi através do futebol que Becker conheceu o futebol americano. Entre os anos de 2013 e 2014, ele jogou nas categorias de base de Juventude e Cerâmica.

“O primeiro contato que tive com futebol americano foi quando o fisioterapeuta do clube onde eu jogava soccer me falou sobre o esporte, tentou me explicar algumas regras. Depois disso, comecei a ver os jogos da NFL e fui fazer o tryout do Drones” – relatou.

18209085_1367776893310542_6127669182410387260_o.jpgBecker saúda a torcida após seu segundo TD em Santa Maria (Foto: Jonas Freitas/Radar Esportivo)

REPERCUSSÃO

Em entrevista ao Diário de Santa Maria, Becker afirmou que a chance de jogar a BFA foi que lhe fez aceitar a proposta do Soldiers.

“Havia esse interesse das duas partes. Ninguém vive do futebol americano no país, mas a chance de jogar a BFA (Campeonato Brasileiro), no nível em que se encontra o Soldiers, foi o que me seduziu”.

Ao Portal Obertime, o novo soldado do exército verde e preto rechaçou qualquer possibilidade de disputa por passes entre o grupo de recebedores do Soldiers.

“Não podemos chamar de disputa pelos passes. Quem decide é o QB. Não creio que isso seja algo ruim, é um esporte coletivo, então quanto maior o nível do grupo, melhor”!

Além da vitalidade, o jogador não vê problemas na mudança de ares e acredita numa rápida adaptação, como relatou ao Futebol Americano Brasil

“Tem dois modos de se adaptar que funcionam se feitos juntos: treino e estudo. Sem contar o empenho e a dedicação. Então será corrido, mas tenho certeza que vou me adaptar”.

A chegada de Luis Becker ao Soldiers também foi lembrada pelo EsporteSUL.

FICHA TÉCNICA

Nome: Luis Antonio Becker

Idade: 20 anos – 08/04/1997

Altura e peso: 1,76 M – 85kg

Referência dentro do FA: Douglas Elesbão

Highlights

Texto Comunicação (imprensa) Santa Maria Soldiers. Credito da foto Keller Duarte Steglich Rádio Progresso de Ijui (reprodução)