Seleção Brasileira chega a Moscou com novo show do torcedor brasileiro. Até o Canarinho apareceu para a festa


Depois da festa na chegada da Seleção a São Petersburgo, a torcida brasileira voltou a embalar o time no desembarque desta segunda-feira (25) em Moscou, onde o Brasil enfrentará a Sérvia pela classificação para as Oitavas de Final da Copa do Mundo Rússia 2018.

O espetáculo foi ainda maior, a torcida empolgou e os jogadores abraçaram o carnaval verde e amarelo. Bandeiras, fantasias, instrumentos rítmicos e muitas músicas foram o enredo da micareta promovida por centenas de torcedores e apaixonados pela Seleção na chegada ao Hotel Renaissance.

Ao descerem do ônibus, os jogadores fizeram questão de ir tão perto quanto podiam – por conta da estrutura de segurança montada pela FIFA – para saudar os torcedores e agradecer pela festa. 

A delegação também foi recebida pelo Canarinho, que foi o grande destaque nesse desfile de carinho. O mascote cumprimentou jogadores e orquestrou a galera que se reuniu para saudar os brasileiros. 

Em Moscou, a Seleção Brasileira treina nesta terça-feira (26) no Estádio do Spartak, onde enfrentará a Sérvia no dia seguinte. A atividade está marcada para as 17h30 (11h30 de Brasília), com coletiva de imprensa um pouco antes, às 17h.

*Com informações da CBF Direitos reservados/ divulgação Confederação Brasileira de Futebol – CBF

Brasil estreia na Copa do Mundo com empate diante da Suíça. No primeiro jogo do Mundial, Coutinho marca um golaço na Arena Rostov


Começou a Copa do Mundo FIFA 2018 para a Seleção Brasileira! Neste domingo (17), a equipe comandada pelo técnico Tite enfrentou a Suíça, na Arena Rostov, na Rússia, e empatou em 1 a 1. O golaço da Canarinho foi marcado por Philippe Coutinho, que finalizou de fora da área e acertou o ângulo do goleiro suíço.

Com o ponto somado, o Brasil aparece na segunda posição do Grupo E, liderado pela Sérvia, que venceu a Costa Rica por 1 a 0 na manhã deste domingo. O próximo compromisso da Seleção será na sexta-feira (22), às 9h (de Brasília), contra a Costa Rica, em São Petesburgo.

O jogo

O início do Brasil na Copa do Mundo foi como o torcedor gosta de ver: o time pressionando e próximo ao gol a todo instante. A primeira chegada da Canarinho foi aos cinco minutos de jogo, quando Willian avançou pela direita e cruzou bem, mas viu a bola passar por todo mundo e sair. A equipe brasileira foi tocando a bola com paciência, enquanto a Suíça se fechava. Aos 11, uma ótima chance. Após boa jogada pela esquerda com Philippe Coutinho e Neymar, Paulinho recebeu e desviou para o gol, que por muito pouco não foi marcado. Com maior posse de bola e mais criativo, o Brasil chegou perto novamente aos 16 minutos. Coutinho arrancou sem marcação e passou para Gabriel Jesus, que finalizou cruzado e viu Sommer fazer a defesa. Na sequência, aos 19, saiu um golaço! Marcelo cruzou, a zaga adversária cortou, mas a bola sobrou para Coutinho, de fora da área, acertar a gaveta do goleiro suíço: 1 a 0. O Brasil ficou perto de ampliar os 32, quando Neymar cobrou escanteio, e Jesus cabeceou muito perto do gol suíço. Atrás no marcador, a Suíça arriscava em cruzamentos para a área, como no de Ricardo Rodríguez, bem cortado de cabeça por Miranda. Já nos acréscimos, a grande chance foi com Thiago Silva. Novamente Neymar cobrou escanteio com capricho, e o zagueiro cabeceou no meio da área, vendo a bola passar com muito perigo sobre a meta de Sommer.

Na volta do intervalo, a Suíça seguiu apostando nas bolas aéreas e conseguiu o empate aos quatro minutos. Após cobrança de escanteio, Zuber empurrou Miranda na pequena área e cabeceou para o gol: 1 a 1. Buscando a vantagem novamente, o Brasil quase marcou os 11 minutos. Após dois chutes de Coutinho, a bola desviou na zaga adversária e sobrou para Neymar, que finalizou bem, mas por fora das redes. A outra boa chance foi aos 24. Neymar levantou a bola na área para Coutinho, que dominou no peito, se livrou do marcador e viu a finalização passar rente à trave. O Brasil seguiu trocando passes e com maior posse de bola. Aos 27, Renato Augusto lançou na área, Gabriel Jesus girou sobre a zaga e foi ao chão, mas o árbitro mandou seguir o jogo. Depois, aos 32, Neymar finalizou da entrada da área, e Sommer defendeu. A Seleção seguiu ofensiva, principalmente após a entrada de Roberto Firmino. Aos 36 minutos, o camisa 20 foi lançado na área e soltou uma bomba em direção ao gol suíço, mas a bola saiu por cima da meta. Na sequência, aos 42, Neymar surpreendeu ao cabecear firme após cruzamento de Willian, mas Sommer fez a defesa. Sem desistir, o Brasil insistiu e quase fez nos minutos finais da partida. Aos 45, Neymar cobrou falta da ponta esquerda, e Firmino cabeceou com perigo, mas foi parado no goleiro suíço. No lance seguinte, após escanteio, Miranda ficou com a sobra na entrada da área e chutou bem, mas a bola passou pela lateral.  E, até o minuto final, a Canarinho permaneceu no ataque. Aos 50 minutos, Neymar levantou, a bola sobrou para Renato Augusto, que ficou cara a cara com o goleiro suíço e soltou uma bomba, mas travou na zaga e não conseguiu marcar.

Brasil: Alisson, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro (Fernandinho), Paulinho (Renato Augusto) e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus (Roberto Firmino).

*Com informações da CBF Direitos reservados/ divulgação Confederação Brasileira de Futebol – CBF


Inter goleia Chapecoense no Gigante e sobe na tabela. Inter conquistou importante vitória diante do seu torcedor


Com boa atuação no Beira-Rio, o Internacional venceu a Chapecoense por 3 a 0 na noite desta segunda-feira, em jogo válido pela sexta rodada do Brasileirão. Lucca abriu o placar no primeiro tempo e Rodrigo Moledo e Patrick ampliaram na etapa final. O resultado deixa o time colorado com oito pontos, na décima colocação. No próximo domingo (27/5) tem clássico com o Corinthians, às 16h, no Gigante.

D’Ale vetado e Lucca ganha chance

O time que iniciou o duelo teve uma baixa de última hora: D’Alessandro, com uma entorse no tornozelo esquerdo, foi vetado pelo departamento médico. Com isso, Lucca foi a novidade entre os titulares. Recuperado de lesão, Edenilson voltou à equipe e, na lateral direita, Zeca fez sua primeira partida no Beira-Rio. O Colorado começou com: Danilo Fernandes; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado e Edenilson; William Pottker, Patrick e Lucca; Leandro Damião.

Equilíbrio de ações

Quando a bola rolou, o Inter foi fulminante na sua primeira investida. A 1min20seg, Rodrigo Dourado fez lançamento longo para William Pottker, e o atacante iria invadir a área livre de marcação, mas o goleiro Jandrei abandonou a meta e, com os pés, afastou providencialmente o perigo. Aos 7min, a Chapecoense mostrou suas armas, em chute de Guilherme que Danilo Fernandes espalmou para escanteio. Aos 15min, Leandro Damião escorou com o peito e Patrick disparou uma bomba que saiu à direita do gol catarinense. Aos 21min, um susto: Arthur Caike arriscou da entrada da área e bola explodiu na trave esquerda.

Golaço de Lucca!

O Inter abriu o placar aos 38min em uma jogada coletiva. Tudo começou com Leandro Damião buscando, com uma meia-bicicleta, uma bola que estava quase se perdendo pela linha de fundo. Ela sobrou para Edenilson, que acionou Lucca, nas proximidades da área. Com um chute rápido e preciso com a perna direita, o atacante acertou o cantinho direito. Um golaço, o seu primeiro com a camisa do Clube do Povo!

Lucca vibra com seu primeiro gol pelo Inter

Rodrigo Moledo faz 2 a 0

A noite era definitivamente colorada. Aos 15min do segundo tempo, Lucca cobrou falta e Rodrigo Moledo apareceu soberano na área para desviar de cabeça para o fundo do gol. 2 a 0! Foi o primeiro gol do zagueiro no seu retorno ao Inter.

Rodrigo Moledo comemora com a torcida: zagueiro foi decisivo na área adversária

Patrick amplia o placar

Mesmo com a vantagem, o Inter não tirou o pé. Manteve o controle sobre o adversário e seguiu especulando no ataque. Aos 38min, Rossi – que havia entrado no lugar de William Pottker – cruzou na medida para Patrick cabecear por cima de Jandrei. Mais um belo gol!

Aos 44min, em rara tentativa da Chape, Amaral cabeceou e Danilo Fernandes fez grande defesa, evitando o gol de honra dos visitantes. Um minuto depois, Wellington Paulista cabeceou por cima do gol, no último lance da partida.

Ficha técnica:

Internacional (3): Danilo Fernandes; Zeca, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado e Edenilson (Juan Alano); William Pottker (Rossi), Patrick e Lucca; Leandro Damião (Nico López). Técnico: Odair Hellmann.

Chapecoense (0): Jandrei; Apodi, Luiz Otávio, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo e Canteros (Nenén); Guilherme (Bruno Silva), Arthur Caike e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina.

Gols: Lucca (I), aos 38min do primeiro tempo, Rodrigo Moledo (I), aos 15min do segundo tempo, Patrick (I), aos 38min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Bruno Pacheco, Wellington Paulista (C); Víctor Cuesta (I).

Público total: 17.740.
Público pagante: 15.333.
Menores: 900.
Não pagantes: 1.507.
Renda: R$ 480.225,00.

Arbitragem: Flavio Rodrigues de Souza, auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Alex Ang Ribeiro (trio de São Paulo).

Local: Beira-Rio.


Galeria de Fotos: Internautas registram Júlio de Castilhos


                                                          Cannions: Lugar entre Júlio de Castilhos – RS e Pinhal Grande – RS (Eduardo C.A.) 

Edison Thomaz, envia foto que tirou na ultima semana (Maio 2018) do por do sol na entrada da cidade de Júlio de Castilhos, na região central do RS.

 

Colabore com esta pagina mande sua foto p/ [email protected] ou inbox Facebook 


É de Eldorado do Sul é a Miss RS 2018. Sancler Frantz de Arroio do Tigre ficou em 3º lugar


A representante da cidade de Eldorado do Sul foi escolhida a Miss Rio Grande do Sul 2018 nesta sexta-feira (27). Leonora Weimer tem 24 anos, 1m73cm de altura, é formada em Administração e tem pós-graduação em Engenharia de Produção e Serviços. Em 2011, ela venceu o Garota Verão. Leonora irá representar o RS no concurso Miss Brasil em 26 de maio.

                                                                      Em 2º lugar ficou a representante de Estrela, Bianca Scheren,

                                                                     em 3º lugar a representante de Arroio do Tigre, Sancler Frantz.

A Miss RS 2017 Juliana Mueller desfilou e passou a coroa para sua sucessora. O concurso de beleza foi realizado em formato de reality show, com eliminações a cada etapa. No programa final, o top 5foi formado pelas misses representantes de Tramandaí, Eldorado do Sul, Estrela, Arroio do Tigre e Minas do Leão.

Texto Redação Rádio Sobradinho AM fotos reprodução redes sociais divulgação