Grêmio vence o Athletico-PR na Arena e conquista vaga na Libertadores. Com gol de Thaciano, o Tricolor venceu a equipe paranaense por 1 a 0

O  Grêmio enfrentou na noite deste domingo, o Athletico-PR, em jogo válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com gol de Thaciano, o Tricolor venceu a equipe paranaense por 1 a 0 e garantiu a vaga na Copa Libertadores.  A etapa inicial foi equilibrada, com ambas as equipes buscando o campo de ataque, mas nenhuma conseguiu efetividade. Mas … Leia Mais




Grêmio é superado pelo São Paulo na Arena. Tricolor acabou derrotado por 2 a 1 pela equipe paulista. Com o resultado, permanece na sétima posição,

A noite deste domingo foi de Grêmio em campo na Arena, para enfrentar o São Paulo, em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor acabou superado pelo placar de 2 a 1 e não soma na competição, permanecendo na sétima posição, com 56 pontos.  A etapa inicial foi movimentada, com oportunidades de ataque para ambas as equipes, mas … Leia Mais


Internacional vence em São Januário e segue no topo do Brasil! Dourado, na etapa inicial, e Galhardo, aos 50 do segundo tempo, marcaram na vitória do Inter.


SEGUE O INTER! O Clube do Povo superou o Vasco, em São Januário, por 2 a 0. Dourado, cedo na etapa inicial, e Galhardo, aos 50 do segundo tempo, marcaram na vitória do Inter. Disputada a partir das 16h deste domingo (14/02), a partida integrou a 36ª rodada do Nacional.

O Clube do Povo volta a campo no próximo domingo (21/02), às 16h, no Maracanã. Diante do Flamengo, os comandados de Abel Braga disputam a penúltima rodada do Brasileirão. O duelo envolve líder, Inter, com 69 pontos, e vice, dono de 68.


> Controle na etapa inicial

Ignorando o mando de campo adversário, o Inter tomou as rédeas nos primeiros movimentos da partida. Intenso no campo de ataque, o Clube do Povo apertou a saída de bola rival e construiu veloz movimentação na linha de frente. Aos 9, quando Fernando Miguel já somava duas grandes defesas, Dourado foi soberano na área carioca e, no contrapé do arqueiro, testou forte, colocando o Inter na frente.

À frente no marcador, o Inter passou a dosar o ritmo da partida. Alternando entre momentos de maior presença ofensiva e outros de retaguarda mais bem postada, o Clube do Povo construiu boas escapadas, por pouco não consagradas em bola na rede adversária. Do outro lado, o Vasco apostava em bolas alçadas na área colorada, mas não conseguiu finalizar na meta alvirrubra.


Protagonismo da arbitragem

A etapa final contou com critérios bastante duvidosos de parte da arbitragem. Apresentando excessivo rigor contra o Clube do Povo, o homem do apito assinalou pênalti muito polêmico para o Vasco, aos 30. A falta, verdade seja dita, ocorreu durante contexto de pressão dos locais, que martelavam em busca do empate.

Responsável pela cobrança, Cano desperdiçou. O Inter, consciente de que não restava tempo a perder, entendeu o recado e voltou a pressionar. Nos acréscimos, Peglow e Galhardo colocaram Fernando Miguel para trabalhar. Logo depois, aos 50, o artilheiro do Brasileirão tabelou com a joia do Celeiro e, de canhota, mandou no canto. Vitória de 2 a 0 garantida, bem como a liderança do país.


Melhores momentos – primeiro tempo

3min – UUUH! Edenilson intercepta a saída de bola vascaína e lança Caio Vidal nas costas da zaga rival. O camisa 47 desvia, exigindo boa defesa de Fernando Miguel.

5min – MILAAAAAAAAAGRE! Edenilson recebe na entrada da área vascaína e manda o foguete. Ela explode em Praxedes, volta para o camisa oito colorado, e ele estica até Yuri. Atacante solta o pé, e Fernando Miguel salva o Vasco em linda defesa.

6min – PRA FORA! Edenilson cobra escanteio da direita, a zaga afasta parcialmente e, da meia-lua, Mauricio emenda de primeira. Forte, a bola sai tirando tinta.

9min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOL! É DO INTERNACIONAL! É DA ACADEMIA DO POVO! É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! DOURADO, DOURADO, DOURADO MARCA PARA O CLUBE DO POVO! Moisés cobra falta pela esquerda da intermediária de ataque. Na segunda trave, Dourado voa soberano para desviar no contrapé de Fernando Miguel. Inter na frente!

17min – Amarelo! Caio Vidal dispara da esquerda para o centro em altíssima velocidade. O camisa 47 pisa na meia-lua e, a centímetros da grande área, sofre o puxão de Bruno Gomes. Falta e cartão indicados.

23min – SALVA, MIGUEL! Yuri Alberto lançado por Lucas Ribeiro. Pela direita, o camisa 11 invade a área rival e finaliza forte. Fernando espalma em escanteio.

24min – Mauricio recebe amarelo por falta em Benítez.

24min – Parada técnica para reidratação.

26min – Reiniciada a partida.

35min – UH! Inter dispara em veloz contra-ataque pela esquerda. Yuri estica para Moisés, que chega ao fundo e cruza rasteiro. Caio tenta de letra, mas ela desvia na marcação e sai em escanteio.

39min – Pela direita da intermediária de ataque, Vasco cobra falta em dois toques. Benítez levanta na segunda trave mas, forte demais, ela sai em tiro de meta.

44min – Arbitragem apresenta amarelo para Rodinei por falta em Henrique.

45min – Placa sobe indicando seis minutos de acréscimos. Vamos a 51.

49min – Por cima! Moisés cobra lateral na área vascaína. A defesa corta, mas a sobra é de Caio, que emenda forte, de primeira. Ela supera o travessão.

51min – Encerrado o primeiro tempo! Vitória parcial do Clube do Povo.


Segundo tempo

0min – Inter retorna com mudança. Mauricio deixa o campo para a entrada de Rodrigo Lindoso.

13min – UH! Lindoso recebe de Yuri Alberto, conduz para a entrada da área e solta o canudo. Ela sai ao lado do poste de Fernando Miguel.

18min – Muda o Vasco. Entra Juninho, sai Bruno Gomes.

25min – Trocas no Inter. Praxedes por Nonato, Caio por Galhardo.

30min – Alteração também no Vasco. Neto Borges por Henrique.

31min – Árbitro indica pênalti duvidoso para o Vasco e amarela Cuesta.

33min – Por reclamação, Moisés é advertido.

34min – Árbitro consulta o vídeo.

36min – Acredite se quiser: penalidade confirmada.

37min – PRA FORA! PÊNALTI ASSIM NÃO ENTRA!

42min – Pikachu no lugar de Léo Matos.

43min – Abel completa o leque de alterações. Dourado sai, Johnny entra. Peglow vem, Yuri sai.

45min – Mais sete. Vamos a 52!

46min – Nonato sobre violento carrinho na entrada da área. Árbitro não marca.

48min – Em condição irregular, Cano finaliza da entrada da pequena área. Lomba defende com o pé, ela explode no poste superior, e só então o impedimento é assinalado.

49min – DOIS MILAGRES! Rodinei vai ao fundo pela direita e aciona Edenilson, que levanta na segunda trave. Peglow desvia, mas Fernando Miguel defende. Na saída errada dos locais, Galhardo recupera e finaliza de direita. Rasteira, é encaixada pelo goleiro.

50min – GOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOL! É DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! GALHARDO, GALHARDO, GALHARDO, GALHARGOL ESTÁ DE VOLTA À ARTILHARIA DO PAÍS! Peglow intercepta na saída de jogo rival e, inteligentíssimo, invade a área vascaína pela direita. A joia do Celeiro deixa com Edenilson, que devolve para o garoto. Dele com Galhardo, que finaliza rasteira, de canhota, precisa, açucarada, para garantir a vitória alvirrubra. Colorado tem dois!

51min – Na comemoração, Galhardo recebe o amarelo por tirar a cabeça.

52min – ACABOU! ACABOU E O INTER GANHOU!


Ficha técnica:

Vasco (0): Fernando Miguel; Léo Matos (Yago Pikachu), Ricardo Graça, Leandro Castan e Henrique (Neto Borges); Bruno Gomes (Juninho), Leonardo Gil e Carlinhos; Benítez, Cano e Talles Magno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Internacional (2): Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny) e Edenilson; Caio (Thiago Galhardo) Praxedes (Nonato) e Mauricio (Rodrigo Lindoso); Yuri Alberto (Peglow). Técnico: Abel Braga.

Gols: Rodrigo Dourado, aos 9 minutos do primeiro tempo, e Thiago Galhardo, aos 50 minutos do segundo tempo (I).

Cartões amarelos: Bruno Gomes (V). Rodinei, Moisés, Victor Cuesta e Mauricio (I).

Arbitragem: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Danilo Ricardo Manis e Alex Ang Ribeiro. Quarto árbitro: Carlos Eduardo Braga. VAR: José Cláudio Rocha Filho.

Estádio: Beira-Rio.

Fonte Portal SC Internacional Imagens Crédito: Ricardo Duarte


Inter é derrotado pelo Sport. Líder com 66 pontos, o Clube do Povo volta a campo no próximo domingo (14/02)


O Inter recebeu o Sport, nesta quarta-feira (10/02), em partida da 35ª rodada do Brasileirão. Iniciada às 19h, a jornada, disputada no Beira-Rio, teve o 2 a 1 visitante como placar final. Patrick marcou para o Colorado, enquanto Marcão e Dalberto fizeram os gols rubro-negros.

Líder com 66 pontos, o Clube do Povo volta a campo no próximo domingo (14/02), às 16h. Em São Januário, os comandados de Abel Braga disputam a 35ª rodada do Brasileirão diante do Vasco. A partida será a antepenúltima do Inter no Campeonato.

.


Deslizes que custaram caro

O Clube do Povo dominou a primeira metade da etapa inicial. Gerando constante superioridade numérica pelos lados do campo e dono da posse de bola, o Inter acumulou boas oportunidades, não convertidas em gol por detalhe. Aos 25, porém, Uendel recebeu o vermelho por impedir chance clara do adversário, expulsão que revolucionou o confronto. O gol de Marcão, 12 minutos mais tarde, comprova.

O Inter não se deixou abalar com o primeiro gol rubro-negro. Passados três minutos do tento, Patrick empatou para o Clube do Povo em bonito chute de canhota. O tento empolgou o time colorado, que logo sofreu como novo baque: aos 49, Dalberto fez o segundo do Sport e deu números finais à etapa.

Pressão colorada

De volta dos vestiários, o Inter adotou clara postura ofensiva. Em busca da igualdade, o Clube do Povo pressionou o rival e criou oportunidades. Na melhor delas, Caio Vidal carimbou a trave. Aos 51 minutos do tempo segundo, porém, o árbitro apitou pela última vez, encerrando o duelo.

Melhores momentos – primeiro tempo

5min – Uh! Pantera apronta das suas pela esquerda. Dentro da grande área, pela esquerda, Patrick tenta o cruzamento rasteiro, mas Betinho corta antes de Yuri.

6min – FALTA! Cuesta recupera a posse após corte parcial da zaga adversária, acerta um chapéu no primeiro marcador e, quando cortava o segundo, é derrubado. Árbitro indicou.

7min – SURPREENDEU! Cuesta cobra a falta por baixo da barreira. Ela desvia e sai em escanteio para o Inter!

11min – Bonita trama! Edenilson e Caio tabelam. Do camisa 47 ela chega em Praxedes, que finaliza de canhota. Forte, a bola supera o travessão de Luan.

12min – UHHH! Uendel cruza linda bola. Aberta, ela chega na segunda trave açucarada para Caio, que desvia de cabeça. Na rede, por fora.

15min – PRA FOOOOORA! Após dois cruzamentos consecutivos, Uendel domina pela esquerda e levanta na trave primeira. Caio desvia com inteligência, mas ela sai tirando tinta do poste oposto.

20min – BLITZ COLORADA! Inter pressiona intensamente a equipe visitante. Patrick cruza da esquerda, Caio ajeita para Praxedes e o meio-campista chega arrematando. Ela explode em Betinho, salvador da vez para o lado rival

25min – Uendel recebe o vermelho por impedir contra-ataque do Sport.

29min – Patric recebe o amarelo por falta.

35min – Muda o Inter. Entra Leo Borges, sai Praxedes.

37min – Marcão abre o placar para o Sport.

38min – Zé Gabriel é expulso por reclamação após provocações da casamata recifense.

40min – GOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! GOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO, DA ACADEMIA DO POVO, DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! PATRICK! PATRICK! PATRICK É O NOME DA FESTA ALVIRRUBRA! Após jogada de Rodinei, servindo Yuri, a bola sobra com o Pantera Negra, que emenda um foguete indefensável. Tudo igual no Beira-Rio!

43min – SÓ? Marquinhos acerta solada em Rodinei. Árbitro contemporiza e apresenta apenas o amarelo.

45min – Mais seis. Vamos a 51!

49min – Gol de Dalberto para o Sport.

51min – Encerrada a primeira etapa.


Segundo tempo

0min – Sport retorna com mudança. Entra Sander, sai Marquinhos.

6min – Do banco, Leandro recebe cartão amarelo por reclamação.

14min – Patrick é advertido com amarelo.

17min – Dourado recebe pela direita, encara três marcadores e suspende na pequena área. Luan Polli defende.

18min – ELA NÃO QUER ENTRAR! Caio Vidal faz jogada de cinema, deixa três marcadores para trás e manda com a parte interna. A bola passa de Luan Polli, mas explode no poste direito do Sport. No rebote, bola é cruzada e o camisa 47 tenta mais uma vez. Por cima.

19min – Sai Caio, entra Abel. Troca o Inter.

22min – No Sport, entra Hernane. Deixa o campo Júnior Tavares.

26min – Alterações no Clube do Povo. Patrick por Peglow, Dourado por Nonato.

35min – Ronaldo no lugar de Betinho, Juba por Dalberto. Sport convive com duas novas alterações.

43min – Ewerthon é a novidade visitante. Deixou o campo Thiago Neves.

44min – Defendeu! Frontal, Cuesta cobra falta com veneno, mas Luan segura firme.

45min – Mais seis. Vamos, também no segundo tempo, a 51.

46min – Luan Polli recebe o amarelo por cera.

47min – Por cima! Após confusão na área rubro-negra, Yuri emenda a sobra de primeira. Forte demais, ela supera o travessão.

51min – Encerrada a partida.


Ficha técnica:

Internacional (1): Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Nonato) e Edenilson; Caio Vidal (Abel Hernández), Praxedes (Leo Borges) e Patrick (Peglow); Yuri Alberto. Técnico: Abel Braga.

Sport (2): Luan Polli; Patric, Iago Maidana, Adryelson, Rafael Thyere e Júnior Tavares (Hernane); Betinho (Ronaldo), Marcão, Marquinhos (Sander) e Dalberto (Juba); Thiago Neves (Ewerthon). Técnico: Jair Ventura.

Gols: Marcão, aos 37 minutos, e Dalberto, aos 49 minutos do primeiro tempo (S). Patrick, aos 40 minutos do primeiro tempo (I).

Cartões amarelos: Patrick e Leandro Fernández (I). Luan, Patric e Marquinhos (S).

Cartões vermelhos: Uendel e Zé Gabriel (I).

Arbitragem: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Ivan Carlos Bohn e Victor Hugo Imazu dos Santos. VAR: Adriano Milczvski.

Estádio: Beira-Rio.

Fonte Portal Internacional Fotos Crédito: Ricardo Duarte


Fora de casa, Grêmio vence o Botafogo por 5 a 2. Com gols de Alisson, Jean Pyerre, Diego Churín e Matheus Henrique (2x),


O Grêmio entrou em campo na noite desta segunda-feira, no Nilton Santos, para enfrentar o Botafogo, em partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com uma equipe com algumas modificações, o Tricolor bateu os donos da casa pelo placar de 5 a 2 , com gols anotados por Alisson, Jean Pyerre, Diego Churín e Matheus Henrique (2x). 

Apesar do Botafogo iniciar a partida criando algumas oportunidades no ataque, foram os gremistas que conseguiram efetividade. Logo aos 6 minutos de bola rolando, após uma boa jogada coletiva, Alisson recebeu um belo passe de Jean Pyerre e mandou para o fundo das redes, abrindo o marcador. O segundo gol nasceu aos 16’, em cobrança de falta da intermediária, pela meia direita. Jean Pyerre cobrou direto, mandando no canto esquerdo da meta carioca, ampliando a contagem. 

A etapa complementar seguiu favorável para os gremistas. Aos 8′, Diego Churín assinalou o terceiro gol de pênalti sobre o rival. Mas o Botafogo respondeu dois minutos depois, com Rafael Navarro, que conseguiu ganhar da marcação e descontar para o time carioca. Já aos 28 minutos, depois de uma jogada envolvente, o Grêmio chegou ao quarto gol. Matheus Henrique recebeu, ajeitou e finalizou forte, assinalando um golaço. E não parou por aí. Aos 32’, Isaque deu um passe de letra para o volante mais uma vez chutar forte e marcar o quinto gremista. Os donos da casa ainda descontaram com Matheus Babi, aos 36’. 

Com o resultado, Grêmio soma três pontos na competição.  

Primeiro Tempo 

Nos primeiros instantes da partida, as chances foram criadas pelos donos da casa. Rafael Navarro chutou da esquerda, mas foi bloqueado por Paulo Miranda. A bola acabou sobrando para Caio Alexandre, que finalizou cruzado, mas para fora. Outra oportunidade carioca saiu aos 4’, quando Zé Welison chutou de fora da área – a bola saiu raspando a trave tricolor. 

Mas o resultado da primeira chegada do Grêmio no ataque foi de efetividade. Em boa trama, Matheus Henrique acionou Jean Pyerre que deu um passe de primeira para Alisson entrando na área. O atacante recebeu e mandou para o fundo das redes, assinalando o gol gremista aos 6 minutos. 

Com 13’, o Tricolor chegou novamente com Alisson, levantando na segunda trave para Pepê, mas a zaga adversária conseguiu cortar e afastar o perigo. 

Aos 16’, o Grêmio teve uma chance em cobrança de falta da intermediária, pela meia direita. Jean Pyerre cobrou direto, mandando no canto esquerdo da meta carioca, ampliando o marcador. 

O Tricolor seguiu no ataque e aos 24’ quase ampliou. Cortez fez um cruzamento na área e Jean Pyerre desviou de cabeça, obrigando uma grande defesa de Diego Loureiro, que mandou a escanteio. Após a cobrança, foi a vez de Alisson mandar também de cabeça – a bola quase entrou. 

O Botafogo teve uma chance da extrema direita, em bola parada. A bola foi levantada no primeiro poste e Maicon fez o corte pela linha de fundo. No escanteio, Churín afastou o perigo. 

Passados 28′, Pepê se lançou em contra-ataque, em velocidade, pela esquerda e invadindo a área, rolou para Alisson, mas a defesa cortou antes de chegar no atacante. Dois minutos depois, o Botafogo chegou com muito perigo com Rafael Navarro, que finalizou – Paulo Miranda impediu o que seria o primeiro gol carioca. 

Aos 41’, Vanderson fez um passe na medida para Churín já na área finalizar de primeira, mas o centroavante mandou por sobre a meta. 

Segundo Tempo 

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação. 

Aos 2 minutos, o Botafogo chegou com perigo, em um cruzamento na área. Matheus Nascimento recebeu e finalizou, mandando por sobre meta. 

Em resposta, aos 6’, Alisson fez um cruzamento da direita, o goleiro carioca afastou e a bola sobrou para Pepê, que ao chutar, foi derrubado dentro da área por Romildo – pênalti. Na cobrança, Diego Churín mandou no canto esquerdo, balançando as redes e assinalando o terceiro gol gremista, com 8’ jogados. 

Mas o Botafogo respondeu dois minutos depois, com Rafael Navarro, que recebeu um passe e conseguiu ganhar da marcação, descontando para o time carioca. 

Outra chance dos donos da casa saiu após uma cobrança de escanteio colocada na marca penal. Rafael Navarro desviou de cabeça, mas Paulo Victor defendeu bem e já lançou a equipe no contra-ataque. No lance, Alisson desceu pela direita e chutou forte, obrigando uma grande defesa do arqueiro adversário, com 15 minutos jogados. 

Aos 19 minutos, Matheus Nascimento recebeu na entrada da área, pela meia esquerda e chutou colocado – por sorte, pra fora. 

E foi aos 28 minutos, depois de uma jogada envolvente, que o Grêmio chegou ao quarto gol. Matheus Henrique recebeu, ajeitou e finalizou forte, assinalando um golaço. 

No minuto seguinte, Paulo Victor fez uma defesa a queima roupa, no chute de Caio Alexandre dentro da pequena área, impedindo o segundo gol carioca. 

Passados 32’, o Tricolor construiu mais uma jogada efetiva. Isaque deu um passe de letra para Matheus Henrique, que chutou forte, a meia altura, assinalando o quinto gremista. 

Mas os donos da casa não desistiram e conseguiram chegar ao segundo gol com Matheus Babi, de cabeça desviando para o gol, com 36’ jogados. 

Com o resultado, Grêmio soma três pontos na competição. 

Fonte: Portal Grêmio Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA


Palmeiras é derrotado pelo Tigres no Mundial de Clubes da FIFA. Verdão foi derrotado pelo Tigres, do México, por 1 a 0,


Palmeiras x Tigres - Semifinal do Mundial de Clubes 2020Palmeiras x Tigres – Semifinal do Mundial de Clubes 2020 Créditos: FIFA

O Palmeiras está eliminado do Mundial de Clubes da FIFA 2020. Na tarde deste domingo (7), o Verdão foi derrotado pelo Tigres, do México, por 1 a 0, no Estádio Cidade da Educação, em Doha, no Catar. Em duelo equilibrado, Gignac balançou a rede para carimbar a vaga do clube mexicano na decisão. Com o revés, os palestrinos se despedem da competição e adiam o sonho da conquista mundial. O Tigres, por sua vez, espera o vencedor de Bayern de Munique (ALE) e Al Ahly (EGI), que se enfrentam nesta segunda-feira (8), em partida válida pela outra semifinal do torneio.

O jogo

O primeiro tempo foi de tensão para o torcedor alviverde. Logo aos 3 minutos, Weverton fez uma bela defesa na cabeçada de González. A resposta do Verdão veio aos 17, quando Rony soltou uma pancada de fora da área e obrigou o goleiro da equipe mexicana a espalmar para o lado. Apesar do lance de perigo, o Palmeiras não conseguia criar chances claras de gol, ao contrário do Tigres, que oferecia mais perigo em suas investidas.

Na segunda metade da primeira etapa, brilhou novamente a estrela de Weverton. Aos 33 minutos, o goleiro palestrino defendeu arremate de Gignac com a ponta dos dedos e evitou o que seria o primeiro gol do time mexicano. Três minutos depois, na marca dos 36, o centroavante francês cabeceou no contrapé do arqueiro do Palmeiras, que mostrou velocidade de reação para executar outra defesa primordial e garantir o empate sem gols antes do intervalo.


Palmeiras x Tigres - Semifinal do Mundial de Clubes 2020O goleiro Weverton se destacou na primeira etapa, mas não conseguiu evitar a derrota do Verdão por 1 a 0. Créditos: FIFA

A postura do Verdão não mudou para o segundo tempo, e isso custou caro logo no reinício da partida. Aos 8 minutos, o zagueiro Luan cometeu pênalti e viu o atacante Gignac cobrar para abrir o marcador: 1 a 0 Tigres. O time paulista chegou a reagir três minutos depois, com Rony. O ponta-esquerda chegou a balançar a rede do rival mexicano, mas teve seu gol anulado por estar em posição irregular.

No decorrer do confronto, o Tigres soube amarrar o jogo e valorizar o resultado favorável. Sem oportunidades claras de gol, o Palmeiras ainda tentou abafar nos minutos finais, mas a pressão não surtiu efeito e o Verdão não foi capaz de empatar a partida. A derrota pelo placar mínimo eliminou os palestrinos e classificou os mexicanos para a grande final do Mundial, a ser disputada no dia 11/2 (quinta-feira).

Palmeiras x Tigres - Semifinal do Mundial de Clubes 2020Palmeiras x Tigres – Semifinal do Mundial de Clubes 2020 Créditos: FIFA

 

FONTE  Assessoria CBF Fotos Reprodução Portal CBF


Trabalhadores nascidos em maio e junho vão sacar o PIS no próximo dia 11


Tem direito ao abono salarial o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

Trabalhadores nascidos em maio e junho vão sacar o PIS a partir do próximo dia 11. A previsão de pagamento era março, mas a antecipação do saque foi anunciada nessa sexta-feira pelo governo federal.

Nascidos em março e abril também serão beneficiados. O abono será liberado de acordo com o dígito final do número de inscrição do Programa e será anunciado a partir do dia 11.

Tem direito ao abono salarial o trabalhador inscrito no PIS há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2019, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

A Caixa estima que deve disponibilizar 15 bilhões e 800 mil reais para cerca de 20 milhões trabalhadores.

No caso do Pasep, o Banco do Brasil identificou abono salarial para dois milhões e 700 mil servidores. A previsão do Banco é que o valor pago neste ano chegue a dois bilhões e meio de reais.

Mais informações sobre os pagamentos nos canais de atendimento da Caixa Econômica e do Banco do Brasil.

 

Fonte Da Rede Nacional de Rádio em Brasília, Luciano Barroso.