Grêmio goleia o Atlético-MG no Independência e sobe na tabela da competição. Tricolor venceu o Galo por 4 a 1, com gols de Galhardo, Maicon, Pepê e Alisson

O Grêmio encarou o Atlético-MG, no Independência, em Belo Horizonte, no final deste domingo, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Fez bonito e com gols de Galhardo, Maicon, Pepê e Alisson, venceu o Galo pelo placar de 4 a 1. O jogo começou equilibrado, com algumas chances para ambos os lados. Aos … Leia Mais


Inter empata sem gols com o Santos no Beira-Rio. Colorado balançou as redes duas vezes, mas teve seus gols anulados pelo VAR,


Neste domingo (13/10), Inter e Santos se enfrentaram no Beira-Rio em partida válida pela 25ª rodada do Brasileirão. Encerrada com o placar de 0 a 0, a jornada apresentou um Inter insistente no ataque e que chegou a balançar as redes duas vezes, mas teve seus gols anulados pelo VAR, que ainda deixou de marcar um pênalti claro em Patrick na primeira metade da etapa final. Com o resultado, o Clube do Povo vai a 39 pontos no Brasileirão.

Os visitantes tiveram boa atuação nos primeiros movimentos da partida, tentando esfriar o ímpeto do Colorado empurrado por sua torcida. A partir dos 20 minutos, no entanto, o Clube do Povo cresceu na partida e criou boas oportunidades, principalmente com Heitor que, como elemento surpresa, causou problemas para a defesa paulista. Já na etapa final, o Inter dominou completamente as ações do jogo, marcou dois gols, com Patrick e Parede, ambos anulados, e ainda exigiu grandes defesas de Everson. Pressão reconhecida pelo Beira-Rio, que aplaudiu o time na saída do campo, mas insuficiente para balançar as redes em uma terceira ocasião.

Na próxima jornada, o Inter visita o Avaí, em Florianópolis, a partir das 19h15 de quinta-feira (17/10). Válido pela 26ª rodada, o confronto coloca frente a frente duas equipes que, quando se enfrentaram no primeiro turno, deixaram o campo após triunfo de 2 a 0 do Colorado, gols de Paolo Guerrero e Edenilson.

Confira os melhores momentos do confronto:

Primeiro tempo:

0min – Santos começa a partida tentando pressionar. Sasha chuta cruzado e Tailson, muito adiantado, invade a área pela esquerda e empurra para as redes. Arbitragem anula sem nem precisar do VAR.

7min – UHHH! Contra-ataque em velocidade do Inter, de D’Alessandro para Nico, e dele com Parede. O camisa 77 domina pela ponta, corta para dentro e tenta o chute, mas é travado. Na sobra, a bola espirra em Patrick que, por pouco, não fica com ela de frente para Everson.

9min – Tailson recebe na esquerda, invade a área e chuta colocado. Forte demais, ela vai pela linha de fundo.

11min – Cuesta! Marinho invade a área colorada pela direita e manda uma bomba rasteira. El Patrón consegue o corte preciso.

16min – Tailson invade a área pela esquerda e faz chute, que Lomba espalma em boa defesa. No rebote, Marinho manda pela linha de fundo.

21min – UHH! Nico chama a defesa para dançar pela direita, abre espaço na entrada da área e deixa com Heitor. Jovem lateral colorado vem de trás e manda uma bomba, por cima do gol de Everson.

Sport Club Internacional

@SCInternacional

(INTxSAN) 0x0 – ⏰ 20’/1T: Chega o Colorado pela direita! Nico tira a marcação para bailar e ajeita para batida de Heitor! 🇦🇹💪

Embedded video

37 people are talking about this

27min – Uhh! Patrick inverte o jogo com Heitor, que arrisca de novo, de longe, por cima.

Sport Club Internacional

@SCInternacional

(INTxSAN) 0x0 – ⏰ 27’/1T: Heitor, mais uma vez! Patrick inverte a bola da esquerda e o lateral solta a bomba de fora da área. Segue tudo igual no Gigante! 🇦🇹💪

Embedded video

24 people are talking about this

33min – Opa! D’Alessandro recebe escanteio curto e cruza na marca do pênalti. Roberto estava nela, mas sofre puxão de Lucas Veríssimo. Árbitro nem consulta o vídeo e manda seguir.

40min – Jorge recebe de Marinho e finaliza com força, à meia altura. Bola leva perigo, mas vai pela linha de fundo.

44min – Muda o Inter. Sentindo lesão, Rodrigo Lindoso deixa o campo para a entrada de Bruno Silva.

45min – Cartão amarelo para Marinho.

45min – Vamos a 48, mais três.

48min – Fim de papo na primeira etapa.

Segundo tempo:

2min – Cuesta leva o amarelo por falta em Evandro.

3min – Nico recebe na esquerda, avança pela ponta e serve Patrick, que escapa bem da marcação e chuta rasteiro. A bola desvia na marcação, mata Everson, e morre nas redes, mas a arbitragem anula o gol por impedimento na origem do lance.

Sport Club Internacional

@SCInternacional

(INTxSAN) 0x0 – ⏰ 3’/2T: Patrick recebe na entrada da área e bate com desvio por baixo do goleiro, mas a arbitragem pegava impedimento na origem do lance. Se escaparam! 🇦🇹

Embedded video

22 people are talking about this

8min – Troca no Santos. Sai Victor Ferraz, entra Jean Mota.

9min – ERA PÊNALTI! COMO NÃO MARCOU? Patrick invade a área pela esquerda e é violentamente derrubado por uma tesoura de Lucas Veríssimo. Sabe-se lá como, a arbitragem não apita.

11min – Pra anular gol, ele aparece… Edenilson descola lançamento cinematográfico para Parede, nas costas da marcação. O camisa 77 deixa ela picar e, de frente para Everson, finaliza, marcando. VAR indica impedimento do atacante colorado no momento do passe.

13min – Sampaoli e Colbachini recebem cartão amarelo.

17min – No Santos, sai Marinho, entra Uribe.

25min – UHHHHHH! Cuesta manda uma bomba, de longe, precisa. Everson voa para espalmar, salvando o Santos.

Sport Club Internacional

@SCInternacional

(INTxSAN) 0x0 – ⏰ 25’/2T: 💣 BOMBA DE CUESTA! O zagueiro mete um canhotaço do meio da rua e leva perigo ao gol santista! 🇦🇹

Embedded video

32 people are talking about this

27min – Cartão amarelo para D’Alessandro.

28min – Alterações nas duas equipes. No Inter, Neilton entra, Patrick sai. De outro lado, Tailson deixa o campo para a entrada de Alisson.

30min – Uh! Inter escapa em rápido contra-ataque. De Parede para D’Ale, dele com Neilton. Dentro da área, o camisa 17 finta a marcação mas, no momento do chute, é bloqueado.

35min – Cartão amarelo para Jean Mota.

37min – UHHHHHHHHHHH! Heitor cruza da direita, D’Alessandro, dentro da área, consegue excelente domínio e toca para Neilton, que protege da marcação e serve açucarado passe para Nico, dentro da pequena área. O uruguaio, atrapalhado pela marcação, não consegue o domínio, e Everson consegue ficar com ela.

38min – UHHHH! Parede avança pela direita e chuta rasteiro, com curva. Ela vai pela linha de fundo.

39min – TIROU TIIINTA! Neilton invade a área pela esquerda e manda colocado, buscando o ângulo. Ela raspa o travessão e vai para fora.

Sport Club Internacional

@SCInternacional

(INTxSAN) 0x0 – ⏰ 39’/2T: Neilton faz a batida procurando o ângulo oposto e a bola passa perto! 🇦🇹

Embedded video

17 people are talking about this

40min – Cartão amarelo para Uribe.

42min – Muda Colbachini pela terceira e última vez. Wellington Silva no lugar de Nico López.

43min – Uh! D’Alessandro deixa em Bruno Silva, que manda rasteiro da entrada da área. A zaga trava o chute.

43min – UHHHHHHHH! D’Alessandro dá em profundidade para Parede, que se antecipa à marcação e consegue cruzar rasteiro. Defesa se recupera e afasta em escanteio.

45min – Mais cinco minutos. Partida se encerra em 50!

50min – Encerrada a partida.


Brasil empata com Nigéria. Canarinho marcou com Casemiro e chegou ainda a carimbar a trave da seleção africana, mas não conseguiu marcar o segundo gol


A Seleção Brasileira voltou a campo neste domingo (13), no Estádio Nacional de Singapura, para enfrentar a Nigéria em jogo preparatório. Após sair perdendo no primeiro tempo, a Canarinho cresceu na etapa final, empatou com gol do Casemiro e chegou a colocar uma bola na trave do goleiro nigeriano. Com isso, o placar se manteve em 1 a 1 até o apito final.

O jogo

O primeiro tempo da partida começou com bastante movimentação, e a Seleção Brasileira logo teve uma boa oportunidade para marcar. Firmino recebeu a bola dentro da área após boa jogada coletiva, fez o giro e bateu para o gol, mas viu a finalização se perder pela linha de fundo. Na sequência, a Nigéria deu a resposta com Osimhen, que bateu de canhota, mas Ederson fez ótima defesa.

A Canarinho ainda criou mais duas chances de gol, de cabeça com Gabriel Jesus e dos pés de Roberto Firmino, mas foram os africanos quem marcaram, aos 34. Aribo recebeu dentro da área, limpou a marcação e colocou a Nigéria em vantagem.

No último grande lance da primeira metade de jogo, Philippe Coutinho cobrou falta com muita categoria da meia-lua. No entanto, a bola passou raspando à trave direita do goleiro nigeriano.

Depois da conversa no vestiário, o Brasil voltou com tudo para a etapa final. Em cruzamento pela direita, Marquinhos foi mais alto do que todo mundo e testou a bola no travessão. No rebote, Casemiro apareceu na pequena área para estufar as redes e deixar tudo igual em Singapura aos dois minutos: 1 a 1.

A partir do gol, a Seleção passou a pressionar a Nigéria. Aos 11, Gabriel Jesus foi no terceiro andar e mandou no cantinho, mas Uzoho fez um milagre. Quatro minutos mais tarde, após escanteio, Casemiro, também de cabeça, fez a bola explodir no travessão.

Aos 27, Gabriel Jesus fez ótima jogada pela esquerda, se livrou da marcação e serviu Richarlison dentro da grande área. O camisa 7 bateu com força, mas a zaga desviou a bola e colocou para escanteio.

Coutinho ainda teve mais uma grande oportunidade de marcar, quando Renan Lodi fez ótima jogada pela esquerda. O lateral cruzou para o camisa 11, que, da marca do pênalti finalizou no canto. A bola ia entrando, mas a defesa nigeriana cortou quase em cima da linha, evitando o gol da vitória brasileira.

BRASIL: Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Renan Lodi; Casemiro, Arthur (Fabinho) e Neymar (Coutinho); Everton (Richarlison), Gabriel Jesus (Lucas Paquetá) e Roberto Firmino (Gabriel Barbosa) – Técnico: Tite

Fonte Portal CBF Foto Lucas Figueiredo /CBF


Sport Club Internacional divulga Nota oficial: Odair Hellmann deixa o comando técnico do Internacional


O Sport Club Internacional comunica que Odair Hellmann deixa o comando técnico do time. Sai também o auxiliar técnico Maurício Dulac. Ex-atleta do Clube, Odair assumiu como interino em novembro de 2017 e foi efetivado como treinador após o acesso para a Série A.

Foram 23 meses e 116 jogos no cargo, sendo o mais longevo desde os anos 70. O Clube agradece a todos pelos serviços prestados e deseja sorte na sequência de suas carreiras.

Ricardo Colbachini, técnico do Inter B, vai comandar o treino de sexta-feira (11).

Fonte e foto Portal Internacional


Em primeiro jogo da Data FIFA de outubro, Brasil empatou em 1 a 1 com o time africano, no Estádio Nacional de Singapura


No primeiro amistoso da Data FIFA de outubro, a Seleção Brasileira enfrentou Senegal nesta quinta-feira (10) e empatou em 1 a 1. No Estádio Nacional de Singapura, a equipe comandada por Tite saiu na frente com belo gol de Roberto Firmino, e viu o time africano deixar tudo igual com Diédhiou.

O próximo jogo da Canarinho será no domingo (13), diante da Nigéria, novamente em Singapura, às 9h (de Brasília).

O jogo

A Seleção Brasileira iniciou a partida dominando as ações diante de Senegal. Com boas investidas pela direta, a Canarinho marcou bem a saída de bola adversária, que encontrou dificuldade para avançar. Tanto que, logo aos oito minutos de bola rolando, os comandados de Tite abriram o placar em Singapura. Após boa arrancada pela direita, Philippe Coutinho enfiou para Gabriel Jesus, que deu ótimo passe para Roberto Firmino chegar na cara do gol e, com frieza, dar uma cavadinha para matar o goleiro e mandar por cobertura: 1 a 0. O Brasil seguiu buscando mais gols, com Coutinho sendo travado na hora do chute aos 16 minutos, por exemplo. Depois, a equipe africana foi tentando buscar espaço, mas viu Ederson fazer boas defesas. Aos 25, Sadio Mané finalizou de fora da área, e o defensor da Canarinho segurou. Aos 38, o goleirão foi seguro para defender o chute forte de Diédhiou. Mas, aos 44, o atacante cobrou pênalti, Ederson foi para o canto certo, mas a bola acabou entrando: 1 a 1. Na jogada seguinte, Coutinho tocou para Firmino, que passou de primeira para Neymar ficar cara a cara com Gomis, que fez boa defesa.

O Brasil voltou para o segundo tempo mantendo a busca por mais gols. Logo aos três minutos, Arthur roubou a bola do adversário e passou para Casemiro, que tocou rapidamente para Coutinho finalizar de primeira e mandar por cima. No lance seguinte, Casemiro quase encobriu Gomis em chute do meio de campo, mas o goleiro conseguiu a defesa. Aos sete foi a vez de Gabriel Jesus ficar cara a cara com o defensor senegalês, que travou a jogada. Mais organizada em campo e bem posicionada na defesa, a Canarinho não deu espaço para o adversário. Em outra boa chance de gol para o Brasil, aos 23 minutos, Neymar cobrou falta direta, mas viu a bola sair por cima, bem perto do travessão. Os minutos finais ficaram ainda mais movimentados, com as duas equipes criando boas chances de balançar as redes. Enquanto Senegal levou perigo com Sidy Sarr, parado em ótima defesa de Ederson, o Brasil quase marcou em três oportunidades. Aos 41, Neymar viu a bola explodir em Sané e sair para escanteio. Depois, Richarlison finalizou de primeira, mas o chute saiu pela lateral. E, aos 44, Neymar cobrou falta direto para o gol, mas Gomis caiu bem para fazer a defesa e manter o marcador em 1 a 1.

Brasil: Ederson, Daniel Alves, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Sandro (Renan Lodi); Casemiro, Arthur (Matheus Henrique) e Philippe Coutinho (Richarlison); Gabriel Jesus, Roberto Firmino (Everton) e Neymar.

Fonte CBF Foto  créditos Lucas Figueiredo


No Estádio Centenário, Grêmio vence o Ceará por 2 a 1. Com gols de Geromel e Maicon, Tricolor bateu o time visitante na noite desta quarta-feira


O Grêmio entrou em campo no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, para enfrentar o Ceará, em partida válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Geromel e Maicon, o Tricolor venceu pelo placar de 2 a 1 e chegou aos 38 pontos na tabela da competição.

A primeira oportunidade foi do time adversário, em cobrança de escanteio. A bola foi colocada na primeira trave, mas Geromel conseguiu afastar. Em seguida, após recuperar a bola na intermediária, Matheus Gonçalves foi acionado, invadiu a área e finalizou, mas mandou à esquerda da meta defendida por Paulo Victor.

Em resposta, o Grêmio chegou pela esquerda, com um cruzamento de Cortez na área, mas o goleiro Diogo fez a defesa, com 3 minutos de jogo.

Aos 12’, outra chance gremista surgiu com Cortez, que acionou Pepê na área – o atacante passou pelos marcadores a dribles e caiu no gramado, mas a arbitragem nada assinalou. 

Já aos 17’, de longa distância, Michel mandou uma bomba em direção ao gol, obrigando Diogo a grande defesa. Um minuto depois, depois de um cruzamento da direita, a bola foi ajeitada de cabeça por Tardelli para Luan, que empurrou para o fundo do gol, mas a arbitragem assinalou impedimento do atacante.

O Ceará respondeu aos 21’, com uma boa finalização de João Lucas, que obrigou Paulo Victor a uma grande defesa. Aos 27’, depois de uma bola na trave, Pedro Ken conseguiu marcar para o time visitante, mas o lance estava impedido e foi anulado pela arbitragem.

Aos 34’ minutos, saiu o gol gremista. Luan cobrou um escanteio no primeiro poste e Geromel subiu mais que todos e mandou de cabeça para o fundo das redes, abrindo o marcador. Seis minutos depois, o Tricolor chegava com Tardelli, que invadiu a área e acabou derrubado. Pênalti. Maicon foi para a cobrança e mandou com categoria no canto direito de Diogo Silva, ampliando o placar, aos 41’.

A resposta do Ceará veio aos 43’, com Thiago Galhardo, que recebeu um cruzamento e descontou para os visitantes.

Logo aos 5 minutos da etapa complementar, Diego Tardelli desceu pela esquerda, driblou a marcação e cruzou pra trás, mas a defesa conseguiu o corte. Respondendo ao ataque gremista, Ricardinho chutou forte e Paulo Victor espalmou pela linha de fundo.

Dois minutos depois, da intermediária, Alisson cobrou uma falta na área, a bola passou por todo mundo e ao final, acabou saindo pela linha de fundo. Outra chance, desta vez, foi dos pés de Luan, que de longe, arriscou. Diogo defendeu em dois tempos.

Aos 17’, Pepê acionou Maicon, na área, que serviu Luan. O camisa 7 finalizou de primeira, mas mandou por sobre a meta.

No lance seguinte, Luan fez um lançamento para Galhardo, na entrada da pequena área, mas o lateral acabou caindo e perdendo a chance. Já aos 27’, mais uma falta da intermediária de ataque, mas Alisson carimbou a barreira.

Aos 37’, João Lucas arriscou de fora da área, mandando no canto esquerdo de Paulo Victor, que fez a defesa, impedindo o gol de empate.

Nos acréscimos, Ricardinho recebeu na área e chutou cruzado, com muito perigo. A bola passou raspando a trave esquerda da meta gremista.

Com o resultado, o Tricolor chega a 38 pontos na tabela da competição.

Fonte Portal Grêmio Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA