Caixa vai abrir 770 agências para atender beneficiários neste sábado (8)

A Caixa Econômica vai abrir 770 agências neste sábado (8), das 8h às 12h, para atendimento aos beneficiários do Auxílio Emergencial e do Saque Emergencial do FGTS. As pessoas nascidas de janeiro a abril poderão realizar o saque em espécie do Auxílio Emergencial. Já os trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro poderão sacar o FGTS … Leia Mais




Grêmio vence clássico, leva o título do segundo turno e disputa a grande final contra o Caxias. Com gols de Maicon e Isaque, Tricolor venceu o co-irmão por 2 a 0

A noite desta quarta-feira foi de clássico Gre-Nal na Arena, desta vez, válido pela final do segundo turno do Campeonato Gaúcho. O técnico Renato Portaluppi escalou o time com força máxima para o clássico que definiu o segundo finalista da competição. Com gols de Maicon e Isaque no segundo tempo, o Tricolor venceu o co-irmão … Leia Mais


Resultado da segunda chamada do Prouni já está disponível

O Ministério da Educação divulgou hoje (4) as listas dos estudantes pré-selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni). O resultado está disponível na página do Prouni. O prazo para comprovação das informações também começa hoje e vai até o próximo dia 11. Os estudantes pré-selecionados devem comparecer às instituições de ensino e entregar … Leia Mais


Grêmio vence o Novo Hamburgo por 4 a 3 e está na final do segundo turno do Gauchão Os gols gremistas foram assinalados por Diego Souza (2x), Maicon e Luciano.


Pela primeira vez na Arena durante a pandemia, o Grêmio entrou em campo, para enfrentar o Novo Hamburgo, em partida válida pela semifinal do segundo turno do Campeonato Gaúcho. Foi um jogo muito disputado e repleto de gols. No total, sete. O Tricolor saiu com a classificação, batendo o Noia por 4 a 3. Os gols gremistas foram assinalados por Diego Souza (2x), Maicon e Luciano.

Logo no primeiro minuto, o Tricolor foi efetivo e conseguiu abrir o placar. No lance, Alisson desceu pela direita e acionou Everton na área, que dominou e cruzou na medida para Diego Souza desviar e mandar de cabeça para o fundo das redes.

Mesmo com a vantagem, o Grêmio seguiu pressionando e impondo seu ritmo na partida. Aos 8’, após uma boa jogada pela meia direita, a bola chegou a Alisson, que finalizou, mas a defesa conseguiu o corte pela linha de fundo. Outra chance para o Tricolor surgiu ao 17 minutos, quando Orejuela cruzou na cabeça de Maicon, mas o volante cabeceou para baixo e a bola quicou no gramado, saindo por sobre a meta.

Dois minutos depois, os gremistas tiveram uma falta da intermediária de ataque. Guilherme Guedes cobrou, colocando direto na área – o goleiro Jacsson fez a defesa. O Novo Hamburgo respondeu a altura, levando o primeiro perigo ao campo de defesa tricolor, também em bola parada. Zé Mário alçou na área, para Juba desviar de cabeça, pra fora.

Aos 22’, o Grêmio tramou uma jogada rápida e efetiva, conseguindo ampliar o placar. O lance começou com Orejuela, que acionou Diego Souza pelo meio. O centroavante lançou Everton mais a direita, que cruzou rasteiro. Jacsson tentou a defesa, mas se atrapalhou e a bola acabou sobrando para Maicon. O volante empurrou para o gol e marcou o segundo gremista.

Correndo atrás do marcador, o Novo Hamburgo ameaçou aos 26’, quando Matheus Lagoa chutou forte em direção a meta defendida por Vanderlei. O camisa 27 fez uma grande defesa. Mas aos 30’, em cobrança de falta, Zé Mário bateu forte, a bola passou a direita de Vanderlei, que não conseguiu alcançar e fazer a defesa. Novo Hamburgo assim, encostando no marcador.

O Tricolor buscou novas oportunidades e quase assinalou o terceiro aos 32’. Orejuela fez uma tabela com Maicon e acionou Diego Souza, que passou com um toque de calcanhar para Jean Pyerre. O meia finalizou e, por pouco, não marcou.

O Novo Hamburgo conseguiu empatar a partida depois de um erro na defesa gremista. Aos 37 minutos, Matheus Lagoa abriu pela direita e acionou Juba, já na área. O atacante tocou para Kayron que assinalou o segundo.

O Grêmio iniciou a etapa complementar buscando voltar a frente no placar. Logo aos 2 minutos, Guilherme Guedes cruzou para Diego Souza, que mandou para o fundo das redes, mas a arbitragem anulou o gol por sinalizar uma falta do centroavante sobre Diego Ivo. No minuto seguinte, da intermediária de ataque, Jean Pyerre colocou na medida para Diego Souza finalizar com perigo, mas Jacsson fez uma grande defesa.

O Tricolor seguiu em cima e construiu uma boa oportunidade, que ao final, resultou no terceiro gol. O lance começou com um passe de Jean Pyerre para Guilherme Guedes na esquerda. O lateral recebeu e cruzou na medida para Diego Souza empurrar para o fundo do gol, com 13 minutos jogados.

Aos 25’, Jean Pyerre lançou Everton na esquerda. O atacante driblou o goleiro e mandou de letra para o gol, balançando as redes, mas o lance foi anulado por impedimento. Cinco minutos depois, Alisson finalizou com um chute muito forte, mas Jacsson defendeu em dois tempos.

O Novo Hamburgo teve um pênalti a seu favor aos 34’. Zé Mário foi para a cobrança e converteu para o time do Noia, igualando novamente o placar na Arena.

Já aos 38’, o Grêmio teve uma falta da intermediária de ataque. Lucas Silva cobrou, mandando uma bomba em direção a meta de Jacsson, mas a bola passou raspando a trave e saiu. Outra chance surgiu aos 42’, quando Everton arriscou da meia esquerda, mas o arqueiro do Novo Hamburgo defendeu novamente.

Na reta final, aos 45’, já no apagar das luzes, os gremistas conseguiram assinalar o gol da classificação. Everton colocou a bola na área, a defesa se atrapalhou e a bola sobrou para Luciano, que chutou e balançou as redes, marcando o quarto.

Com o resultado, o Grêmio se classifica para a final do segundo turno do Gauchão, que será disputada na quarta-feira, com um clássico Gre-Nal.

Fonte Portal Grêmio Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA


Colorado goleia e vai à final do segundo turno do Gauchão. 4 a 0 gols por Thiago Galhardo, Marcos Guilherme, Paolo Guerrero e Boschilia,


De volta ao Gigante após quase cinco meses de distância, o Inter demonstrou, neste domingo (02/08), a importância de se estar em casa. Diante do Esportivo, o Clube do Povo abriu o placar da semifinal do segundo turno estadual logo aos 40 segundos de jogo, e manteve a aplicação ofensiva ao longo de todo o confronto para conquistar gigante triunfo por 4 a 0. Anotados por Thiago Galhardo, Marcos Guilherme, Paolo Guerrero e Boschilia, os gols alvirrubros garantiram vaga na decisão da Taça Francisco Novelletto Neto, que será disputada, na próxima quarta-feira (05/08), contra Grêmio ou Novo Hamburgo.


Piscou? Perdeu!

A saudade de atuar no Beira-Rio era grande, e o Inter fez questão de deixar isso claro antes mesmo de ser completada a primeira volta do cronômetro. Aos 40 segundos de partida, Saravia cobrou lateral no peito de Edenilson. Com exuberante qualidade, o camisa 8 colorado deu linda fatiada na bola, cruzando na segunda trave. A redonda até passou de Guerrero, mas não de Galhardo, que mandou um testaço indefensável para as redes. Gol colorado, o primeiro do camisa 17 alvirrubro no gramado do Gigante, quinto no Gauchão.

O gol colorado perturbou a equipe visitante. Escalado com uma linha de cinco defensores, o Esportivo teve seus planos de ferrolho defensivo frustrados logo cedo, e custou a se reencontrar dentro de campo. Mortal, o Clube do Povo tirou proveito da desatenção serrana e, apostando na força de seu flanco direito, ampliou, aos 11, com Marcos Guilherme, em lindo chute de fora da área. Apenas três minutos depois, Galhardo, de grande atuação neste domingo, desarmou Robert na intermediária ofensiva, invadiu a grande área e cruzou, rasteiro, para Paolo Guerrero, que fez o terceiro e último antes do intervalo!


Ficha técnica:

Internacional (): Marcelo Lomba; Renzo Saraiva, Bruno Fuchs, Victor Cuesta (Zé Gabriel) e Moisés; Musto, Marcos Guilherme (Praxedes) , Edenilson e Boschilia; Thiago Galhardo (D’Alessandro) e Guerrero (William Pottker). Técnico: Eduardo Coudet.

Esportivo (): Renan; Vinícius Bovi, Cleiton, Luis Eduardo, Gullithi e Rômulo; Galiardo (Igor Bossel), Robert e João Pedro (Emerson); Gustavo Sapeka (Xaro) e Flávio Tores (Marcão). Técnico: Carlos Eduardo Moraes

Gols: Thiago Galhardo, aos 40 segundos, Marcos Guilherme, aos 11 minutos, e Paolo Guerrero, aos 13 minutos do primeiro tempo, Boschilia aos 14 minutos do segundo tempo (I).

Cartões amarelos: Cleiton.

Cartão vermelho: Saravia (I).

Arbitragem: Jean Pierre Lima, auxiliado por Leirson Peng Martins e Michael Stanislau. Quarto árbitro: Marcelo Cavalheiro.

Estádio: Beira-Rio.

Fonte Portal Internacional Fotos Crédito: Ricardo Duarte

Enem 2020 com procedimentos para prevenção à COVID-19: Participantes usarão máscaras


Em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou, no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 31 de julho, os novos editais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. A publicação formaliza as datas já anunciadas pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Inep, e apresenta as diretrizes e os procedimentos de prevenção à COVID-19, inclusive durante a identificação dos participantes nos dias de provas. O exame será realizado nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital).

Os editais 54 e 55 determinam que devem ser respeitados o distanciamento entre as pessoas e os protocolos de proteção contra a COVID-19 em procedimentos como ida ao banheiro e vistoria de materiais, lanches e artigos religiosos. Também será obrigatório o uso de máscaras pelo acompanhante de mães que estiverem amamentando. O participante que não utilizar a máscara cobrindo totalmente o nariz e a boca, desde sua entrada até sua saída do local de provas, será eliminado do exame, exceto para os casos previstos na Lei n.º 14.019, de 2020.

A estrutura do exame permanece com uma redação e 45 questões em cada prova das quatro áreas de conhecimento: linguagens, códigos e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; ciências da natureza e suas tecnologias; e matemática e suas tecnologias.

Canais de informação – As informações a respeito do Enem 2020 podem ser acompanhadas nos portais do Inep e do MEC, assim como nas redes sociais oficiais dos dois órgãos do Governo Federal. Dúvidas podem ser sanadas pelo Fale Conosco do instituto, por meio do autoatendimento on-line ou do 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).

Confira o edital que retifica o cronograma do Enem impresso

Confira o edital que retifica o cronograma do Enem Digital

Acesse a Página do Participante do Enem


Fonte Assessoria de Comunicação Social do Inep


12 regiões em vermelho no mapa Covid19. Júlio de Castilhos na Laranja


Das 20 regiões do Distanciamento Controlado, 12 foram classificadas com risco epidemiológico alto (bandeira vermelha) e as outras oito com risco médio (laranja) no mapa preliminar da 13ª rodada, divulgado nesta sexta-feira (31/7). Como ainda existem 36 horas para municípios e associações apresentarem pedidos de reconsideração, as bandeiras definitivas serão divulgadas na segunda-feira (3/8).

Veja como ficou o mapa provisório da 13ª rodada no site https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br.

O governo do Estado decidiu incluir, já nesta rodada, ajustes na linha de corte em sete indicadores do modelo, o que impactou na média final de classificação das regiões.

• Clique aqui e veja a revisão metodológica dos critérios para a definição da bandeiras.

Em reunião extraordinária do Gabinete de Crise convocada pelo governador Eduardo Leite, foram definidas mudanças na pontuação de três indicadores que medem a velocidade de avanço da doença, dois que monitoram a incidência (hospitalizações e óbitos) e mais dois de capacidade instalada (leitos livres/leitos Covid).

Além disso, já foi considerado no cálculo o ajuste anunciado na quinta-feira (30/7), passando a considerar o saldo do número de pacientes recebidos de outras macrorregiões (importados) e os transferidos para fora.

“Temos feito revisões desde o início do modelo, simplificando, melhorando e incluindo a possibilidade de recurso. Esta é a quarta revisão em que estamos alterando duas questões específicas. A mudança na contagem de pacientes em leitos de UTI de macrorregião, para prevalecer o critério de residência, que vinha sendo demandado por estar sendo contabilizado em outra região diferente daquela em que o paciente contraiu o vírus, e uma segunda mudança, que está sendo introduzida hoje, que é uma mudança de ponto de corte de sete indicadores, que era necessário ajustar para as fases mais avançadas da pandemia, como a que estamos vivendo agora”, destacou a coordenadora do Comitê de Dados, Leany Lemos, em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Ao lado do pesquisador Pedro Zuanazzi, do Departamento de Economia e Estatística (DEE), e do diretor da Auditoria do SUS, Bruno Naundorf, Leany também explicou, sobre as alterações no ponto de corte dos indicadores que, nas primeiras semanas do Distanciamento Controlado, um aumento de 50% no número de casos já levaria uma região para bandeira preta, porque o cálculo era sobre baixos índices, por exemplo, de 20 para 30 casos. Atualmente, com a pandemia mais avançada, um aumento de 50% num local com 400 hospitalizações teria de apresentar 200 novas hospitalizações para ficar preta.

“Por isso, precisamos de mais sensibilidade ao modelo, ou seja, com 25% e aumento para cem casos já fica bandeira preta. Estamos dificultando um pouco, estamos trazendo mais calor, mais risco, justamente porque a pandeia está mais avançada e é preciso reduzir esses valores aqui”, acrescentou a coordenadora.

R01, R02 Júlio de Castilhos RS 

Bandeira laranja – Risco médio

A região encontra-se em um dos dois cenários: 1- Média capacidade do sistema de saúde e baixa propagação do vírus ou 2- Alta capacidade do sistema de saúde e média propagação do vírus.

Clique aqui e veja como foi definida a bandeira de cada região.

Levando em conta essas mudanças, das oito regiões que já estavam em bandeira vermelha nesta 12ª rodada, apenas Capão da Canoa, depois de seis semanas consecutivas (desde o dia 23 de junho) classificada com alto risco, passou para laranja – como é mudança para bandeira menos restritiva, já vale a partir deste sábado (1º/8). Assim, permanecem na vermelha Canoas, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Porto Alegre, Taquara, Palmeira das Missões e Passo Fundo.

Quatro regiões – Bagé, Pelotas, Santa Rosa e Santo Ângelo – que nesta semana estavam sob bandeira laranja (risco epidemiológico médio) por terem tido seus recursos acolhidos pelo Gabinete de Crise na última segunda-feira (27/7) foram novamente classificadas preliminarmente com bandeira vermelha.

Lajeado, que estava há 11 rodadas seguidas na laranja, foi a região que registrou piora mais acentuada. Com aumento nos casos de hospitalização por Covid-19 e da ocupação das UTIs, completa a lista da classificação de alto risco.

As regiões que ficaram com bandeira laranja nesta 13ª rodada, juntamente com Capão da Canoa, são Cachoeira do Sul, Cruz Alta, Erechim, Ijuí, Santa Maria, Santa Cruz do Sul e Uruguaiana.

• Clique para a nota técnica com a justificativa da classificação das regiões.

Municípios podem adotar bandeira laranja

Conforme o mapa preliminar, 340 municípios (do total de 497) estão classificados em bandeira vermelha, somando 8.749.268 habitantes, ou seja, 77,2% da população gaúcha (total de 11.329.605 habitantes).

Desses, 170 municípios e (955.905 habitantes, 8,4% do RS) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

• Clique para ver a lista dos municípios enquadrados na Regra 0-0.

Com exceção desses municípios enquadrados na Regra 0-0, as demais prefeituras e associações regionais têm 36 horas – que se encerram às 7h de domingo (2/8) – para apresentar recurso por meio do formulário virtual: https://forms.gle/oToKpupvkrYtLLnz7.

Os pedidos de reconsideração serão avaliados pelas equipes técnicas do governo. A decisão será tomada pelo Gabinete de Crise na segunda-feira (3/8) e, à tarde, o mapa definitivo, vigente a partir de terça (4/8), será divulgado.

DC semana13 mapa com explicações

CLASSIFICAÇÃO PRELIMINAR DA 13ª RODADA

Regiões que apresentam piora:

LARANJA > VERMELHA
• Bagé
• Lajeado
• Pelotas
• Santa Rosa
• Santo Ângelo

Regiões que permanecem iguais:

VERMELHA
• Novo Hamburgo
• Canoas
• Porto Alegre
• Taquara
• Palmeira das Missões
• Passo Fundo
• Caxias do Sul

LARANJA
• Cachoeira do Sul
• Cruz Alta
• Erechim
• Ijuí
• Santa Maria
• Santa Cruz do Sul
• Uruguaiana

Região que apresentou melhora:

LARANJA
• Capão da Canoa

PRINCIPAIS DADOS DA 13ª RODADA

Para o total do Rio Grande do Sul, houve relativa estabilização em diversos indicadores, com exceção do número de óbitos. Novamente, apesar do avanço da doença, a continuidade na abertura de novos leitos no Estado (aumento superior a 90% considerando habilitações em andamento) e a redução dos pacientes internados por causas não relacionadas à Covid-19 resultou em aumento na quantidade de leitos livres.

Como consequência, a razão de leitos livres para cada ocupado por Covid-19 se estabilizou, embora se mantenha ainda abaixo de um leito livre para cada ocupado, o que exige cautela para não permitir novas acelerações no número de internações pela doença no Estado.  Veja outras conclusões:

• número de novos registros de hospitalizações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de confirmados Covid-19 aumentou 1% entre as duas últimas semanas (1.086 para 1.094);
• número de internados em UTI por SRAG aumentou 1% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras (865 para 872);
• número de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS aumentou 1% entre as duas últimas quintas-feiras (996 para 1.002);
• número de internados em leitos de UTI com Covid-19 aumentou 4% entre as duas últimas quintas-feiras (645 para 672);
• número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS aumentou 6% entre as duas últimas quintas-feiras (de 566 para 602);
• número de casos ativos aumentou 9% entre as duas últimas semanas (de 7.125 para 7.793);
• número de óbitos por Covid-19 aumentou 17% entre as duas últimas quintas-feiras (de 315 para 369);
• regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente: Porto Alegre (405), Passo Fundo (106), Caxias do Sul (105), Canoas (104) e Novo Hamburgo (80).

Comparativo entre 2 e 31 de julho

• número de novos registros de hospitalizações confirmados com Covid-19 aumentou 50% no período (729 para 1.094);
• número de internados em UTI por SRAG aumentou 49,8% no Estado no período (582 para 872);
• número de internados em leitos clínicos com Covid-19 no RS aumentou 80,9% no período (554 para 1.002);
• número de internados em leitos de UTI com Covid-19 no RS aumentou 60,8% (418 para 672);
• número de casos ativos aumentou 82% (de 4.281 para 7.793);
• número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 no RS reduziu 7,8% no período (de 653 para 602);
• número de óbitos por Covid-19 acumulados em sete dias aumentou 167% (de 138 para 369).

21ª região do Distanciamento Controlado

O modelo de Distanciamento Controlado dividiu o Rio Grande do Sul em 20 regiões para estabelecer restrições onde e quando forem necessárias. Para a divisão, o governo levou em consideração a existência de hospitais de referência para leitos de UTI.

Com a abertura de 40 novos leitos em Guaíba, Camaquã, Charqueadas e São Jerônimo, que formam a região Carbonífera/Costa Doce, o Estado decidiu acatar o pedido para desmembrá-la da de Porto Alegre, criando uma 21ª região no modelo de distanciamento.

De acordo com o governador Eduardo Leite, a iniciativa ainda será validada com os prefeitos nos próximos dias e, se for acatada, será contabilizada a partir do mapa preliminar da 14ª rodada, a ser divulgado em 7 de agosto.

• Clique aqui e acesse o levantamento completo da 13ª rodada do Distanciamento Controlado

Texto: Vanessa Kannenberg e Suzy Scarton


Beira-Rio receberá a semifinal, mas torcida será de casa! Internacional e Esportivo domingo (02)


A semifinal do segundo turno do Gauchão se aproxima e o Colorado trabalha forte mirando o duelo com o Esportivo. O duelo está marcado para domingo 02 de agosto.

A Prefeitura de Porto Alegre autorizou a realização de jogos na capital gaúcha e, com isso, o Inter enfrentará o Esportivo no Beira-Rio neste domingo (2/8), às 16 horas, pela semifinal do Gauchão. O jogo será realizado sem presença de torcida e com rigoroso protocolo de segurança.

Torça de casa!

Voltamos para o Gigante, não ao normal. Por enquanto, não existe apoio maior do que torcer seguro, em sua residência. Mas fique tranquilo. Quando tudo passar, o Beira estará te esperando para começar a festa!

Fonte e foto Portal Internacional