Fies abre a partir de hoje inscrições para vagas remanescentes

A partir desta segunda-feira , estão abertas as inscrições para vagas remanescentes do Fies , o Fundo de Financiamento Estudantil. Estão sendo ofertadas cerca de 50 mil vagas remanescentes, referentes ao 2º semestre de 2020.  Essas vagas não foram preenchidas nas edições de 2020 dos processos seletivos regulares. Nos dois primeiros dias de inscrição, nesta … Leia Mais


Empate com o Flamengo no Beira-Rio em 2 a 2. Com o resultado, o Colorado, dono de 35 pontos, segue na liderança nacional.


Inter e Flamengo empataram por 2 a 2 no Beira-Rio, na noite deste domingo (25/10), em partida da 18ª rodada do Brasileirão. Marcado por arbitragem infeliz de Wilton Pereira Sampaio, que ofereceu sete minutos de acréscimos para o empate dos visitantes, o duelo contou com gols de Abel Hernández e Thiago Galhardo para o Clube do Povo. Com o resultado, o Colorado, dono de 35 pontos, segue na liderança nacional.

Ritmo alucinante

A primeira dezena de minutos da partida correu de maneira alucinante. Dono das ações que abriram a partida, o Clube do Povo criou duas chances claras em cinco minutos, a primeira com Abel, a segunda dos pés de Heitor. Na sequência, aos sete, não houve vacilo do lado vermelho, somente de parte dos cariocas. Isla tentou driblar Patrick e teve a posse tomada pelo Pantera, que invadiu a área rival e rolou para Abel completar em direção à meta aberta. Curta, a vantagem alvirrubra foi encerarda aos 10 por Pedro, em gol de fora da área.

A igualdade no marcador encontrou reflexo dentro de campo. Durante a casa dos 10 minutos, a posse de bola das duas equipes esteve bastante próxima, ocasião aproveitada pelo Colorado para tomar um ar e renovar o fôlego antes de retomar a marcação pressão na saída de jogo carioca. O aperto foi reiniciado aos 20, e logo na sequência, após Abel apertar Gustavo Henrique, Galhardo ficou com a sobra para, cara a cara com Hugo, finalizar em direção às redes. Após o tento, as duas equipes voltaram a criar oportunidades, o Inter inclusive marcou novo gol, anulado por impedimento de Thiagol, mas o placar não voltou a ser alterado.

Protagonismo para o apito

Wilton Pereira Sampaio minou a partida na etapa final. Exibindo critério excessivamente rigoroso para punir o Inter, contrastante à leniência oferecida aos visitantes, o homem do apito amarelou jogadores colorados demais, enquanto permitia aos rubro-negros tudo. Dentro de campo, o Flamengo tratava de igualar o marcador e, para isso, adotava postura muito ofensiva. O Clube do Povo, por outro lado, assustava em contra-ataques perigosíssimos. No encerramento do prélio, absurdos sete minutos cumpriram seu objetivo: o empate visitante.

Melhores momentos – primeiro tempo

1min – PRA FOOOORA! QUE FATIADA, ZÉ! Zagueiro dono da 35 colorada inverte o jogo para Heitor, que vai ao fundo e cruza. A zaga corta, mas o rebote é do lateral, que levanta na cabeça de Abel. Número 99 manda pela linha de fundo, com muito perigo.

2min – MILAAAAAAAAGRE! Galhardo faz pivô maravilhoso para Heitor, que invade a área e manda rasteiro, no cantinho. Hugo salva os visitantes!

5min – OUSOU! Lindoso lança Galhardo nas costas da adiantada linha rival. Camisa 17 domina partindo do centro para a esquerda, percebe a saída de Hugo e tenta por cobertura. Atento, goleiro faz a defesa em dois tempos.

7min – GOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO CLUBE DO POVO! É DO COLORADO ALEGRIA DOS NOSSOS CORAÇÕES! A ACADEMIA DO POVO ESTÁ NA FRENTE, E O NOME DO GOL É ABEL HERNÁNDEZ! Patrick pressiona em cima, incomoda a saída de jogo rubro-negra. Isla tenta o drible para trás e tem a carteira tomada pelo Pantera, que invade a área pela esquerda e cruza rasteiro. No retângulo pequeno aparece Abel Hernández, que completa para a meta vazia. Inter na frente!

https://www.facebook.com/scinternacional/posts/3569935333045692

8min – Cartão para Lindoso, falta em Arão.

10min – Pedro avança com liberdade e, de frente para a área colorada, manda rasteiro, no canto. Tudo igual.

14min – Amarelo para Danilo Fernandes. Do banco, goleiro é advertido por reclamação.

24min – GOOOOOOOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! É DO MEU ARTILHEIRO, É O SEGUNDO DO CLUBE DO POVO, É DE THIAGOL! Abel Hernández pressiona Gustavo Henrique pela esquerda da defesa carioca. O zagueiro hesita, a bola é espirrada e sobra com Thiagol, que domina de cabeça e, cara a cara com Hugo, finaliza rasteiro. Academia do Povo abre 2 a 1 no Beira-Rio!

29min – Lomba! Isla invade a área colorada pela direita e cruza na linha da pequena área. Pedro cabeceia, mas com pouca força, nas mãos do goleiro colorado.

37min – SAAAAAAAAALVA, HUGO! Heitor, que linda bola! Em profundidade, nas costas de Filipe Luís, lateral-direito lança Galhardo, que invade a área e manda rasteira, cruzada. Goleiro rival salva, uma vez mais, os visitantes.

38min – POR CIIIIMA! Patrick faz fila, costurando do centro para a esquerda, vai ao fundo, deixa Isla no chão e cruza na pequena área. Natan corta, mas a sobra fica com Galhardo, que domina no peito e tenta de bicicleta. Passou perto!

41min – SERIA UM GOL HISTÓRICO! Após triangulação com Edenilson e Marcos Guilherme, pela direita, Heitor percebe Thiago Galhardo nas costas da zaga e passa rasteiro. Camisa 17 sai de frente com Hugo e toca linda bola por cobertura, de ganchinho. Ela entra, mas a jogada é anulada por impedimento de Thiagol.

42min – Amarelo para Vitinho: carrinho forte em Zé Gabriel.

45min – Mais três minutos. Vamos a 48!

47min – Falta! Gustavo Henrique acerta carrinho forte no tornozelo de Abel. Amarelo para ele.

49min – Começa o intervalo, acaba o primeiro tempo!


Segundo tempo

2min – Gerson acerta o cotovelo no rosto de Moledo. Árbitro nada marca.

4min – POOOOOOSTE! Edenilson cruza da direita para a entrada da área. Por ali, Abel Hernández ajeita em Marcos Guilherme, que chega batendo de primeira, colocado. A bola, teimosa, explode na trave esquerda de Hugo.

6min – Pedro tenta de voleio, pela direita da área colorada. A bola toma muita força e vai por cima do travessão carioca.

9min – Moledo! Camisa 4 não dá descanso para Pedro, que invade a área colorada. Apertado, porém, sai com bola e tudo.

12min – No travessão! Pedro recebe de Isla, faz o giro e manda a bomba. Lomba salva. No rebote, Filipe Luís chega emendando de primeira e acerta o poste superior.

16min – PRA FOOOOOOORA! Edenilson progride pelo centro e percebe Patrick, livre nas costas de Isla. O Pantera domina, invade a área e manda cruzado, rasteiro. A bola tira tinta do poste esquerdo de Hugo.

18min – SALVA, GERSON! Galhardo escapa em contra-ataque rápido para o Inter e serve Patrick, que invade a área mas, no momento de arrematar, é desarmado pelo 8 do Flamengo.

20min – HEITOR! Vitinho é lançado nas costas da zaga colorada, dribla Lomba e finaliza rasteiro. Lateral-direito tira em cima da linha, ela sobra com Pedro, que também tem seu chute afastado sobre a linha fatal, uma vez mais pelo dois do Inter.

22min – Dupla troca no Inter. Entra Dourado, sai Marcos Guilherme. No ataque, quem vem é D’Alessandro. Deixou o campo Abel. Com as mudanças, Edenilson é deslocado para a direita da trinca de meio-campistas.

23min – Lomba recebe o amarelo.

25min – Galhardo e Natan recebem o amarelo por desentendimento.

29min – Moledo leva o amarelo.

32min – Amarelo para Dourado.

32min – Galhardo deixa o campo para a entrada de Pottker.

36min – Arão recebe o amarelo por falta em Patrick.

38min – Dupla troca no Inter. Moisés por Uendel, Musto na vaga de Lindoso.

42min – Arão deixa o campo, vem Michael. Vitinho sai para a entrada de Lincoln.

45min – Absurdos sete minutos adicionais.

46min – Everton Ribeiro faz boa jogada pela direita e cruza em Gustavo Henrique, que desvia no contrapé de Lomba. A bola passa perto, mas sai em tiro de meta.

50min – Everton Ribeiro empata para o Flamengo.

52min – Mais dois.

54min – Partida encerrada.


Ficha técnica:

Internacional (2): Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Zé Gabriel e Uendel (Moises); Rodrigo Lindoso (Musto), Marcos Guilherme (Rodrigo Dourado), Edenilson e Patrick; Thiago Galhardo (Pottker) e Abel Hernández (D’Alessandro). Técnico: Eduardo Coudet.

Flamengo (2): Hugo; Isla, Gustavo Henrique, Natan e Filipe Luís; Thiago Maia, Willian Arão (Michael), Everton Ribeiro, Vitinho (Lincoln) e Gerson; Pedro. Técnico: Domènec Torrent.

Gols: Abel Hernández, aos sete minutos do primeiro tempo, e Thiago Galhardo, aos 24 minutos do segundo tempo (I). Pedro, aos 10 minutos do primeiro tempo, e Everton Ribeiro, aos 50 minutos do segundo tempo (F).

Cartões amarelos: Tiago Maia, Arão, Natan, Gustavo Henrique e Vitinho (F). Rodrigo Lindoso, Rodrigo Moledo, Thiago Galhardo, Marcelo Lomba, Rodrigo Dourado e Danilo Fernandes (I).

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires. VAR: Elmo Alves Resende Cunha.

Estádio: Beira-Rio.

Fonte Portal Internacional Crédito: Ricardo Duarte


Grêmio vira sobre o Athlético-PR fora de casa e soma três pontos no Brasileirão. Thiago Heleno (contra) e Ferreira marcaram os gols do triunfo gremista


O Grêmio venceu o Athlético-PR em partida válida pela 18º rodada co Campeonato Brasileiro 2020. Com gols contra do zagueiro Thiago Heleno e do atacante Ferreira, o Tricolor somou mais três pontos na competição. Com o resultado, o Grêmio chega a 24 pontos na tabela. Confira abaixo tudo o que rolou na partida:

Primeiro tempo:

Os primeiros minutos da partida foram muito disputados, porém, com pouca inspiração técnica por parte de ambas as equipes. Com poucas chances de gols, a partida se concentrou na parte intermediária do gramado  da Arena da Baixada. Aos 30 minutos do primeiro tempo, o atacante Éverton tomou o primeiro cartão para o Tricolor. Aos 40 minutos, uma disputa aérea entre o meia Thaciano e o atacante Nikão preocupou os departamentos médicos, mas nada grave foi constatado no choque.

Na sequência, o Grêmio criou a grande chance da primeira etapa até aqui. Aos 42 minutos, o atacante Luiz Fernando fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro onde estava colocado o atacante Isaque, que finalizou por sobre a meta do goleiro Santos. No lance seguinte foi a vez do Athlético Paranaense chegar e marcar seu primeiro gol no jogo. Após lançamento do zagueiro Thiago Heleno para o campo de ataque, Carlos Eduardo dominou no peito e driblou o zagueiro Rodrigues antes de finalizar no ângulo do goleiro Paulo Victor. Um a zero para o Athlético em Curitiba.

O primeiro tempo seguiu até seu final sem muitas chances para ambas equipes.

Segundo tempo:

O técnico Renato Portaluppi colocou o atacante Pepê no jogo no lugar de Éverton. E a alternativa buscada pelo treinador deu resultados logo nos primeiros minutos de bola rolando. Aos 2′, o atacante Luiz Fernando cruzou a bola pela esquerda e o goleiro Santos acabou espalmando a bola no corpo do zagueiro Thiago Heleno que voltou para o gol paranaense. Empate gremista na Arena da Baixada! Gol contra de Thiago Heleno!

O Grêmio permaneceu no campo do adversário, que pouco ofereceu perigo ao gol Tricolor. Aos 20 minutos, em cobrança de falta, o volante Lucas Silva teve a chance, mas mandou longe da meta defendida pelo goleiro Santos. O técnico Renato alterou seu time novamente ao colocar Ferreira no lugar de Luiz Fernando. E logo em sua primeira jogada, o atacante foi pra cima dos zagueiros paranaenses e acabou finalizando por cima do gol de Santos.

Aos 42 minutos do segundo tempo foi a vez do Grêmio virar o jogo pra cima do Athlético-PR. Em lançamento do goleiro Paulo Victor, o atacante Ferreira se livrou da marcação de Thiago Heleno e, cara a cara com o goleiro Santos, só deu um toque de perna direita para desviar do goleiro. Vira-vira na Arena da Baixada! Grêmio 2 a 1 pra cima do Athlético! Ferreira o nome do segundo gol!

Fim de jogo em Curitiba! Vitória gremista na Arena da Baixada!

Fonte Portal Grêmio Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA


Conmebol sorteia agora confrontos da Libertadores e Sul-Americana, 1: Guaraní (PAR) x Grêmio e 4: Internacional x Boca Juniors (ARG)


Nove clubes brasileiros conhecem seus adversários nas competições.

Duelos das oitavas de final da Libertadores definidos! Grêmio, Palmeiras, Flamengo e Santos decidem em casa, enquanto Athletico e Internacional jogam a segunda partida como visitante. Para as quartas de final, o vencedor das Oitavas 1 enfrenta o vencedor das Oitavas 2, o da 3 pega o 4, o 5 pega o 6 e o 7 pega o 8.

Oitavas 1: Guaraní (PAR) x Grêmio

Oitavas 2: Independiente del Valle (EQU) x Nacional (URU)

Oitavas 3: Delfín (EQU) x Palmeiras

Oitavas 4: Internacional x Boca Juniors (ARG)

Oitavas 5: Racing (ARG) x Flamengo

Oitavas 6: Libertad (PAR) x Jorge Wilstermann (BOL)

Oitavas 7: Athletico x River Plate (ARG)

Oitavas 8: LDU (EQU) x Santos

Fonte e foto Conmebol Libertadores Redes sociais


Inter derrotado em Santiago-CHI. Com o resultado, o Inter avança para as oitavas da América na segunda colocação da chave E.


O Clube do Povo visitou, nesta quinta-feira (22/10), a Universidad Católica-CHI, em partida da sexta rodada da fase de grupos da Libertadores. Iniciado às 21h30, o confronto, sediado no Estádio San Carlos de Apoquindo, teve o 2 a 1 para os mandantes como placar final, gols de Zampedri, duas vezes, para os chilenos, e D’Alessandro do lado colorado. Com o resultado, o Inter avança para as oitavas da América na segunda colocação da chave E.

O adversário do Clube do Povo nas oitavas de final será revelado no final da manhã desta sexta-feira (23/10), após sorteio na sede da CONMEBOL. Antes disto, o Inter volta a campo, no próximo domingo (25/10), diante do Flamengo, no Beira-Rio. O duelo integra a 18ª rodada do Brasileirão.


Etapa inicial aberta

O jogo transcorreu de maneira extremamente franca em seus 45 minutos iniciais. A cada ataque de um lado, o outro respondia com perigosa oportunidade. Postado, sem a bola, com duas linhas de quatro, o Clube do Povo contava com interessante movimentação de D’Alessandro e Pottker para abrir espaços na linha de defesa rival: o camisa 7 partia da ponta direita para formar a dupla de ataque com Yuri, enquanto D’Ale, que formava a linha de frente na pressão à saída de jogo adversária, descia para o meio de campo, bagunçando a zaga chilena.

Exatamente a partir destas movimentações o Inter chegou ao primeiro gol da partida. Pottker escapou pela direita, progrediu até a área rival e, dentro do grande retângulo, cruzou rasteiro. A zaga afastou em escanteio, cobrado por D’Ale na primeira trave. O alvo era Musto, derrubado por Pinares. Pênalti, convertido pelo camisa 10 e ídolo colorado. No minuto seguinte, porém, os locais igualaram o resultado através de Pinares. O tento suscitou o melhor momento da Católica no jogo, o qual durou uma dezena de minutos e foi sucedido por encerramento de etapa bastante parelho e faltoso.


Segundo tempo truncado

O ritmo visto na etapa inicial foi completamente alterado no segundo tempo, que correu truncado em seus movimentos de abertura. Superada a casa de 20 minutos de partida, Yuri Alberto criou duas ótimas oportunidades, salvas não por Dituro, e sim pela zaga rival, uma em cima da linha. O passar do tempo tornou o Inter uma equipe cada vez mais ofensiva, mas que, ao mesmo tempo em que pressionava, cedia espaços na defesa. Uma lacuna foi aproveitada por Puch, que cruzou para Zampedri marcar, na segunda tentativa, o último gol da noite, anotado de bicicleta.


Melhores momentos – primeiro tempo

3min – Inter pressiona! Peglow cruza da esquerda, aberta, na medida para Pottker, que tenta de voleio. O camisa 7 não acerta em cheio, mas fica com a sobra de corte parcial da zaga, corta para o centro e arrisca. Bloqueada, a bola fica, em definitivo, com os locais.

4min – Parot recebe na intermediária ofensiva colorada e finaliza cruzado. Puch antecipa a marcação e, de carrinho, desvia. Sem direção, a bola sai em tiro de meta para o Inter.

12min – Inter roda a bola por mais de dois minutos no campo de ataque. De frente para a área, Musto percebe infiltração de Yuri e serve em profundidade. Camisa 40 domina e, rente à linha de fundo, cruza rasteiro, para trás. Nenhum colorado consegue completar, e a sobra é da zaga chilena, que afasta de qualquer maneira.

13min – Parot cruza da esquerda. Na segunda trave, Lezcano arremata, mas não pega em cheio. Pela linha de fundo? É tiro de meta!

17min – MILAAAAAGRE DE DITURO! Nonato pressiona a saída de bola adversária e intercepta lançamento. A sobra, pela esquerda da grande área chilena, fica com Yuri, que serve D’Alessandro. Em velocidade, o camisa 10 finaliza de primeira, de canhota, e exige grande defesa do goleiro rival.

19min – Pinares recebe pela direita, corta para o centro e chuta buscando o ângulo cruzado. A bola explode no travessão e, após corte da defesa colorada, o autor do arremate acerta carrinho violento em Peglow e recebe amarelo.

21min – Pottker escapa do campo de defesa, deixa a marcação de Parot para trás, invade a grande área e cruza rasteiro. Zaga corta em escanteio.

22min – PÊNALTI PARA O INTER! D’Alessandro cobra o escanteio da direita na primeira trave. Musto é empurrado por Pinares, que ainda bloqueia o cabeceio do camisa 5 colorado com a mão. Árbitro aponta, mas faltou o amarelo, que seria segundo para o atleta chileno.

24min – GOOOOOOOOOL DO INTERNACIONAL! GOOOOOOOOL DO CLUBE DO POVO! É DE D’ALESSANDRO, É DE D10S, É DO ARGENTINO COM MAIS PARTIDAS EM LIBERTADORES NA HISTÓRIA! Camisa 10 colorado cobra no centro do gol, seguro. Dituro cai no canto e sequer chega próximo à bola. Inter na frente!

25min – Zampedri toma a posse de bola, avança pelo centro do campo e arremata. Ela desvia em Cuesta, encobre Lomba e morre nas redes gaúchas.

26min – Cuesta recebe o amarelo por falta em Zampedri.

29min – Recebe o amarelo D’Alessandro.

31min – Puch emenda de bicicleta na área colorada. A bola buscava o ângulo direito de Lomba, que, seguro, manda por escanteio.

36min – UH! Inter tem falta frontal, que D’Alessandro cobra direto, tentando surpreender Dituro. A bola sai tirando tinta da trave direita de Dituro.

38min – Jogada ensaiada! Peglow cobra falta pela direita da intermediária. A bola ia na segunda trave, na direção de Pottker, mas Huerta consegue desviar pela linha de fundo. Corner.

43min – Amarelo para Peglow. Juiz adota critério bastante caseiro neste primeiro tempo.

45min – Mais dois. Vamos a 47!


Segundo tempo

7min – Rebolledo recebe na entrada da área e tenta o arremate. Cruzada, rasteira, bola sai pela linha de fundo.

10min – Muda o Inter: entram Edenilson e Marcos Guilherme, saem Pottker e Peglow.

13min – SAAAAALVA, DITURO! Marcos Guilherme recebe na entrada da grande área e espicha com Rodinei, que invade o retângulo e manda chute forte. Dituro espalma e encaixa no rebote. Boa chegada!

14min – Finalmente… Huerta caça D’Alessandro e, enfim, é punido com amarelo.

18min – Sem a bola, Zampedri acerta Moledo. Amarelado.

26min – Duas substituições no Inter: Bruno Praxedes e Galhardo entram, Nonato e D’Alessandro saem.

27min – EM CIMA DA LINHA! Yuri Alberto intercepta recuo da zaga para o goleiro Dituro, dribla o arqueiro e, mesmo sem ângulo, finaliza de canhota. Ela tinha o caminho do gol mas, literalmente sobre a linha fatal, Huerta dá um carrinho e tira a bola do destino artilheiro.

28min – LOMBA! Cruzamento da direita, de Rebolledo, chega em Pinares, que desvia para a pequena área. Por ali, Zampedri acerta de canela. Goleiro colorado salva.

31min – SAAAAAALVA A ZAGA! Edenilson puxa contra-ataque maravilhoso e, em frente à área rival, serve Yuri Alberto, que invade o retângulo e, no momento de completar para as redes, é travado por carrinho salvador de Puch. Canto bola!

33min – Coudet faz a quinta e última alteração. Vem Jussa, sai Uendel.

34min – Rodinei recebe o amarelo por falta em Puch.

41min – Amarelo para Parot.

43min – Puch desarma Cuesta, invade a área pela direita e cruza. Moledo, salvador, corta, mas o rebote é de Zampedri, que emenda, de bicicleta, para as redes.

44min – Jussa recebe o amarelo.

45min – Mais cinco. Vamos a 50.

47min – Fuenzalida acerta Musto e recebe o amarelo.

50min – Encerrada a partida.


Ficha técnica:

Universidad Católica (1): Dituro; Rebolledo, Lanaro, Huerta e Parot; Saavedra, Fuenzalida e Pinares; Puch, Zampedri e Lezcano. Técnico: Ariel Holán.

Internacional (2): Marcelo Lomba; Rodinei, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel (Jussa); Musto, Nonato (Praxedes) D’Alessandro (Galhardo) e Peglow (Marcos Guilherme); Pottker (Edenilson) e Yuri Alberto. Técnico: Eduardo Coudet.

Gols: D’Alessandro, aos 24 minutos do primeiro tempo (I). Zampedri, aos 25 minutos do primeiro tempo, e aos 43 minutos do segundo tempo (U).

Cartões amarelos: Pinares, Zampedri, Parot, Fuenzalida e Huerta (U). D’Alessandro, Peglow, Rodinei e Victor Cuesta (I).

Arbitragem: Mauro Vigliano, auxiliado por Cristian Navarro e Julio Fernández

Estádio: San Carlos de Apoquindo-CHI.

Fonte Portal Internacional  Fotos Crédito: Ricardo Duarte


Grêmio empata em 1 a 1 com o América de Cali e encerra primeira fase como líder do Grupo E. Tricolor empatou em 1 a 1 e teve Kannemann expulso na etapa final


O Grêmio encerrou na noite desta quinta-feira, na Arena, a fase de grupos da Copa Libertadores da América. O Tricolor entrou em campo com um time um pouco modificado, para encarar o América de Cali, em sua última partida nesta etapa da competição. Com gol de pênalti no último lance, marcado por Diego Souza, os gremistas empataram em 1 a 1 e finalizaram líderes do Grupo E.

O início da partida foi de muito equilíbrio, sem grandes oportunidades claras no ataque, para os dois lados A primeira chance do Tricolor saiu aos 9 minutos, pela direita, com Victor Ferraz acionando Orejuela quase na entrada da área, mas a defesa colombiana conseguiu o corte preciso e anulou a jogada. Já aos 14’, Orejuela foi novamente acionado na ponta direita, partiu em direção a linha de fundo e chutou cruzado. A bola passou com muito perigo e saiu à direita da meta defendida por Graterol.

Com 23’ jogados, o Grêmio teve uma oportunidade desta vez em bola parada. Lucas Silva cobrou, chutando forte e rasteiro, mas a bola passou raspando a trave esquerda e saiu. Do outro lado, aos 30’, os colombianos chegaram pela primeira vez com Arrieta pela meia direita – o lateral finalizou o rebote, mas mandou fraco e a bola saiu à direita da meta de Vanderlei.

O América teve uma falta frontal a seu favor, passados 32 minutos. Carrascal cobrou, mandando direto, mas por sobre o gol tricolor, sem perigo. Três minutos depois, o Grêmio teve um escanteio a seu favor. Robinho levantou na área, Kannemann tentou desviar, mas a bola foi afastada pela defesa.

Aos 40’, os adversários tentaram com Vergara, que saiu em velocidade pela esquerda e acionou Carrascal, que chutou forte, mas mandou pra fora. Em seguida, em uma nova chance, o time visitante chegou em cobrança de falta. Perez cobrou, mas a bola explodiu no meio da barreira. 

O Grêmio voltou um pouco mais ofensivo para a etapa complementar, com as alterações promovidas no intervalo pelo técnico Renato Portaluppi. Isaque e Luiz Fernando ocuparam os lugares de Lucas Silva e Orejuela. Antes do minuto inicial, o Tricolor já levou perigo, quando Pepê acionou Luiz Fernando na entrada da área. O atacante recebeu, girou e finalizou, mas pra fora. Em seguida, foi a vez de Pepê mandar a gol, mas a defesa desviou e a bola saiu a escanteio.

Aos 3’, mais uma chance gremista, quando Pepê desceu pela esquerda e cruzou. A bola chegou a Robinho que mandou uma bomba, mas por sobre a meta.

Depois de uma boa jogada trabalhada pela direita, Luiz Fernando foi derrubado na área e a arbitragem assinalou pênalti. Robinho cobrou, mas o goleiro defendeu, aos 7 minutos. No lance, o arqueiro colombiano logo lançou o time em contra-ataque. Vergara recebeu e tentou um cruzamento, mas Kannemann desviou, acabando por marcar contra e colocando a equipe visitante na frente.

Com 25’, Victor Ferraz colocou na área para Éverton. O atacante tentou o domínio, mas a bola acabou se perdendo pela linha de fundo. No lance seguinte, O Tricolor desceu pela direita, Diego Souza fez um cruzamento preciso para Éverton, que desviou de cabeça, mas a bola saiu à direita da meta.

Próximo aos 40 minutos, o Grêmio teve uma falta a seu favor. A bola foi levantada na área, direto nas mãos do goleiro colombiano, que fez a defesa.

O Tricolor ainda tentou o gol de empate com Ferreira, que invadia a área, dividiu com a marcação e acabou se desequilibrando na área, mas nada foi assinalado.

Na reta final da partida, Kannemann acabou expulso após se estranhar com Cabrera.

Aos 53 minutos, no último lance da partida, o Tricolor teve um pênalti a seu favor. Diego Souza foi para a cobrança e converteu, mandando no canto direito da meta colombiana, decretando o empate em 1 a 1 na Arena.

Com o resultado negativo, o Tricolor encerra a fase de grupos da Libertadores como primeiro colocado do Grupo E.

Fonte Portal Grêmio Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA