Brasileirão terá bola do Outubro Rosa 2018. Na 29ª rodada do Brasileirão, a bola do Outubro Rosa será usada em todos os jogos, nos dias 13, 14 e 15


A campanha do Outubro Rosa 2018 ganhou um reforço dentro dos gramados do Brasileirão. A CBF produziu bolas especiais para fortalecer a mensagem de combate ao câncer de mama e ajudar na conscientização das mulheres para a realização dos exames preventivos.

Na 29ª rodada do Brasileirão, a bola do Outubro Rosa será usada em todos os jogos, nos dias 13, 14 e 15. O grafismo personalizado, com todos os detalhes na cor da campanha, foi aplicado no modelo Brasil CBF Nike Ordem V, pelota oficial do Campeonato Mais Equilibrado do Mundo.

Com uma câmara atualizada, a bola proporciona excelente sensação e toque aos jogadores. Seus cortes Nike Aerowtrac criam um voo preciso nos lançamentos. Ela tem uma camada de espuma que garante consistência e maciez em todas as condições climáticas e de gramado. A precisão geométrica distribui a pressão de maneira uniforme e oferece grande oportunidade para chutes poderosos.

A cor do Outubro Rosa, o selo de certificação FIFA Quality Pro, a logomarca da CBF, a identificação Nike Ordem e o ano da edição (2018) são os principais itens de personalização da nova bola, composta por cobertura de material sintético (40%), borracha (30%) poliuretano (20%) e algodão (10%).

Mais sobre o Outubro Rosa

Na década de 1990, o movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada, anualmente, com o objetivo de compartilhar informações, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

O Instituto Nacional de Câncer (INCA) participa do Outubro Rosa desde 2010, com eventos técnicos, debates e apresentações sobre o tema, além de produzir materiais e recursos educativos para disseminar informações sobre prevenção e detecção precoce da doença.

Créditos e foto: Lucas Figueiredo/CBF




Na reta final da partida, Grêmio empata com o Bahia. Juninho Capixaba e Jael marcaram para o Tricolor


A noite deste sábado foi de Campeonato Brasileiro na Arena. O Grêmio empatou em 2 a 2 com o Bahia, na partida válida pela 28ª rodada da competição.

O jogo começou complicado para os gremistas, que logo aos 2 minutos sofreram um gol. Os baianos conseguiram abrir o marcador com Élber, de cabeça. Jogando fechado, dificultaram a vida do Tricolor, que tentou criar, mas acabou barrado pela marcação. Cícero chegou a marcar o gol de empate no primeiro tempo, mas foi anulado pela arbitragem por impedimento.

Na etapa complementar, o Grêmio voltou melhor. O jogo foi mais intenso, com muitas faltas cometidas pelos adversários, tanto que tiveram um jogador expulso. Mas mesmo assim, o time baiano foi quem conseguiu primeiro os resultados. Aos 21 minutos, Élber marcou pela segunda vez na partida.

Mas os gremistas buscaram o empate. Na reta final, aos 38′, Marinho sofreu uma falta, cobrou e a bola chegou a Alisson, que deu um bom passe para Juninho Capixaba, por trás da defesa. O lateral recebeu e finalizou, descontando. Logo no lance seguinte, Marinho invadiu a área passou entre dois marcadores e sofreu uma falta. A arbitragem assinalou pênalti. Na cobrança, aos 41′, Jael mandou no canto direito de Douglas, empatando o jogo.

Com o resultado, Grêmio chega a 51 pontos e ocupa a 5ª posição na tabela.

Primeiro Tempo

No primeiro minuto de jogo, pelo lado esquerdo Everton recebeu e deu passe para Luan no bico da grande área. O camisa 7 dominou, cortou pra perna direita e chutou, mas a bola explodiu na marcação e ia sobrando para Everton, mas o goleiro adversário saiu para fazer a defesa.

Em resposta, aos 2 minutos, em cobrança de lateral a bola foi colocada na área, Nilton desviou no primeiro poste e Élber mandou de cabeça para o fundo das redes, abrindo o placar.

Já aos 6 minutos, o Grêmio tentou com Juninho pela esquerda. O lateral acionou Everton, que cruzou fechado. A bola passou por Alisson, mas Douglas fez a defesa.

Em um lance de desatenção, quase que o time baiano assinalou o segundo. Gilberto recebeu um passe de Élber, invadiu a área e chutou, com perigo, próximo a trave direita de Grohe.

O Grêmio, por sua vez, respondeu e quase chegou ao empate, aos 9 minutos. Luan recebeu de Alisson, que avançou pelo meio e tabelou com Jael. A bola sobrou para Alisson, que mandou por cobertura, mas Nino Paraíba conseguiu salvar em cima da linha.

Aos 13 minutos, o Bahia chegou mais uma vez com um escanteio na marca penal, mas Marcelo Grohe conseguiu afastar o perigo.

Um minuto depois, o Tricolor teve uma falta da intermediária, pela meia direita.  Luan colocou na área, Cícero desviou de cabeça, buscando o ângulo esquerdo de Douglas, mas a bola foi para fora, com muito perigo.

Aos 21′, Luan cobrou escanteio, a zaga desviou e a bola sobrou para Everton, que arrematou, mas em cima da marcação. Logo em seguida, mais uma falta a favor dos gremistas, agora pelo lado esquerdo de ataque. Na cobrança, Luan colocou na área, Cícero desviou de cabeça e marcou o gol. A arbitragem assinalou, mas o bandeira anulou o gol, com 23′.

Os adversários tentaram novamente com agora com Nilton, que recebeu com liberdade no meio e chutou. Grohe defendeu.

Aos 31′, o Grêmio ameaçou com um chute de longa distância de Everton, mas a bola subiu demais. Ainda assim, assustou os visitantes.

O Bahia teve mais uma chance em escanteio pela direita. A bola foi colocada na boca do gol e afastada pela zaga gremista.

Aos 35′, Maicon deu bom passe para Alisson, que foi a linha de fundo e cruzou na pequena área, no primeiro poste, mas a defesa adversária conseguiu cortar.

Mais perigo na área gremista. Ramires fez um cruzamento na área, Gregore tentou de carrinho, mas dividiu com Kannemann, que acabou sofrendo falta.

Substituição: Saiu Everton, entrou Marinho, aos 44′.

Na reta final, Marinho tentou um lançamento para Jael, dentro da pequena área, mas Douglas abandonou a meta e fez a defesa.

Jogo finalizou aos 49′.

Segundo Tempo

O Grêmio voltou a campo com mais uma alteração. Saiu Marcelo Grohe e entrou Paulo Victor.

Aos 2 minutos de jogo, o Tricolor ameaçou e levou perigo ao campo de defesa baiano. Juninho Capixaba cruzou dentro da área para Jael, que tentou a finalização, mas Douglas defendeu. Em seguida, os gremistas tiveram uma falta próximo a grande área. Luan cobrou bem, mas o arqueiro adversário voou para espalmar e impedir o gol de empate.

O Grêmio teve mais uma oportunidade em falta, agora da esquerda. Luan bateu direto, Douglas defendeu e no rebote, zaga conseguiu o corte, com 7 minutos. Em mais uma falta, aos 12′, Luan colocou a bola bem viajada na área para mais uma defesa do arqueiro adversário.

Pressionando, mais uma chance criada, agora pela esquerda. Juninho cruzou para Alisson, que tentou girar com a bola, mas acabou perdendo o tempo e a zaga fez o corte, aos 15′. Os baianos também buscaram responder. Élber recebeu e alçou na área para Edigar, mas por sorte, mandou muito forte. No lance seguinte, Gregore arrematou da entrada da área. Paulo Victor defendeu.

Aos 21 minutos, o Bahia conseguiu chegar ao segundo gol com Élber, novamente. No lance, Léo cruzou na área, Kannemann cortou, mas a bola sobrou para Zé Rafael, que chutou cruzado encontrando Élber. O atacante completou a gol.

Aos 25′, Luan fez um cruzamento na área, mas a defesa cortou. Em seguida, Capixaba colocou na área, Cícero subiu, mas Lucas Fonseca afastou. A sobra ficou com Marinho, que chutou forte, por sobre a meta.

Substituição: Saiu Maicon, entrou André, aos 27′.

Trocando passes, o Grêmio chegou bem pela direita, até que a bola chegou a Marinho, que finalizou. Houve o desvio em Gregore antes de sair pela linha de fundo, mas a arbitragem assinalou apenas tiro de meta.

Com 34′, o Tricolor chegou com Marinho, que recebeu de Luan e chutou forte, mas carimbou a marcação de Lucas Fonseca. Dois minutos depois, Marinho ajeitou para Cícero, que chutou, mas ele mandou no meio do gol, facilitando a defesa de Douglas.

Aos 38′, Marinho sofreu uma falta, cobrou e a bola chegou a Alisson, que deu um bom passe para Juninho Capixaba, por trás da defesa. O lateral recebeu e finalizou, descontando para o Tricolor.

No lance seguinte, Marinho invadiu a área passou entre dois marcadores e sofreu uma falta. A arbitragem assinalou pênalti. Na cobrança, aos 41′, Jael mandou no canto direito de Douglas, empatando o jogo.

O Grêmio seguiu pressionando e buscando a virada. Aos 46′, Marinho acionou André na área, que dominou e chutou no gol, mas defensor afastou.

O Bahia ainda teve uma chance com Zé Rafael, que chutou com muito perigo, no ângulo. Paulo Victor fez boa defesa.

Jogo finalizou aos 51′.

Portal Grêmio Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA