Conmebol divulga datas e horários das semifinais da Libertadores: Torcida gremista já sabe quando verá sua equipe pela semifinal da Libertadores.

A torcida gremista já sabe quando verá sua equipe pela semifinal da Libertadores. A Conmebol divulgou, na noite desta sexta-feira, as datas e horários dos confrontos das semifinais da competição deste ano. O Grêmio visita o Barcelona em Guayaquil na quarta-feira, dia 25 de outubro, às 21h45, e recebe os equatorianos em Porto Alegre no … Leia Mais



Agora é semi final, na raça Grêmio vence o Botafogo. Com gol de Lucas Barrios, Tricolor bateu o time carioca por 1 a 0


Diante de um público de 50.517 torcedores, o Grêmio encarou o Botafogo na Arena, pelo segundo jogo das quartas de final da Conmebol Libertadores Bridgestone. Na raça, na garra e na vontade de buscar o tricampeonato, venceu o time carioca por 1 a 0.

A tensão estava presente nos 45 minutos iniciais, o que resultou em um jogo muito disputado, com ambas equipes chegando várias vezes com perigo ao ataque. Os cariocas vieram com a proposta de marcar e pressionar a saída de bola gremista. A melhor chance do Grêmio saiu dos pés de Fernandinho, aos 21′, que colocou uma bola na trave. O Fogão também criou um lance semelhante dois minutos depois – Roger acertou o poste. Renato viu-se obrigada a fazer a primeira alteração, aos 36 minutos, quando tirou Léo Moura para colocar Everton.

O Tricolor começou pressionando o time visitante no segundo tempo. Antes do primeiro minuto já sofreu uma falta na esquerda. Fernandinho cobrou, colocando a bola na cabeça de Michel, que desviou. A bola morria no ângulo esquerdo de Gatito Fernandez, que tirou com ponta dos dedos. O jogo ficou nervoso, mas o Grêmio conseguiu colocar a bola no chão e fazer ela rodar. Aos 17 minutos, em cobrança de falta, Edílson cruzou na área, na cabeça de Lucas Barrios, que subiu e mandou no canto direito da meta do goleiro paraguaio, que não teve nenhuma chance de defesa. O técnico Renato fez suas duas últimas substituições: Jailson ocupou o lugar de Lucas Barrios e Luan, recuperado de lesão, o lugar de Ramiro.

Com a vitória, é Grêmio nas semifinais da Libertadores da América. Enfrenta o Barcelona de Guayaquil, no final de outubro e início de novembro.

Escalação: Marcelo Grohe, Edilson, Geromel, Kannemann, Bruno Cortez, Michel, Arthur, Ramiro, Léo Moura, Fernandinho e Lucas Barrios.

Banco: Paulo Victor, Bressan, Kaio, Jailson, Luan, Miky Arroyo e Everton.

A arbitragem do jogo foi comandada por Patrício Loustau, auxiliado por Juan Belatti e Ezequiel Brailovsky, trio argentino.

O jogo:

Primeiro Tempo

A saída de jogo foi do Botafogo.

A primeira grande oportunidade foi gremista. Aos 4 minutos, depois de saída de jogo errada dos visitantes, Bruno Cortez dominou e arrematou de longe, mandando com muito perigo em direção a meta de Gatito Fernandez. A bola passou raspando a trave e saiu a linha de fundo.

Já o time carioca tentou pela esquerda com Victor Luis, mas a defesa tricolor tirou para escanteio. O lateral fez a cobrança, colocando a bola na área. Bruno Silva finalizou de calcanhar, Marcelo defendeu e ela sobrou para Igor Rabello, que chutou. Houve o desvio na zaga e saiu a escanteio.

Os gremistas responderam com Fernandinho, que recebeu pela esquerda, driblou um marcador e quando passava pelo segundo jogador, foi derrubado, mas nada assinalado pela arbitragem.

Com 13 minutos de bola rolando, Fernandinho recebeu passe de Ramiro, avançou pelo meio e de perna esquerda, mandou uma bomba, mas para fora. Outra vez no ataque, agora Cortez trabalhou com Fernandinho, mas ao cruzar, o lateral foi bloqueado e a bola se perdeu pela linha de fundo. Escanteio. Na cobrança, Léo Moura colocou na área, mas a defensiva afastou.
O Botafogo também ameaçou e aos 17 minutos, João Paulo lançou Roger, que apenas tentou desviar a bola. Grohe defendeu. Em seguida, o Fogão teve outra chance com uma falta próxima a meia lua da grande área. A bola bateu na barreira e Edilson completou, afastando pela lateral.

Aos 20 minutos, uma bola na trave. Depois de cobrança lateral de Bruno Cortez, Barrios desviou de cabeça no primeiro poste, ajeitando para Fernandinho, que girou o corpo e finalizou. A bola explodiu na trave.

Os cariocas chegaram com Pimpão, que conseguiu recuperar a bola depois de erro gremista, foi a linha de fundo, cortou a marcação e chutou. Grohe defendeu em dois tempos. No lance seguinte, da direita, Roger avançou e mandou na trave. Tentando parar os gremistas, os visitantes acabaram cometendo faltas fortes. Uma delas foi de Igor Rabello, que deu um carrinho por trás em Lucas Barrios no campo de defesa tricolor. O paraguaio ficou caído no gramado e precisou de atendimento.

Pela esquerda, aos 29 minutos, Fernandinho e Bruno Cortez tabelaram, tentando criar a jogada, mas o último passe do atacante foi muito forte e a bola saiu a linha de fundo.

Parando uma jogada adversária, Geromel acabou amarelado. Na cobrança da falta, Victor Luis mandou direto a meta gremista, Grohe fez grande defesa e no Roger tentou o rebote. Mesmo impedido, foi na bola, mas Bruno Cortez já fazia a proteção.

Recuperando a bola no meio-campo, o Botafogo se lançou ao ataque em jogada rápida. Michel cortou pra escanteio. Depois da cobrança e Grohe afastar, Léo Moura partia para o ataque, livre, mas foi derrubado com falta de João Paulo.

Aos 36 minutos, Renato providenciou a primeira substituição. Tirou Léo Moura, entrou Everton.

Os cariocas chegaram novamente aos 38′, com um chute de fora da área, depois de tabela de Roger e João Paulo, o atacante finalizou a gol, por sorte, foi por sobre a meta tricolor.

Já os gremistas tiveram uma falta a seu favor da intermediária, pela meia direita. A bola foi colocada na área, mas afastada pela zaga. Em seguida, Fernandinho e Everton fizeram boa jogada, mas mais uma vez a defensiva cortou e mandou pela lateral.

O Grêmio se manteve no ataque. Bruno Cortez cobrou lateral dentro da área, a bola ficou viva, Igor Rabello afastou com um lance duvidoso, em que teria escorado com a mão, mas nada assinalado. Em seguida, Fernandinho recebeu de Geromel e, de longe, chutou a gol. A bola passou muito perto da meta defendida por Gatito.
O Fogão desceu pela direita, com Arnaldo, que cruzou, a bola passou por toda a área e sobrou para Victor Luis, que tentou colocar novamente na área, mas foi bloqueado por Fernandinho. Em seguida, Matheus Fernandes recebeu passe de Lindoso e arriscou, mandando por cima da meta de Marcelo Grohe.

Aos 45 minutos, foi a vez do Grêmio chegar com perigo. Everton recebeu na esquerda, dominou e chutou rasteiro, mas mandou pra fora.

Jogo finalizou aos 47 minutos.

Segundo Tempo

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação que encerrou a primeira etapa e teve a saída de bola.

Antes do primeiro minuto já sofreu uma falta na esquerda. Fernandinho cobrou, colocando a bola na cabeça de Michel, que desviou de cabeça. A bola morria no ângulo esquerdo de Gatito Fernandez, que tirou com as pontas dos dedos.

Os cariocas tiveram uma cobrança de escanteio aos 5′. João Paulo mandou na marca penal, Bruno Silva desviou de cabeça e Edilson mandou para o campo de ataque.

Aos 9 minutos, o Grêmio colocou a bola no chão e girou. Da esquerda, pelo meio e para a direita. Edilson recebeu o último passe e chutou cruzado. A bola bateu na rede, pelo lado de fora, depois de desvio em defensor. Na cobrança de escanteio, Fernandinho colocou na cabeça de Barrios que mandou a gol. Passou por sobre a meta de Gatito Fernandez.

Pela esquerda, o Fogão teve uma falta da esquerda. A bola foi direto a meta gremista. Marcelo Grohe e Bruno Silva subiram e se chocaram, mas o goleiro fez a defesa em dois tempos.

Aos 15 minutos, Edilson colocou a bola na área, Barrios deixou passar para Ramiro, que acionou Cortez na esquerda. O lateral chutou, mas Gatito fez a defesa. Em seguida, Fernandinho passava pela marcação de Igor Rabello, quando foi derrubado, na meia direita.
Na cobrança, aos 17 minutos, Edílson colocou certinho na cabeça de Lucas Barrios, que subiu e mandou no canto direito da meta, sem nenhuma chance de defesa do goleiro Gatito Fernandez.

O Fogão teve uma falta próximo a meia lua da grande área. João Paulo chutou e a bola desviou na defesa e saiu a escanteio. Na cobrança, novamente a bola foi colocada na área, Geromel afastou. Nova cobrança, a bola foi afastada e quando Edilson saia em contra-ataque, foi derrubado com falta.

Aos 24 minutos, o Grêmio teve outra falta. Da intermediária, Edilson mandou direto e a defesa desviou para escanteio. Fernandinho colocou na área, Kannemann cabeceou para baixo, a bateu em Michel e Gatito conseguiu impedir o segundo gol gremista.

Aos 30 minutos, o Botafogo tentou chegar com Guilherme, mas o atacante dividiu com Grohe, que ficou caído no gramado e precisou de atendimento.

Três minutos depois foi a vez de Fernandinho arrematar de longe. A bola passou à esquerda do goleiro Gatito Fernandez.

Substituição: Saiu Barrios, entrou Jailson, aos 36 minutos.

Aos 38′, Leo Valencia cobrou escanteio e a bola foi afastada pela zaga tricolor. Em uma sequência de cobranças, Leo colocou novamente na área para o desvio de cabeça de sem direção de Igor Rabello.

Em jogada de contra-ataque, Grêmio ia chegando com perigo, mas Igor Rabello conseguiu se recuperar e cortou pela lateral.

Os cariocas tiveram uma falta da intermediária pela meia direita, afastada mais uma vez pela defensiva tricolor.

Substituição: Saiu Ramiro, entrou Luan, aos 45 minutos.

O Fogão ainda tentou. Víctor Luis recebeu na intermediária e chutou, mas mandou longe do gol de Marcelo Grohe. De novo no ataque, agora Carli tentou finalização, mas Kannemann cortou.

Jogo finalizou aos 49 minutos.

Público total: 50.517 torcedores
Renda: R$ 2.341.147

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Conmebol Libertadores Brigestone – Quartas de final

Placar: Grêmio  1 X 0  Botafogo
Local: Arena
Data: 20.set.2017

Gols:  Lucas Barrios



Grêmio para na Chapecoense e não soma pontos nesta rodada. O time catarinense venceu o Tricolor pelo placar de 1 a 0


Mais de 14 mil torcedores estiveram na Arena na tarde deste domingo e assistiram a partida do Grêmio com a Chapecoense, no jogo válido pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os visitantes acabaram vencendo os gremistas, que entraram em campo com um time misto, pelo placar de 1 a 0.

O Grêmio dominou as ações no primeiro tempo, teve maior posse de bola, criou boas jogadas, foi o time que mais finalizou, mas não conseguiu balançar as redes. Já a Chape ficou praticamente em seu campo de defesa, mas nos minutos finais levou perigo a meta gremista, fechada por Marcelo Grohe.

Já a etapa complementar não começou favorável para os gremistas. Antes do primeiro minuto, os visitantes abriram o marcador com Arthur Caike. Diante do resultado, o técnico Renato logo providenciou duas substituições. Tirou Ramiro e Everton para colocar Patrick e Everton, respectivamente. O jogo seguiu ‘truncado’, com a Chapecoense levando perigo em diversas vezes. A terceira alteração foi feita e Jael deu lugar a Lucas Barrios. O Tricolor tentou se infiltrar na área, mas o time catarinense se manteve fechado e afastou todas as bolas.

Com o resultado, o Grêmio se mantém na vice-liderança com a mesma pontuação, 43 pontos.

Escalação: Marcelo Grohe, Léo Moura, Bressan, Rafael Thyere, Bruno Cortez, Michel, Arthur, Ramiro, Everton, Fernandinho e Jael.

Banco: Paulo Victor, Leonardo, Kannemann, Bruno Rodrigo, Cristian, Jailson, Kaio, Patrick, Miky Arroyo, Beto da Silva e Lucas Barrios.

A arbitragem do jogo foi comandada Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Dibert Pedrosa Moisés e Michael Correia.

O jogo:

Primeiro Tempo

A saída de jogo foi do Tricolor, que iniciou muito bem a partida e logo aos 3 minutos já quase abriu o marcador. Fernandinho fez boa jogada individual e arriscou de fora da área, chutando rasteiro. A bola desviou em Fabrício Bruno e acertou a trave esquerda da meta de Jandrei.

Logo em seguida, Léo Moura cobrou uma falta da intermediária de ataque e colocou na área. Michel subiu entre os zagueiros e cabeceou, mas a bola acabou indo pra fora.

Aos 11 minutos, uma grande jogada pela esquerda. Everton serviu Ramiro, que recebeu e chutou cruzado. Mais uma vez, a bola passou com perigo, raspando a trave de Jandrei.

Já a Chape chegou pela primeira vez aos 12′, em cobrança de escanteio. Canteros colocou na área, mas Marcelo saiu do gol e fez a defesa com tranquilidade.

Outra oportunidade gremista foi resultado de uma falta sofrida por Fernandinho. A bola foi cruzada na área, mas a defesa catarinense conseguiu o corte.

O Tricolor chegou com um passe de Léo Moura para Everton. O atacante conseguiu ganhar da marcação e rolou para Ramiro, que chutou, mas a defesa cortou pra escanteio.
O Grêmio chegou bem aos 27′, Léo Moura fez um cruzamento na medida para Jael, que já dentro da área, mandou de cabeça. Jandrei conseguiu a defesa. Em seguida, no contra-golpe, Ramiro saiu em velocidade e acionou Fernandinho na direita. O atacante cruzou na área, mas marcador cortou pra escanteio.

Uma grande jogada foi construída aos 31′. Léo Moura, Ramiro e Jael fizeram boa triangulação. O centroavante tentou a finalização, mas a defensiva conseguiu tirar. Na segunda cobrança de escanteio gremista, a bola foi afastada pela zaga.

Depois de boa jogada pela esquerda, Léo Moura cruzou na área e Reinaldo dominou, mas a bola tocou em seu braço. Nada assinalado pela arbitragem.

Trocando passes com rapidez, o Grêmio chegou novamente. Arthur acionou Ramiro na direita, que colocou na área, buscando Jael, mas Jandrei se antecipou e fez a defesa. Uma nova chance veio dos pés de Everton, que recebeu passe de Arthur, teve o domínio e finalizou de longa distância. O goleiro catarinense fez a defesa em dois tempos.

A Chapecoense chegou com perigo aos 42 minutos. Reinaldo cobrou lateral, colocando na cabeça de Wellington Paulista, que mandou a gol. Marcelo Grohe impediu o gol catarinense. Em seguida, Reinado de novo cruzou, Bressan cortou parcialmente e na sobra Apodi finalizou. Grohe mais uma vez defendeu. Na sequência, do meio-campo, Wellington Paulista chutou, tentando encobrir o goleiro gremista, que voltou e tirou a bola que tinha endereço; no ângulo direito. O escanteio foi cobrado no primeiro poste e Fernandinho tirou. Na nova cobrança, a bola foi fechada, direto pelo lado de fora.

Os gremistas responderam pela direita. Fernandinho cruzou, tentando acionar Jael, mas mais uma vez o goleiro Jandrei se antecipou e fez a defesa.

Jogo finalizou aos 46 minutos.

Segundo Tempo

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação.

Quem conseguiu criar e abrir o marcador antes do primeiro minuto foi a Chapecoense. Arthur Caike recebeu e chutou de fora da área. A bola desviou em Rafael Thyere, foi direto para a meta gremista. Marcelo Grohe ainda tentou alcançar, mas não conseguiu.

O Grêmio tentou reagir com Jael, que recebia um cruzamento entre os zagueiros, mas Jandrei conseguiu alcançar. Depois de uma cobrança rápida de falta, Fernandinho recebeu no meio, cortou três marcadores, abriu espaço e chutou de perna esquerda. A bola foi com muito perigo em direção ao gol, mas acabou pra fora.

Substituição: Saiu Ramiro, entrou Patrick. Saiu Everton e entrou Arroyo, aos 5′.

O Tricolor insistiu e, pela direita, Fernandinho ganhou da marcação e deu passe para Michel. O volante pegou de primeira e mandou a gol, mas a bola subiu demais e saiu pela linha de fundo.

Em jogada rápida, Jael fez a parede e deu passe para Patrick, entrando na área. Jandrei saiu do gol e interceptou o lance, com 11 minutos.

Os gremistas tiveram uma falta da intermediária de ataque, pelo meio. Patrick foi derrubado por Douglas Grolli. Fernandinho foi para a cobrança colocando na área, mas a defesa afastou. A bola voltou para os pés do atacante, que chutou forte, cruzado, mas ela saiu à esquerda do goleiro.

Já a Chape fez uma nova tentativa do meio de campo de encobrir Marcelo Grohe. Wellington Paulista, de novo, mandou a gol. Dessa vez o lançamento saiu forte. Insistindo, agora Penilla trabalhou pela esquerda, passando pelos defensores e chutando cruzado. Grohe defendeu.

Aos 17′, o visitantes tiveram um escanteio a seu favor. A bola foi no primeiro poste, para Fernandinho tirar de cabeça. Em seguida, pela direita, Arthur Caike recebeu, cortou Bruno Cortez, mas a defesa gremista afastou. No entanto, a bola chegou a Wellington Paulista, que chutou de primeira, para a defesa de Marcelo Grohe.

O Grêmio tentou reagir com um lançamento que Arthur fez a Jael, só que o centroavante estava adiantado e foi flagrado em posição de impedimento quando dominou. Outra jogada foi um chute de longa distância de Arthur, do meio, mas o volante pegou mal na bola e ela acabou saindo a linha de fundo.

Aos 24′, Michel foi a linha de fundo e cruzou no segundo poste para Arroyo. Apodi se antecipou, dividiu com o equatoriano e mandou a escanteio. Na cobrança, defesa afastou.

Substituição: Saiu Jael, entrou Lucas Barrios, aos 25′.

O Tricolor teve nova chance com falta da esquerda. Arroyo mandou direto a gol e Jandrei ficou com a bola com tranquilidade. Em seguida, quando Fernandinho recebia na direita, foi derrubado e infração foi assinalada. Arroyo cruzou na área, mas defesa afastou, de novo.

Aos 30′, Miky Arroyo cobrou nova falta, agora da esquerda, chutando direto a gol. Jandrei defendeu em dois tempos.

Outro lance gremista foi a jogada individual de Fernandinho, pela direita. O atacante correu para o meio e tentou passe em profundidade para Lucas Barrios. Jandrei fez a proteção e a bola saiu.

Com 39′, Fernandinho fez grande jogada individual, ‘chapelando’ três marcadores até que foi derrubado com falta, na risca da meia lua da grande área. Na cobrança, o atacante bateu, mas carimbou a barreira e saiu a escanteio. No minuto seguinte, Arthur fez uma grande jogada individual, passando pela marcação no meio e acionando Barrios. O centroavante foi flagrado em posição de impedimento.

Já aos 44′, Barrios recebeu livre na área, mas mais uma vez a jogada foi anulada por impedimento.

Depois de Cortez cobrar lateral na área, a zaga não conseguiu afastar perfeitamente e a bola sobrou para o paraguaio, que chutou a gol. Ela saiu à direita de Jandrei.

Jogo finalizou aos 50 minutos.

Público total: 14.618
Renda: R$ 406.709,00

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Campeonato Brasileiro 2017 – Segundo Turno

Placar: Grêmio  0 X 1  Chapecoense
Local: Arena
Data: 17.set.2017

Portal Grêmio


Inter vence Figueirense por 3 a 0 e retoma a liderança. Colorado chegou aos 45 pontos após 24 rodada da série B


Estamos novamente na liderança! Com gols de William Pottker, Leandro Damião e Nico López, o Internacional venceu o Figueirense por 3 a 0 na tarde deste sábado, no Beira-Rio, e chegou aos 45 pontos após a disputa de 24 rodadas do Campeonato Brasileiro da Série B. O Colorado tem a mesma pontuação do América-MG, mas com uma vitória a mais (13 contra 12). Foram sete vitórias nos oito último jogos e a sexta seguida alcançada no Gigante.

Parabéns para a torcida, que mesmo com a chuva torrencial que caía em Porto Alegre, compareceu em grande número: mais de 20 mil colorados! O próximo jogo é sábado (23/9), contra o Náutico, no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru-PE.

Retornos importantes

O time colorado ganhou os reforços de Rodrigo Dourado e D’Alessandro no confronto com os catarinenses. O volante havia cumprido suspensão automática na rodada anterior, enquanto que o capitão estava se recuperando de lesão. Por outro lado, Camilo e Klaus, lesionados, ficaram de fora. O técnico Guto Ferreira escalou a seguinte formação: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Ernando, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, D’Alessandro, William Pottker e Eduardo Sasha; Leandro Damião.

Pottker faz 1 a 0 no comecinho

O começo da partida não poderia ser mais perfeito! Logo aos 3min, Uendel cruzou com muita qualidade da esquerda e William Pottker apareceu no segundo poste para desviar para o fundo do gol. Foi o oitavo gol do atacante com a camisa colorada!

Cláudio Winck tenta de longe

Aos 11min, Cláudio Winck soltou uma bomba de fora da área e Saulo, com dificuldade, fez a defesa em dois tempos.

Danilo brilha!

Aos 21min, Danilo Fernandez mostrou agilidade, ao espalmar para escanteio o cabeceio à queima-roupa de Henan.

Pressão pelo segundo gol

O Inter não corria riscos e tomava a iniciativa ofensiva. Aos 27min, quase uma reprise do lance do gol: Uendel alçou na área e William Pottker buscava a finalização quando João Lucas apareceu para fazer o corte providencial para a linha de fundo. Aos 34min, Eduardo Sasha chutou da entrada da área e a bola raspou o travessão. Aos 40min, Edenilson pegou rebote e bateu na bola buscando o canto direito, mas Saulo defendeu.

Alemão entra no lugar de Winck

No intervalo, Winck sentiu uma pancada sofrida em choque com o goleiro na primeira etapa e foi substituído por Alemão.

Gol do Damião!

O Colorado voltou para o segundo tempo com o mesmo ímpeto. E não demorou para o segundo gol sair. Aos 7min, D’Alessandro cobrou escanteio e Leandro Damião mergulhou entre os zagueiros para cabecear para o fundo da rede. 2 a 0! Foi o quarto gol do centroavante neste seu retorbo ao Inter e o 93º com a camisa colorada. Já D’Alessandro chegou à 14ª assistência na temporada.

Que arrancada, Pottker!

Aos 14min, William Pottker protagonizou uma incrível arrancada desde as proximidades da área do Inter até o interior da área adversária, percorrendo aproximadamente 70 metros em alta velocidade, e tocou para Damião. O atacante chutou de primeira, mas o zagueiro conseguiu cortar no momento crucial.

Damião  e Pottker quase ampliam

Aos 24min, Uendel cruzou com perfeição e Damião cabeceou, com força, por cima do travessão. Aos 31min, William Pottker foi lançado por Nico López – que recém havia entrado no lugar de Sasha – e chutou por cima do gol catarinense.

Nico López coloca o três no placar

A insistência colorada foi premiada aos 37min, quando Uendel fez grande jogada, invadindo a área a dribles e servindo para Nico López marcar o terceiro gol. Foi o 14º do atacante uruguaio, que isolou-se na artilharia da temporada.

Travessão é colorado!

Aos 44min, o Figueirense teve boa chance de descontar, mas a bomba de Nicolas Careca acabou explodindo o travessão.

Último lance

Aos 47min, D’Alessandro cruzou e Damião concluiu para fora. Ato contínuo, o árbitro apitou o final da partida que marcou o retorno do Inter ao topo da tabela!

Ficha técnica:

Internacional (3): Danilo Fernandes; Cláudio Winck (Alemão), Ernando, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson (Charles), D’Alessandro, William Pottker e Eduardo Sasha (Nico López); Leandro Damião. Técnico: Guto Ferreira.

Figueirense (0): Saulo; Dudu, Marquinhos, Leandro Almeida e João Lucas; Pereira, Abuda (Patrick), Marco Antônio e Xuxa (Lucas Silva); Zé Love e Henan (Nicolas Careca). Técnico: Milton Cruz.

Gols: William Pottker (I), aos 3min do primeiro tempo, Leandro Damião (I), aos 7min do segundo tempo, Nico López (I), aos 37min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Xuxa (F); D’Alessandro, Edenilson, Leandro Damião (I).

Total Público: 20.388.
Pagantes: 17.924.
Menores: 1.350.
Não pagantes: 1.114.
Renda: R$ 403.232,00.

Arbitragem: Pericles Bassols Pegado Cortez, auxiliado por Clovis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (trio pernambucano).

Local: Beira-Rio.