Boletim Epidemiológico19/09: Santa Maria, RS, Brasil

Boletim Epidemiológico19/09:  Brasil e municípios da região central do Rio Grande do Sul, reforçam as medidas preventivas, conscientização, higienização de modo geral, o empenho de profissionais da saúde, apoio de voluntários, entre outros empenhos no combate ao Coronavírus. Confira algumas cidades da região, com boletins divulgados e atualizados pelos setores de comunicação (Imprensa) dos municípios abaixo … Leia Mais






Grêmio e Umbro lançam a terceira camisa da temporada 2021. A nova peça traz detalhes que demonstram a paixão dos torcedores pelo Tricolor


Neste 14 de setembro, véspera do dia em que o Tricolor comemora 118 anos de história, Grêmio e Umbro apresentam a terceira camisa da temporada. O novo manto foi produzido com detalhes minimalistas, que fazem a diferença na coleção.  

O uniforme apresenta diferentes artes, como o escudo inserido em pixelização e construído pelo formato de diamantes, desenvolvido com a premissa de que cada diamante representa um torcedor e que todos eles juntos são os que movem o time a ter garra e força. Já na parte interna da camisa, na meia lua da gola, foi inserida uma imagem que captura o momento de celebração da torcida em um jogo no estádio.   

O manto também conta com duas tonalidades de azul, com as letras em branco e detalhes em preto na gola e nas mangas. Reforçando a tradição e sem deixar de apostar na contemporaneidade, a marca inglesa também trouxe a gola clássica em preto com detalhes em azul marinho, além de possuir a arte em embossing com as siglas oficial do clube, “GFBPA”. As costas da camisa mantêm a inovação no designer de todo o escopo de performance do uniforme, produzido com tecnologia de alta linha. Com um tecido diferenciado, a peça possui um comprimento um pouco maior que a parte da frente, o que melhora o caimento.  

PRÉ-VENDA 
A camisa número 3 entra em pré-venda nesta terça exclusivamente pelo site gremiomania.com.br. A partir de amanhã, quarta-feira, os torcedores poderão adquirir o  novo manto nas lojas físicas GrêmioMania Megastore da Arena e da Rua da Praia, além das lojas licenciadas da GrêmioMania, ao valor de R$339,90, na versão masculina atleta e R$279,90, na masculina classic. Já as peças femininas podem ser adquiridas no valor de R$309,90, na versão atleta e R$259,90, na classic.  A camisa juvenil, ao valor de R$219,90 e o kit infantil, a R$249,90.   

VENDAS PARA SÓCIOS 
Os associados do Clube, que estiverem em dia com as suas mensalidades, terão promoção especial até o dia 30 de setembro. Além do desconto de 20% concedido no período da pandemia, haverá um desconto adicional de mais 20% na compra de qualquer modelo da camisa 3. A promoção é válida apenas no site gremiomania.com.br e nas lojas localizadas na Arena e no Centro de Porto Alegre.   

A GrêmioMania Megastore e a unidade da Rua dos Andradas, número 1578, estão abertas de segunda a sexta, das 9h às 18h. Abaixo, os horários no final de semana:  

Loja Arena:  
Sábado: 10:00 às 18:00  
Domingo: 11:00 às 16:00  

Loja Centro:   
Sábado: 09:00 às 14:00  
Domingo: fechado 

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Veja abaixo o vídeo produzido pela #GrêmioTV, da nova camisa do Tricolor:

Fonte: Grêmio FBPA

 


Inter abre returno com vitória de 1 a 0 em cima do Sport. A vitória, conquistada na Ilha do Retiro, leva o Clube do Povo aos 26 pontos


Com gol de Patrick logo aos três minutos, o Inter superou o Sport, na noite desta segunda-feira (13/09), pelo placar de 1 a 0. A vitória, conquistada na Ilha do Retiro, leva o Clube do Povo aos 26 pontos, e deixa o time de Aguirre na nona colocação. No próximo domingo (19/09), o Colorado recebe o Fortaleza, às 11h, pela 21ª rodada do Brasileirão.

Trio de ataque funciona

O Inter foi a campo com novidades. Sem Dourado, Aguirre devolveu Edenilson para a segunda função do meio de campo e colocou Caio Vidal na ponta-direita. Patrick seguiu na esquerda, e Yuri permaneceu no comando de ataque. Com esse desenho, o trio ofensivo funcionou logo aos três, quando Caio acionou Yuri. Na área rival, o camisa 11 serviu nosso Pantera, que abriu o placar para o Clube do Povo na Ilha do Retiro.

O Sport armou forte pressão nos minutos que sucederam o tento de Patrick. A falta de eficiência, porém, abreviou o sonho do empate, tornando o Leão, desiludido, menos agressivo em campo, ofensivamente restrito a explorar o pivô dos centroavantes Mikael e André. Também a dupla foi incapaz de igualar o marcador, que seguiu em 1 a 0 para o Inter até o início do intervalo.


Sport pressiona, Inter segura

A agressividade que faltou ao time da casa na etapa inicial se fez presente no segundo tempo. Dos vestiários, o Sport regressou com a entrada de Paulinho Moccelin no lugar de Sabino, desfazendo o esquema com três zagueiros e adicionando força ao ataque, que passou a incomodar o Internacional. Ainda mais ofensivo na reta final do confronto, quando Thiago Neves, Everaldo e Tréllez foram alçados a campo, o Leão, de fato, criou suas chances, mas esbarrou seguidas vezes em Daniel, além de parar na trave, e seguiu zerado no marcador.

Quem balançou as redes no segundo tempo foi Yuri Alberto, mas em lance anulado por impedimento do avante colorado. Com espaço para os contra-ataques, o Inter também assustou com Guerrero, interrompido por milagre de Mailson, e uma vez mais Yuri, que mandou pela linha de fundo chance importante. Felizmente, as oportunidades não fizeram falta, e o Clube do Povo chegou ao seu sexto jogo de invencibilidade no Nacional.


Primeiro tempo

3min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! É DO IIINTER! É DO PANTEEEEEEERA! É GOL, É GOL, É GOL, É GOOOOOOOOOOOOOL! QUE INÍCIO COLORADO! Caio recebe com espaço pela intermediária direita de ataque e estica jogo até Yuri. Dentro da área, o camisa 11 cruza rasteiro, na medida para Patrick. Debaixo das traves, o Pantera completa sem a menor dificuldade para abrir a conta.

6min – Hayner escapa pela direita e cruza aberto. Na pequena área, pela esquerda, Sander solta o canhotaço. Por cima, assustou!

8min – Mikael faz o pivô na área colorada e finaliza. Tiro de meta para Daniel.

15min – UH! Edenilson serve Mauricio, que recebe na entrelinha adversária, avança até a altura da meia-lua e finaliza rasteiro. Mailson encaixa.

20min – TAPA DE SELEÇÃO! Edenilson percebe Saravia com espaço para atacar a direita da área rubro-negra e serve o lateral, que finaliza mascado. Mailson encaixa.

27min – Moisés recebe na intermediária esquerda de ataque e finaliza cruzado. A bola cruza a extensão da área e sai em tiro de meta.

28min – Sander caça Caio Vidal e é advertido com amarelo.

32min – QUE TRAMA! Moisés vai ao fundo pela esquerda e cruza rasteiro. Patrick domina, faz a embaixadinha e aciona Yuri, que finaliza de primeira. Mailson encaixa.

41min – André escapa pela ponta direita e cruza fechado. A bola toma curva, explode no travessão e sai em tiro de meta para o Inter.

45min – Mais dois. Vamos a 47!

46min – DANIEEEEEL! Everton Felipe cobra escanteio pela direita, a bola espirra na primeira trave e toma o endereço da pequena área colorada. Antes de Thyere, goleiro do Inter corta de soco.

47min – Primeiro tempo encerrado. Inter defende vitória parcial!


Segundo tempo

0min – Time da casa volta com mudança. Sabino sai, Moccelin vem.

0min – Guerrero representa a novidade colorada. Caio deixa o campo.

8min – Everton Felipe percebe Mikael com liberdade e lança de três dedos. Camisa 99 rival finaliza, mas sem direção.

12min – Hayner amarelado por falta em Mauricio.

14min – Mais um na conta. André puxa Moisés e recebe o amarelo.

15min – André deixa o campo. Entra Thiago Neves.

16min – Yuri recebe o amarelo. Detalhe: ele sequer tocou no adversário. Saiu no grito.

16min – Neves deixa para Moccelin, que cruza rasteiro. Na pequena área, Cuesta corta o perigo.

17min – Sander escapa pela esquerda e cruza forte. A bola passa na frente de Daniel e chega com perigo na segunda trave, mas Mikael falha em desviar.

18min – Mauricio dá lugar a Johnny.

20min – POR CENTÍMETRO! Cuesta cobra falta em velocidade, como manda a jogada ensaiada do elenco colorado. Yuri recebe, invade a área rival em velocidade e manda para as redes, mas é flagrado em impedimento.

25min – Everaldo entra no Sport. Everton Felipe deixa o campo.

28min – MILAAAAAAAAAGRE! Yuri arma contra-ataque em altíssima velocidade. Na direita da intermediária ofensiva, o camisa 11 percebe Guerrero invadindo a área livre e serve o peruano, que finaliza colocado. Mailson salva.

29min – DANIEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEL! Mikael, na segunda trave, sobe mais do que a zaga colorada e desvia para baixo. Goleiro do Inter espalma, tirando a bola praticamente de dentro do gol, e salva o Clube do Povo.

31min – MAIIIIIILSON! Jogo fica lá e cá. Guerrero aciona Patrick nas costas da zaga, o Pantera avança pela esquerda e chuta cruzado. Goleiro defende, dá rebote, e retoma a posse.

33min – Zé Welison sai, Tréllez entra.

34min – Johnny entorta Hayner e serve Patrick. Na esquerda da grande área, ele domina e busca Guerrero, que finaliza de carrinho, mas travado pela zaga. Canto bola!

35min – UUUUUH! De pé em pé, o Inter chega. Lindoso serve Yuri, que abre ângulo no domínio e bate cruzado. A bola faz menos curva do que o esperado e sai em tiro de meta.

36min – Hayner cruza da direita da área colorada. Tréllez finaliza de primeira e a bola explode no poste.

37min – Heitor é chamado por Aguirre. Yuri sai.

38min – Marcão recebe o amarelo por impedir contra-ataque armado por Bruno Méndez.

45min – Vamos a 50.

47min – MILAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAGRE! DANIEL, DANIEL, DANIEEEEEL! Tréllez, na segunda trave, recebe cruzamento rasteiro e finaliza. Goleiro colorado sai muito bem do gol e defende.

50min – Fim de papo! Inter vence em Recife!


Ficha técnica:

Sport (0): Mailson; Hayner, Sabino (Moccelin), Rafael Thyere, Chico e Sander; Marcão, Zé Welison e Everton Felipe (Everaldo); Mikael e André (Thiago Neves). Técnico: Gustavo Florentín.

Internacional (1): Daniel; Saravia, Bruno Méndez, Cuesta e Moisés; Caio Vidal (Guerrero), Edenilson, Rodrigo Lindoso e Patrick; Mauricio (Johnny) e Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

Gol: Patrick, aos 3’/1ºT (I).

Cartões amarelos: Sander, Marcão, Hayner e André (S). Yuri Alberto (I).

Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro, auxiliado por Nailton de Sousa Oliveira e Rafael Trombeta. Quarto árbitro: Rodrigo Pereira de Lima. VAR: Marcio Henrique de Gois.

Estádio: Ilha do Retiro-PE.

Fonte SC Internacional Fotos: Ricardo Duarte


Seleção brasileira goleia Vietnã na estreia da Copa do Mundo de futsal. Escrete verde e amarelo massacra por 9 a 1 com quatro gols de Ferrão


A seleção masculina de futsal iniciou a Copa do Mundo da modalidade com goleada. Nesta segunda-feira (13), os brasileiros atropelaram o Vietnã por 9 a 1 na Arena Svyturys, em Klaipeda, na Lituânia, país-sede do evento.

O resultado deixou o Brasil na liderança do Grupo D após a primeira rodada, com os mesmos três pontos da República Tcheca (que derrotou o Panamá por 5 a 1), ficando na frente pelo saldo de gols. Os tchecos, aliás, são os próximos adversários da seleção comandada por Marquinhos Xavier, nesta quinta-feira (16), às 14h (horário de Brasília). Os dois primeiros colocados avançam às oitavas de final, além dos quatro melhores terceiros entre as seis chaves da primeira fase.

Aos três minutos, o fixo Rodrigo tabelou com o pivô Ferrão e chutou forte para abrir o placar. Dois minutos depois, o ala Gadeia avançou pela direita e cruzou para Ferrão, de primeira, aumentar a vantagem brasileira. Aos sete, Ferrão dominou na entrada da área, girou e bateu entre as pernas do goleiro Van Y Ho. O Vietnã descontou aos 14 minutos, em chute de Dinh Hung Kong, após cobrança de lateral. No lance seguinte, porém, o também pivô Dieguinho fez o quarto da seleção canarinho. Segundos antes do intervalo, o pivô Pito ampliou a fatura brasileira.

Na primeira jogada do segundo tempo, Ferrão interceptou a troca de passes vietnamita e bateu na saída de Ho para assinalar o sexto do Brasil. Aos quatro minutos, o pivô balançou as redes pela quarta vez no jogo ao receber passe de Rodrigo e finalizar cruzado. Quatro minutos depois, o goleiro do Vietnã falhou no domínio da bola com os pés e Dieguinho aproveitou, fazendo o oitavo gol. Aos 17, Bruno cruzou pela esquerda e o também ala Leozinho, de primeira, deu números finais à goleada verde e amarela.

O Brasil busca o oitavo título mundial no futsal, sendo o sexto desde que a Federação Internacional de Futebol (Fifa) passou a organizar a competição. A conquista mais recente veio em 2012, na Tailândia. Na última edição, em 2016, disputada na Colômbia, os brasileiros caíram para o Irã nas oitavas de final. A atual campeã é a Argentina.

 

Fonte: Por Lincoln Chaves – Repórter da TV Brasil e da Rádio Nacional – São Paulo


Com gols de Diego Souza e Ferreira, Grêmio bate o Ceará e vence no Brasileiro. Tricolor superou o time visitante por 2 a 0, em jogo válido pela 20ª rodada da competição


A manhã deste domingo, 12 de setembro, foi de Grêmio em campo na Arena. Jogando em seus domínios, o Tricolor enfrentou o Ceará e venceu pelo placar de 2 a 0, nesta que foi a primeira partida válida pelo 2º turno do Campeonato Brasileiro. Os gols foram anotados por Diego Souza e Ferreira, no final da etapa inicial. 

Com a vitória, a equipe comandada pelo técnico Luis Felipe Scolari atingiu 19 pontos na competição, assumindo a 18ª posição – com dois jogos ainda a serem disputados. 

Os 45 minutos iniciais foram de muita disputa no meio-campo, com ambas equipes buscando o ataque. A primeira oportunidade gremista surgiu aos 6’, quando Diego Souza recebeu um passe de Jhonata Robert e finalizou com um chute rasteiro, mas a bola saiu.  Logo em seguida, foi a vez de Alisson receber na direita e cruzar na área, mas a defesa fez o corte, mandando a escanteio. 

Com 10 minutos, o Grêmio tramou uma boa jogada com uma tabela entre Ferreira e Lucas Silva, que deu o passe para o atacante cortar a marcação e chutar forte, mas por sobre a meta. Já o Ceará respondeu aos 17’, quando Mendoza recebeu de Vina, que dominou e fez o cruzamento. A bola desviou e Chapecó completou fazendo a defesa. 

Outra chance adversária saiu em bola parada, na intermediária. Lima colocou na área, mas a defesa gremista conseguiu interceptar o lance. Do outro lado, Ferreira cruzou da esquerda, às costas da marcação, para Jhonata Robert, mas a zaga cortou pela linha de fundo. Em seguida, o camisa 11 finalizou na frente do gol, obrigando Richard a espalmar, com 24 minutos jogados. 

Passados 30’, os visitantes chegaram pela esquerda, com um cruzamento no meio da área. Rafinha cortou. Oito minutos depois, Vina cruzou para Jael, mas Chapecó conseguiu segurar. 

Na reta final do jogo, o Grêmio conseguiu abrir o marcador. Alisson recebeu na esquerda e cruzou na medida, no segundo poste, para Diego Souza, que de cabeça desviou para o fundo das redes, abrindo o marcador na Arena, aos 42 minutos. 

Três minutos depois, após contra-ataque, Vanderson fez um cruzamento para Diego Souza, mas o centroavante não alcançou e a bola chegou a Ferreira já na área, na esquerda. O atacante dominou, cortou para a perna direita e finalizou – a bola bateu na trave e entrou, morrendo no fundo do gol. 

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação para a etapa complementar. 

Com 3 minutos de jogo, o Ceará teve uma chance em bola parada. Bruno Pacheco colocou na área, mas a bola saiu pela lateral. Cinco minutos depois, Jhonata Robert ia acionando Diego Souza dentro da pequena área, mas a defesa adversária conseguiu o corte. 

Aos 13’, o Tricolor ameaçou com Diego Souza acionando Alisson. O atacante chutou cruzado, mas Gabriel Dias cortou o lance. Dez minutos depois, foi a vez de Ferreira receber na esquerda, pela marcação e finalizar, mandando pra fora. 

As primeiras alterações gremistas foram feitas a partir da metade do segundo tempo: Villasanti, Léo Pereira e Borja assumiram os lugares de Jhonata Robert, Ferreira e Diego Souza. 

Próximo dos 30’, o Ceará tentou descontar com uma cobrança de falta. A bola foi colocada na área, Luiz Otávio cabeceou, mandando com perigo, mas para fora. 

Outras duas mudanças foram feitas no Tricolor: Cortez e Everton ocuparam as posições de Rafinha e Alisson, com 34’. 

Na reta final, Borja tentou ameaçar com um chute de fora da área, mas a bola saiu à esquerda da meta defendida por Richard. Outra  

Com o resultado, o Grêmio atingiu 19 pontos na competição, assumindo a 18ª posição – com dois jogos ainda a serem disputados. 

Fonte Portal Grêmio FBPA  Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA


Brasil venceu o Peru por 2 a 0. Everton Ribeiro e Neymar marcaram os gols da oitava vitória consecutiva da Canarinho.


Mais uma vitória na conta da Seleção Brasileira! Em duelo disputado na Arena Pernambuco, o Brasil bateu o Peru por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (9), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Catar 2022. Com gols de Everton Ribeiro e Neymar, a Canarinho manteve os 100% de aproveitamento na competição.

Líder isolado das Eliminatórias, o Brasil soma agora 24 pontos em oito jogos. Até aqui foram 19 gols marcados e apenas dois sofridos.

O jogoA Seleção Brasileira propôs mais o jogo desde o apito inicial. Antes mesmo dos dez minutos, Gerson quase anotou o primeiro do Brasil, mas parou no goleiro Gallese. No entanto, não demorou muito para a rede balançar na Arena Pernambuco. Aos 14 minutos, Neymar pressionou na marcação pelo lado esquerdo e fez a roubada de bola, o camisa 10 aproveitou o buraco na defesa adversária para invadir a área e cruzar rasteiro para Everton Ribeiro abrir a contagem.

Melhor no jogo, a Canarinho teve a chance de fazer o segundo com Gabi, que recebeu passe em profundidade, saiu de frente para a meta, mas esbarrou na marcação. Nos minutos seguintes, o Peru tentou igualar as ações. Mas, na marca dos 39, após boa troca de passes entre Danilo e Gabi, o atacante bateu para o meio da área, o chute desviou no meio do caminho e sobrou para Everton Ribeiro, que arriscou o arremate. A bola novamente esbarrou na marcação e ficou limpa para Neymar completar para o fundo da meta.

O Brasil voltou para o segundo tempo pressionando no ataque, mas aos poucos passou a cadenciar o ritmo do jogo. Já aos 30 minutos, Neymar arrancou pela direita e cruzou para a chegada de Matheus Cunha. O atacante tentou no carrinho, mas pegou fraco na bola e viu o goleiro peruano fazer a defesa. Nos últimos minutos da partida, Hulk e Alex Sandro também tentaram para a Canarinho. Mas o 2 a 0 permaneceu no marcador até o apito final. 

BRASIL: Weverton, Danilo (Daniel Alves), Éder Militão, Lucas Veríssimo, Alex Sandro; Casemiro (Bruno Guimarães), Gerson (Edenílson), Lucas Paquetá, Everton Ribeiro (Matheus Cunha), Neymar e Gabi (Hulk).

 

Fonte CBF