Estado quita salários de fevereiro em dia nesta sexta-feira, dia 26

O Tesouro do Estado garantirá, nesta sexta-feira (26/2), a quitação em dia de todos os salários referentes à folha de fevereiro dos servidores do Poder Executivo. O depósito do valor integral será realizado para cada um dos cerca de 339 mil vínculos, o que corresponde a 100% da folha de pagamento. O pagamento em dia … Leia Mais



IFFar abre inscrições para Cursos Técnicos para Jovens e Adultos

Os cursos técnicos na modalidade Proeja são cursos oferecidos na forma de ensino integrado, ou seja, curso técnico articulado com ensino médio. Podem concorrer estudantes com 18 anos ou mais que tenham concluído o ensino fundamental e não possuam o ensino médio completo. O período de inscrições é de 22 de fevereiro a 23 de … Leia Mais



Covid-19: governador determina suspensão geral das atividades no RS

Foto: Felipe Della Valle/Palácio Piratini A partir deste sábado (20) até o dia 1º de março, o Rio Grande do Sul está sob suspensão geral das atividades, das 22h às 5h. Decreto com a medida foi publicado, hoje, em edição extra Diário Oficial do Estado. Com 11 regiões em bandeira preta, que significa “nível altíssimo” em … Leia Mais


Final de semana de calor e chuva no inicio da próxima semana no RS


A atuação de um sistema de alta pressão atmosférica vai garantir tempo firme em todo o Rio Grande do Sul neste fim de semana. Conforme dados da Somar Meteorologia, tanto no sábado (20) como no domingo (21), o Estado terá apenas pancadas de chuva isoladas em algumas áreas, mas com a permanência da sensação de abafamento. 

No domingo, o sistema de alta pressão atmosférica segue atuando no Estado, mantendo o tempo ensolarado. Na região leste, ventos úmidos soprando do oceano contra a costa devem provocar a formação de nuvens e chuvas de forma isolada. No norte gaúcho, a previsão também é de precipitações com baixos acumulados, sem transtornos.

A partir de segunda-feira (22), uma nova frente fria, aliada a um sistema de baixa pressão atmosférica localizado no Paraguai, deve trazer chuva forte para todo o Rio Grande do Sul, inclusive com possibilidade de queda de granizo.

Veja como será o final de semana em Júlio de Castilhos na região central do Rio Grande do Sul.

O sábado (20) e domingo (21), será de sol não chove em Júlio de Castilhos. Em Júlio de Castilhos, os termômetros variam entre 15°C e 29°C no sábado e no domingo.

A segunda (22) será de sol com aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite. Previsão de chuva de 10 mm. os termômetros variam entre 15°C e 29°C no sábado e no domingo.

A terça-feira (23) continua com previsão de pancadas de chuva à tarde e à noite

 

Fonte: GaúchaZH. Edição Alcir61


IBGE abre mais de 204 mil vagas temporárias para o Censo 2021.


O IBGE publicou nesta quinta-feira (18) dois editais para contratar temporariamente 204.307 pessoas para trabalhar na organização e na coleta do Censo Demográfico 2021. São oferecidas 181.898 vagas para recenseador, 16.959 para agente censitário supervisor (ACS) e 5.450 para agente censitário municipal (ACM) em 5.297 municípios do país. Os quadros de distribuição das vagas estão disponíveis para consulta no site do Cebraspe, empresa organizadora dos processos seletivos. 

As inscrições para ACM e ACS começam nesta sexta-feira (19) e vão até 15 de março. Já para recenseador, as inscrições serão realizadas de 23 de fevereiro a 19 de março. Para concorrer à função de recenseador, o candidato deve ter nível fundamental completo, e para ACM e ACS, ensino médio concluído. No ato da inscrição, o candidato poderá escolher a área de trabalho e em qual cidade realizará a prova. A taxa de inscrição (R$ 39,49 para ACM e ACS, e R$ 25,77 para recenseador) poderá ser paga pela internet ou fisicamente em qualquer banco ou casa lotérica.  

As vagas são temporárias e os contratos terão duração prevista de três meses para a função de recenseador e de cinco meses para ACM e ACS, podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária. A contratação temporária é regida pela Lei nº 8.745/1993.

Vagas temporárias em Júlio de Castilhos, com 18 vagas para Recenseador e agente censitário 3 vagas

Recenseador terá simulador para estimar remuneração

Os recenseadores são os profissionais que visitarão todos os domicílios do país, entrevistando seus moradores. Eles serão remunerados por produtividade, de acordo com a quantidade de residências visitadas e pessoas recenseadas, considerando ainda a taxa de remuneração de cada setor censitário, o tipo de questionário preenchido (básico ou amostra) e o registro no controle da coleta de dados.

No hotsite do Censo 2021 haverá um simulador em que os candidatos poderão estimar a remuneração a ser obtida, com base nos valores pagos por setor censitário nas diferentes localidades do país. A jornada de trabalho recomendável para os recenseadores é de, no mínimo, 25 horas semanais.

Salário para agente censitário varia de R$ 1.700 a R$ 2.100

São oferecidas 5.450 vagas para agente censitário municipal (ACM) e 16.959 vagas para agente censitário supervisor (ACS). Essas duas funções estão no mesmo processo seletivo e exigem escolaridade de nível médio completo.

Para as vagas de nível médio, os mais bem colocados em cada município ocuparão a vaga de ACM, que será o responsável pela coordenação da coleta do Censo 2021 naquela cidade. Já o ACS supervisiona as equipes de recenseadores. As remunerações dessas duas funções são de R$ 2.100 para ACM e R$ 1.700 para ACS, com jornada de 40 horas semanais, sendo oito horas diárias.

Além do salário, ACM e ACS terão direito a auxílio-alimentação, auxílio-transporte, auxílio pré-escola, férias e 13º salário proporcionais, de acordo com a legislação em vigor e conforme o estabelecido no edital.

No Dispositivo Móvel de Coleta (DMC), o recenseador registrará as informações coletadas no Censo 2021 – Foto: Simone Mello/Agência IBGE Notícias

Ideal é que recenseador more próximo de onde vai trabalhar

As vagas dos dois processos seletivos estão distribuídas entre 5.297 municípios de todos os estados do país. Nos municípios maiores e em áreas remotas, as vagas são oferecidas por áreas de trabalho específicas. Essas áreas podem abranger bairros, favelas, localidades de difícil acesso, aldeias indígenas ou comunidades quilombolas, por exemplo. Por isso, o ideal é que os recenseadores aprovados no processo seletivo sejam moradores das próprias localidades onde vão trabalhar, para economia de custos com deslocamentos e maior produtividade nas visitas domiciliares.

Com datas diferentes, candidatos podem participar dos dois processos seletivos

As provas serão realizadas em todos os municípios onde houver vagas. Elas serão aplicadas no dia 18 de abril para ACM e ACS, e no dia 25 de abril para recenseadores. Essa diferença de datas permite ao candidato participar dos dois processos seletivos. O cronograma detalhado de ambos os processos seletivos está disponível nos editais.

Os candidatos a ACM e ACS farão prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Raciocínio Lógico Quantitativo, 5 questões de Ética no Serviço Público, 15 questões de Noções de Administração / Situações Gerenciais e 20 questões de Conhecimentos Técnicos. O conteúdo programático está disponível no edital.

Já os candidatos a recenseador farão prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, com 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Matemática, 5 questões sobre Ética no Serviço Público e 25 questões de Conhecimentos Técnicos. O conteúdo também está no edital.

As provas para ACM, ACS e recenseador terão duração de quatro horas e serão aplicadas no turno da tarde. Os gabaritos preliminares serão divulgados no dia seguinte a aplicação das provas, a partir das 19 horas, no site do Cebraspe. O resultado final está previsto para 27 de maio.

Protocolos sanitários contra a Covid-19 no dia da prova

No dia da prova, os candidatos deverão estar munidos de caneta esferográfica cor preta de material transparente, comprovante de inscrição e documento original com foto. Protocolos sanitários de prevenção da Covid-19 serão divulgados detalhadamente em edital específico sobre os locais de prova, exigindo o uso obrigatório de máscaras, o distanciamento seguro entre candidatos e aplicadores de prova, disponibilização de álcool em gel em todos os locais de prova, medidas para evitar aglomerações e respeito às legislações locais. O candidato que descumprir as medidas de proteção será eliminado do processo seletivo e terá sua prova anulada.

Treinamento para recenseador é eliminatório

Além da prova, os recenseadores receberão treinamento presencial e à distância, de caráter eliminatório e classificatório, com duração de cinco dias e carga horária de oito horas diárias. Para a parte presencial, também serão adotados protocolos sanitários contra a Covid-19.

Os candidatos que tiverem no mínimo 80% de frequência no treinamento farão jus a uma ajuda de custo. As contratações ocorrem logo em seguida. O trabalho de campo do Censo 2021 começa em agosto.

Adiamento do Censo em 2020 e cancelamento da seleção

Com o adiamento do Censo para 2021 devido à pandemia de Covid-19, os processos seletivos para ACM, ACS e recenseadores abertos em 2020 foram cancelados. Quem se inscreveu na seleção do ano passado não está com a inscrição garantida para os processos seletivos deste ano. É preciso fazer nova inscrição e pagar a taxa para garantir a participação na nova seleção.

Desde maio do ano passado, os inscritos na seleção cancelada podem solicitar o reembolso da taxa de inscrição através da Central de Atendimento do IBGE, pelo telefone 0800 721 8181. A ligação é gratuita. Basta informar nome e CPF para confirmação do cadastro e dados bancários (banco, nº da agência e conta bancária), em que seja o titular, para o recebimento do valor. Em janeiro, o IBGE iniciou a terceira fase de restituição da taxa de inscrição.

Censo 2021 vai visitar todos os municípios brasileiros

A partir de agosto até outubro deste ano,  cerca de 213 milhões de habitantes, em aproximadamente 71 milhões de endereços, serão visitados pelos recenseadores nos 5.570 municípios do país. A pesquisa revelará entre outras informações, as características dos domicílios, identificação étnico-racial, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, religião ou culto, deficiência, migração interna ou internacional, educação, deslocamento para estudo, trabalho e rendimento, deslocamento para trabalho, mortalidade e autismo. Realizado a cada dez anos, o Censo Demográfico é a principal fonte de referência para o conhecimento das condições de vida da população em todos os municípios do país. 

 

Fonte /Agência IBGE Notícias

Editoria IBGE Alerrandre Barros

Edição Alcir61


Programa Bolsa Família iniciou pagamentos de fevereiro a 14,26 milhões de famílias


Ministério da Cidadania inicia nesta ultima quinta-feira (11.02) os pagamentos do Bolsa Família no mês de fevereiro. São R$ 2,66 bilhões em recursos para garantir os repasses a 14,26 milhões de famílias. Desde abril de 2020, o número de famílias contempladas se mantém superior a 14 milhões, o maior patamar médio da história do programa do Governo Federal. Neste mês, o programa recebeu a adesão de 200 mil novas famílias. O valor médio do benefício é de R$ 186,83.

As parcelas mensais ficam disponíveis para saque durante 90 dias após a data indicada no calendário. Os beneficiários podem conferir no extrato de pagamento a “Mensagem Bolsa Família”, com o valor do benefício. Para saber em que dia o benefício ficará disponível para saque ou crédito em conta bancária, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão de cada titular. Para cada final do NIS há uma data correspondente por mês (confira infográfico). Em fevereiro, recebem nesta quinta os titulares com o NIS terminado em 1.

A capacidade de atendimento do Bolsa Família leva em conta a disponibilidade orçamentária e a estimativa de pobreza em cada município. A lista de elegibilidade obedece a critérios como famílias prioritárias (indígenas, quilombolas, com crianças em situação de trabalho infantil, com integrantes libertos de situação análoga à de trabalho escravo, com pessoas catadoras de material reciclável), além de famílias com menor renda mensal por pessoa e famílias com maior número de crianças e de adolescentes.

As famílias precisam estar com informações consistentes e sem pendências no Cadastro Único do Governo Federal. O Bolsa Família também avalia a renda mensal por pessoa do núcleo familiar: de até R$ 89 (extrema pobreza), independentemente da composição familiar, ou de até R$ 178 (pobreza), para famílias que tenham crianças ou adolescentes de até 17 anos em sua composição.

Fonte e foto pot: Diretoria de Comunicação – Ministério da Cidadania


Decreto do governo estadual retira teto de ocupação de salas de aulas no RS


Publicado na ultima segunda-feira (15/2), o Decreto 55.759 retira o teto de 50% de alunos por sala de aula nas instituições de ensino do Rio Grande do Sul.

A alteração não significa que não haja uma regra de ocupação, pois segue mantida a restrição de distanciamento interpessoal mínimo de 1,5 metro (o que condiz com teto de ocupação de 1 pessoa para cada 2,25 metro quadrado de área útil), conforme recomendação do Ministério da Educação, do Conselho Nacional de Secretários da Educação, da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Todos pela Educação, entre outros.

A modificação ocorreu a partir de uma demanda da prefeitura de Lajeado e do Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe) e tem como objetivo viabilizar a retomada presencial às aulas para o maior número possível de alunos, desde que com segurança, um objetivo de todo o processo de retorno às aulas presenciais no Rio Grande do Sul.

O documento altera o Decreto 55.465, de 5 de setembro de 2020, que estabelece as normas aplicáveis às instituições e estabelecimentos de ensino situados no Estado, conforme as medidas de prevenção e de enfrentamento à epidemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19).

As demais orientações sobre os protocolos sanitários permanecem valendo, como o uso obrigatório, contínuo e correto de máscara. As janelas e portas devem permanecer abertas para circulação e renovação do ar. Higienização constante, antes e depois das aulas. As entradas, saídas, intervalos e demais atividades externas devem ocorrer em horários intercalados, para evitar aglomeração.

Fonte: SECOM Portal RS

Imagem Ilustrativa SEDUC (Reprodução)


Feriado de carnaval reserva muita instabilidade no Rio Grande do Sul


A sexta-feira (12) será mais um dia que começa com tempo firme e presença de sol no Rio Grande do Sul. A partir da tarde, porém, de acordo com a Somar Meteorologia, um sistema de baixa pressão atmosférica localizado na Argentina deve favorecer a formação de nuvens carregadas sobre o território gaúcho. Por conta disso, nesse período, há condições para pancadas fortes de chuva em todas as regiões do Estado, além de risco de temporais com presença de raios, rajadas de vento e eventual queda de granizo.

A sexta-feira (12) começou com tempo firme e sol entre poucas nuvens. Ao longo da tarde, porém, há condições para pancadas fortes de chuva na região central do Rio Grande do Sul — não estando descartada a possibilidade de temporais isolados e eventual queda de granizo. 

A sexta-feira (12) em Júlio de Castilhos na região central, será de sol com algumas nuvens. Chove rápido durante o dia e à noite os termômetros variam entre 16°C e 26°C.

O sábado (13) o dia será de sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite. termômetros variam entre 15°C e 27°C. Ventos de 9 KM/H

O domingo (14) em Júlio de Castilhos, também com previsão de sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite. termômetros variam entre 16°C e 28°C.

A segunda-feira (15), continua com sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite. Temperaturas variam entre 16°C e 27°C. Ventos de 14 KM/H.

A terça-feira (16) feriado de carnaval será de sol, não chove em Júlio de Castilhos e região.

Edição Alcir61. Imagens ilustrativas em Júlio de Castilhos