Aulas programadas na rede estadual de ensino iniciam nova etapa

Com a prorrogação do período de suspensão das aulas presenciais até 30 de abril, para combater a disseminação do coronavírus, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) começa, a partir de segunda-feira (6/4), uma nova etapa das aulas programadas na rede estadual de ensino. As aulas estão sendo disponibilizadas pelas escolas estaduais de modo que todos … Leia Mais




Em Março em Júlio de Castilhos choveu só em dois dias

A quinta-feira (02), amanheceu com chuva fraca e de pouca duração em Júlio de Castilhos na região central do Rio Grande do Sul e com muitas nuvens. Teve ainda pela manhã períodos de céu nublado com chuva. A Defesa Civil emite alerta para temporal nesta quinta-feira. A mudança do tempo se dará devido a chegada … Leia Mais



Ebserh lança edital para contratação temporária de até 6 mil profissionais


A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) publicou nesta quarta-feira, 1, edital de processo seletivo supersimplificado, realizado em caráter emergencial, para cadastro reserva de até 6 mil profissionais, para atuarem temporariamente no enfrentamento à Covid-19 na Rede Ebserh. Os profissionais selecionados poderão ser convocados para atuar no hospital de sua escolha no momento da inscrição, de acordo com a necessidade de cada unidade.

O processo seletivo tem como objetivo suprir a Rede Ebserh com profissionais que atuarão na linha de frente do combate à Covid-19 e para reposição de trabalhadores que, por ventura, venham a se ausentar, por conta da doença. Essa seleção é de caráter urgente e temporária, apenas enquanto durar o estado de calamidade decretado pelo Governo, não impactando os concursos públicos em andamento, que continuam seguindo seus trâmites normais.

“A possibilidade de antecipar os concursos em andamento foi amplamente estudada, mas trâmites e prazos legais precisam ser cumpridos, o que impossibilitou a antecipação de etapas. Ainda que o processo esteja sendo movido pela urgência, temos tido a necessária preocupação com a transparência, de modo que a empresa tenha à sua disposição os profissionais necessários para o enfrentamento dessa grave crise”, declarou o diretor de Gestão de Pessoas da estatal, Rodrigo Barbosa.

A seleção será por meio de análise curricular e avaliação de títulos e experiência profissional. Os interessados podem se inscrever até a próxima segunda-feira, 6, ACESSANDO ESTA PÁGINA, onde deverão ler o edital normativo, informar os dados pessoais, fazer upload dos documentos obrigatórios e escolher o hospital em que prefere atuar, caso seja convocado. O resultado da seleção será divulgado na quarta-feira, 8.

Foram autorizadas aproximadamente 900 vagas para médicos (nas especialidades de Medicina de Emergência, Anestesiologia, Clínica Médica e Medicina Intensiva), 1,4 mil enfermeiros (incluindo as especialidades de Terapia Intensiva e de Urgência e Emergência), 3 mil técnicos em enfermagem, 500 fisioterapeutas e 100 vagas para engenheiros (clínico e mecânico) e arquitetos, necessários para promover as mudanças estruturais exigidas para a acomodação de pacientes infectados pelo Covid-19.

Atuação da Rede Ebserh

Desde os primeiros anúncios sobre o Covid-19, a Rede Ebserh tem trabalhando em parceria direta com o Ministério da Saúde, com participação no Centro de Operações de Emergência (COE) do órgão e tendo como diretrizes o monitoramento da situação no país e em suas 40 unidades hospitalares. Também tem atuado na realização de treinamento de funcionários da Rede, promoção de webaulas, definição de fluxos e instituição de câmaras técnicas de discussões com especialistas.

Em algumas regiões, as unidades da Rede Ebserh têm atuado como hospitais de referência ao enfrentamento do Covid-19, enquanto que em outras, atuam como retaguarda em atendimentos assistenciais para a população, por meio do Sistema Único de Saúde.

 

Fonte e foto ASCOM Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh)


Governo do RS prorroga suspensão de aulas em todas as instituições de ensino até o fim de abril


O governador Eduardo Leite anunciou, em transmissão ao vivo pela internet, na tarde desta terça-feira (31/3), a prorrogação da suspensão das aulas em escolas da rede estadual, em universidades e em instituições de ensino públicas e privadas. Interrompidas gradativamente desde 19 de março, as aulas seguirão suspensas até 30 de abril. A determinação será publicada nesta quarta-feira (1°/4) no Diário Oficial do Estado.

“Não vemos, neste momento, a possibilidade de, durante o mês de abril, regredirmos as regras de restrição de contato. Assim, com essa nova orientação, as famílias podem se organizar”, disse o governador.

Embora na maioria dos casos não desenvolvam a doença com gravidade, jovens e crianças são considerados transmissores do coronavírus.

Inicialmente, as aulas da rede pública estadual haviam sido suspensas até o dia 2 de abril, de acordo com o Decreto 55.118. Universidades e instituições de ensino haviam definido, também, datas para o retorno, mas, agora, com o novo decreto, todas as aulas em todas as instituições de ensino no Estado ficam suspensas.

Para evitar que os alunos da rede estadual sejam prejudicados, as aulas e os conteúdos estão sendo repassados aos estudantes via plataformas digitais e aplicativos.

Texto e edição: Redação Secom Foto arquivo SEDUC (Ilustração)


Apae de Júlio de Castilhos prorroga suspensão das atividades presenciais


No dia 16 de março de 2020, a Federação das APAEs do Rio Grande do Sul determinou a suspensão as atividades em todas as APAEs do estado, no período de 17 a 31 e março, devido ao risco de contágio pelo Coronavírus.

Em comunicado em nota aberta, em sua pagina oficial a Apae de Júlio de Castilhos, prorroga suspensão das atividades presenciais e não retorna as aulas no dia 1º de Abril, devido a pandemia do COVID 19

Os atendimentos clínicos também seguem suspensos neste período.

Veja a nota, os usuários das APAE de Júlio de Castilhos

COMUNICADO
Senhores Pais ou Responsáveis!
Informamos que as aulas não retornarão dia 01 de abril do corrente, vamos manter nossa escola fechada de acordo com determinação do “Decreto de Calamidade Pública”.
Que todos permaneçam em casa, em isolamento social, é uma medida árdua mas necessária nesse momento da pandemia do COVID 19. Nos próximos dias enviaremos novas orientações.
Contamos com a parceria e a compreensão de todos, tendo a certeza de que em breve estaremos com nossas atividades restabelecidas. Att,
Equipe Diretiva!


Pagamento de salários do Executivo Estadual começa na terça-feira, dia 31


A Secretaria da Fazenda (Sefaz) anunciou, nesta segunda-feira (30/3), o calendário de pagamento da folha de março do Poder Executivo. A previsão é começar os depósitos nesta terça-feira (31/3) e quitar os salários no dia 30 de abril.

O secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso, afirmou que este é um momento atípico, com incertezas generalizadas sobre o comportamento da economia e previsões de forte queda na arrecadação. “O efeito do coronavírus na arrecadação do Rio Grande do Sul é disruptivo, com enorme incerteza sobre o que ocorrerá a partir de abril. O Tesouro do Estado fez um grande esforço para manter o calendário com datas de pagamento, mas não temos, hoje, as informações que garantam a completa previsibilidade”, explicou.

Segundo os estudos mais atualizados da Secretaria da Fazenda, a estimativa hoje prevê uma redução de R$ 700 milhões na arrecadação bruta do Estado no mês de abril, o que significa cerca de R$ 350 milhões em valores líquidos a menos em recursos livres no caixa do Estado.

“Os recursos já anunciados pelo governo federal ajudam, mas não resolvem a situação do Rio Grande do Sul, em especial no curto prazo”, explicou Marco Aurelio.

O secretário lembrou que o Tesouro já não paga a dívida com a União desde 2017, que novas operações de crédito demandam tempo e que dos R$ 16 bilhões para recomposição do Fundo de Participação dos Estados (FPE), o Rio Grande do Sul deve contar com algo em torno de R$ 110 milhões, divididos em três meses.

Conforme o subsecretário do Tesouro do Estado, Bruno Jatene, seguem os cronogramas de pagamento da saúde, repasses aos municípios e demais despesas necessárias ao serviço público. “Todas as ações que estão ao nosso alcance para manter os serviços mais importantes aos servidores e aos gaúchos estão sendo envidadas, inclusive com a busca de apoio federal”, disse. “Qualquer mudança será anunciada com transparência e respeito aos servidores.”

Marco Aurélio ressaltou que a persistente dificuldade em pagar a folha “evidencia as dificuldades financeiras do Estado e a consequente limitação do governo em abrir mão das suas receitas, tendo em vista que o fluxo de caixa é historicamente desequilibrado e que é preciso assegurar a prestação dos serviços essenciais pagos com a arrecadação do próprio mês”.

Efeito já contabilizado

Os cenários analisados para abril já indicam forte influência da crise da Covid-19 na arrecadação do Estado. Ao rever as estimativas de receita, o calendário da folha de março foi ampliado em relação aos meses anteriores. Enquanto será preciso um mês para quitar os vencimentos, em janeiro e fevereiro a folha havia sido quitada no dia 13 do mês subsequente.

Calendário

O pagamento dos salários de março será pela sistemática mista de grupos e parcelas. Nesta terça-feira (31/3), o Tesouro do Estado quita a folha para o grupo de servidores que recebem líquido até R$ 1,5 mil (25% dos vínculos). Também no dia 31 será paga a terceira parcela do 13° de 2019, no valor de R$ 129 milhões, de competência de março.

Os servidores que recebem acima de R$ 1,5 mil terão os contracheques quitados no sistema de parcelas. No dia 13 de abril, será depositado o valor de R$ 1,5 mil. O próximo pagamento será no dia 14 de abril, no valor de R$ 4 mil. Neste dia, o governo quita os salários de quem recebe até R$ 5,5 mil, o que corresponde a 82% da folha.

Quem recebe acima de R$ 5,5 mil líquidos terá novo depósito no dia 28 de abril no valor de R$ 2,5 mil. Com isso, todos os servidores que recebem líquido até R$ 8 mil terão seus salários quitados.

O próximo depósito para a quitação total da folha de março está previsto para o dia 30 de abril.

calendario folha março

Texto: Ascom Sefaz


Vídeo: Corsan completa 54 anos


Muitos profissionais prestam um serviço essencial e não podem estar em casa. A todos eles, a nossa gratidão pela sua dedicação em cuidar da nossa saúde e bem-estar. Em especial, aos funcionários da Corsan, que completou 54 anos no ultimo domingo dia 28 de março.

Confira nossa homenagem no vídeo abaixo. Corsan, 54 anos. A vida toda trabalhando para garantir o essencial para você.

]

Fonte Imprensa Corsan