Covid-19: Brasil em 1º Junho 526,4 mil casos e 211 mil pessoas curadas

O Brasil registrou na segunda-feira (01/06) o total de 211.080 pessoas curadas do coronavírus. O número representa 40,1% do total de casos confirmados atualmente (526.447). Outras 285.430 pessoas seguem em acompanhamento médico. As informações foram repassadas e atualizadas até às 19h desta segunda (01) pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todos os estados brasileiros. O … Leia Mais


Casos do novo coronavírus no Brasil ultrapassa 510 mil e 200 mil curadas

O número representa 40% do total de casos confirmados no país. As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 19h deste domingo (31/5) O Brasil registra 206.555 pessoas curadas da Covid-19. O número representa 40% do total de casos registrados no país (514.849). Outras 278.980 pessoas seguem em acompanhamento médico. As informações … Leia Mais


Covid19 Brasil tem quase 500mil casos e mais de 200 mil pessoas curadas

O Brasil registrou 956 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 28.834. O resultado representou um aumento de 3,4% em relação a ontem (29), quando foram contabilizados 27.878 óbitos provocados pela doença. Os números foram divulgados, no início da noite de hoje (30), no balanço do Ministério da Saúde. Foram … Leia Mais


Brasil (29):189.476 casos recuperados e 465 mil casos confirmados

O Ministério da Saúde registrou nesta sexta-feira (29) recorde de pessoas curadas por coronavírus em apenas 24h: mais 11.872 pacientes se curaram da doença em todo o Brasil. O número representa 40,7% do total de no país (465.166). Outros 247.812 pacientes seguem em acompanhamento médico. As informações foram repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde e … Leia Mais


Brasil registra na quinta (28) 438.238 casos e 177.604 pessoas curadas do coronavírus

O Ministério da Saúde atualizou, na noite desta quinta-feira (28), os dados sobre a pandemia do novo coronavírus no país. Até o momento, são 26.754 óbitos registrados, 438.238 casos confirmados e 177.604 recuperados.  O Brasil confirmou nesta quinta-feira (28) o maior número de pessoas recuperadas em um dia. Nas últimas 24h, 10.957 pacientes se curaram do coronavírus, número que representa 40,5% do … Leia Mais


Covid-19: Brasil passa dos 400 mil casos e 166.647 pessoas curadas


O número de pessoas curadas do coronavírus continua crescendo dia após dia em todo o Brasil. Nesta quarta-feira (27), o Ministério da Saúde registrou a recuperação de 166.647 pessoas, número que representa 40,5% do total de casos confirmados atualmente no país (411.821). Em 24h, foram 8.054 pessoas curadas da doença. Outros 219.576 pacientes seguem em acompanhamento médico. As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 14h desta quarta (27/5).

Os números crescentes de pessoas curadas da doença são resultado do empenho constante e diário do Governo do Brasil, que não tem medido esforços para garantir atendimento médico e diagnóstico de qualidade dos casos leves, moderados e graves da doença por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). A pasta tem trabalhado em parceria com estados e municípios para adotar iniciativas que cuidem da saúde de todas as pessoas que necessitarem de assistência médica.

As ações são monitoradas e avaliadas diariamente, seguindo os parâmetros, demandas e necessidades de cada estado ou município. O objetivo é auxiliar Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde na melhoria e ampliação das ações de combate à doença, além da assistência necessária à saúde da população.

Além de recursos financeiros, o Ministério da Saúde tem feito investimentos constantes e apoiado na aquisição de insumos, respiradores, testes de diagnóstico, remédios e equipamentos de proteção individual aos profissionais de saúde, além da habilitação de leitos de UTI exclusivos para os pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus.

Até o momento, são 6.459 leitos habilitados e 1.612 respiradores distribuídos para praticamente todos os estados brasileiros, além de 93,2 milhões de EPIS entregues, entre máscaras cirúrgicas, máscaras N95, aventais, luvas, óculos e protetores faciais e sapatilhas e toucas. Também já foram entregues 554 mil litros de álcool em gel, além de 3 milhões de testes RT-PCR. No quesito medicamento, o Governo do Brasil já comprou e entregou 2,9 milhões caixas de cloroquina e 8,4 milhões de oseltamivir.

Até o momento, o país registra 25.598 óbitos, sendo que 1.086 foram registrados nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde nas últimas 24h. No entanto, maioria dos casos aconteceu em outros dias. Isso porque as notificações ocorrem apenas após a conclusão da investigação dos motivos das mortes pelas Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde. Assim, do total de novos registros, 500 óbitos ocorreram, de fato, nos últimos três dias e outros 4.108 estão em investigação.

Cerca de dois mil municípios do país não possuem casos de coronavírus e mais de 70% das cidades não registram nenhum óbito pela doença. A taxa de letalidade atualmente da doença é de 6,3%, considerando o total de casos confirmados.

Visitas a estados e municípios

Nesta terça-feira (26), o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, esteve em Manaus participando da inauguração da ala indígena do Hospital de Retaguarda Nilton Lins, que fará atendimento exclusivo aos pacientes indígenas do coronavírus.

Nesta quarta (27), Pazuello cumpriu agenda no Pará, outro estado bastante atingido pela doença, e vistiu unidades de saúde voltadas para diagnóstico e atendimentos dos casos moderados e graves, como o Hospital de Campanha de Belém e a Policlínica Metropolitana, que tem ações de triagem bastante resolutivas que devem ser usadas de exemplo e implantadas em outras regiões do Brasil.

O objetivo foi conhecer a realidade dos hospitais, as necessidades da população e as demandas do estado e interior, além de alinhar ações estratégicas conjuntas para ampliar o combate ao coronavírus.

Cenário internacional

Até a última quinta-feira (21), o Brasil ocupava a terceira posição em relação ao número de casos (291.579) e a sexta considerando o registro de óbitos (18.859). Contudo, quando considerado o parâmetro populacional, por milhão de habitantes, entre os países de todo o mundo, o Brasil ocupa a 51ª posição em relação aos casos confirmados e a 14ª colocação no que se refere ao número de óbitos. A medida populacional é a taxa padrão para comparações entre os países.

 

Fonte Por Gustavo Frasão, da Agência Saúde


Confira painel de casos Coronavírus no Brasil (26/05/2020)


O Brasil registrou 1.039 novas mortes, chegando ao total de 24.512. O resultado representou um aumento de 4,4% em relação a ontem(25), quando foram contabilizados 23.473 falecimentos por covid-19. Os números foram divulgados no balanço do Ministério da Saúde divulgado hoje (26).

Foram incluídas nas estatísticas 16.324 novas pessoas infectadas com o novo coronavírus, somando 391.222. O resultado marcou um acréscimo de 4,3% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 374.898.

Do total de casos confirmados, 208.117 estão em acompanhamento e 158.593 foram recuperados. Há ainda 3.882 óbitos sendo analisados.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de falecimentos (6.423). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (4.361), Ceará (2.603), Pernambuco (2.328) e Pará (2.469).

Além disso, foram registradas mortes no Amazonas (1.852), Maranhão (817), Bahia (495), Espírito Santo (487), Alagoas (354), Paraíba (286), Minas Gerais (234), Rio Grande do Norte (220), Rio Grande do Sul (203), Amapá (173), Paraná (159), Rondônia (133), Distrito Federal (124), Santa Catarina (121), Piauí (119), Sergipe (116), Acre (105), Goiás (104), Roraima (102), Tocantins (64), Mato Grosso (43) e Mato Grosso do Sul (17).

Já em número de casos confirmados, o ranking tem São Paulo (86.017), Rio de Janeiro (40.024), Ceará (37.021), Amazonas (31.949) e Pernambuco (28.854). Entre as unidades da federação com mais pessoas infectadas estão ainda Pará (28.600), Maranhão (24.278), Bahia (14.566), Espírito Santo (10.889) e Paraíba (8.919).

Boletim epidemiológico covid-19 – Ministério da Saúde

Das mortes por covid-19, 69% tinham acima de 90 anos e pelo menos 63% apresentavam algum fator de risco. Entre estes, os mais comuns eram doenças do coração, diabetes, doenças renais, doenças neurológicas e pneumopatias.

Até o momento, 173.819 pessoas foram hospitalizadas por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Deste total, 54.951 foram por covid-19, 1.877 por influenza, 59.660 não especificados e outras 54.994 ainda em investigação.

Fonte:  Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil – Brasília


Confira a situação Coronavírus de quinta-feira (21) no Brasil


O número de recuperados do coronavírus no Brasil cresce a cada dia. Nesta quinta-feira (21), o Ministério da Saúde confirmou que 125.960 pessoas já se curaram da doença, número que representa 40,6% do total de casos atualmente (310.087). Outros 164.080 pacientes estão em acompanhamento médico. As informações foram atualizadas até as 19h pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país.

O Governo do Brasil, junto às secretarias de saúde estaduais e municipais, está cuidando de todos. São investimentos constantes em ações e serviços, aquisição de insumos, respiradores, equipamentos e EPIS, além da habilitação de leitos de UTI. Nesta quinta-feira (21), a pasta habilitou mais 202 leitos de UTI exclusivos para pacientes graves ou gravíssimos da doença. Somente na última semana foram 2.554 habilitações. Cada leito recebe o dobro do valor por diária de internação. Desde abril, já foram 6.344 habilitações, com repasses federais de R$ 911,4 milhões, pagos em parcela única, aos estados e municípios. A pasta também tem liberado recursos para auxiliar estados e municípios a enfrentarem a pandemia, com o intuito de garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes.

Até o momento, o país registra 18.508 óbitos, sendo que 1.188 foram registrados nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde nas últimas 24h, apesar de a maioria ter acontecido em outros dias. Isso porque as notificações ocorrem apenas após a conclusão da investigação dos motivos das mortes. Desse total, 311 mortes ocorreram, de fato, nos últimos três dias e outras 3.534 estão em investigação.

Atualmente, a doença circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros, mas a maior parte não registra nenhum óbito.

SITUAÇÃO DE HOJE: 21/05/2020 – 19h

▶️ 310.087 diagnosticados com COVID-19
▶️ 164.080 em acompanhamento (52,9%)
▶️ 125.960 recuperados* (40,6%)
▶️ 20.047 óbitos (6,5%)
⏺️ 311 óbitos nos últimos 3 dias
⏺️ 3.534 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas à revisão.

GRUPOS DE RISCO

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.Saiba mais sobre coronavírus acessando nossa página especial

Por Gustavo Frasão, da Agência Saúde


Covid-19: Sobe para 106.794 o número de pessoas recuperadas e mil


Subiu para 106.794 o número de pessoas recuperadas da COVID-19 no Brasil, o que representa 39,3% do total de casos confirmados até o momento (271.628). Há também 146.863 pessoas em tratamento. O Governo do Brasil, junto às secretarias de saúde estaduais e municipais, está cuidando de todos. Nesta segunda-feira (18) o Brasil bateu a marca de 100 mil casos recuperados. As informações foram atualizadas até as 19h desta terça-feira (19/5) pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o país. Outras 146.863 pessoas estão sendo acompanhadas (54,1%) pelos profissionais de saúde.

Nas últimas 24h, 6.335 pessoas se recuperaram da doença. Até o momento, o país registra 17.971 óbitos, sendo que 1.179 foram registrados nos sistemas de informação oficiais do Ministério da Saúde nas últimas 24h, apesar de a maioria ter acontecido em outros dias. Isso porque as notificações ocorrem apenas após a conclusão da investigação dos motivos das mortes. Desse total, 225 mortes ocorreram, de fato, nos últimos três dias e outras 3.319 estão em investigação.

O Ministério da Saúde tem empenhado esforços e investido em infraestrutura, com habilitação de novos leitos de UTI, reforço de recursos humanos e aquisição de equipamentos de proteção individual, insumos e respiradores. A pasta também tem liberado recursos para auxiliar estados e municípios a enfrentarem a pandemia, com o intuito de garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes. Entre abril e maio, já foram habilitados mais de 4 mil leitos de UTI, voltados exclusivamente para o atendimento de pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus.

Atualmente, a doença circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros, mas a maior parte não registra nenhum óbito.

SITUAÇÃO DE HOJE: 19/05/2020 – 19h

▶️ 271.628 diagnosticados com COVID-19
▶️ 146.863 em acompanhamento (54,1%)
▶️ 106.794 recuperados* (39,3%)
▶️ 17.971 óbitos (6,6%)
     ⏺️ 225 óbitos nos últimos 3 dias
     ⏺️ 3.319 óbitos em investigação
*estimativas sujeitas à revisão.

GRUPOS DE RISCO

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.

 

Fonte : Por Gustavo Frasão, da Agência Saúde Arte (Foto) Agência Brasil  Criado com Datawrapper


Coronavírus no Brasil: 241.080 casos confirmados e 94.122 recuperados


O Ministério da Saúde registrou até as 19h deste domingo (17) o total de 241.080 casos por coronavírus e confirmou que 94.122 (39%) pessoas são considerados recuperadas. Outras 130.840 pessoas estão em acompanhamento. As informações foram atualizadas e repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todo o Brasil no sistema oficial do Governo Federal.

Até o momento, o país registra 16.118 mortes por coronavírus, cuja taxa de letalidade é de 6,7%, considerando o total de casos confirmados. Nas últimas 24 horas, foram registrados 7.938 casos e 485 mortes, sendo que a maioria aconteceu em períodos anteriores, mas foi inscrita nos sistemas oficiais do Ministério da Saúde somente de ontem para hoje, após conclusão da investigação da causa da  morte. Assim, dos novos óbitos registrados, 298 ocorreram nos últimos três dias. Outros 2.450 óbitos estão em investigação.

Desde o dia 26 de fevereiro, quando o primeiro caso foi confirmado no país, o Governo do Brasil adotou uma série de medidas, junto a estados e municípios, para garantir a estrutura necessária ao atendimento dos pacientes com a doença. Desde então, o Ministério da Saúde não tem medido esforços para adquirir e distribuir Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), recursos humanos e financeiros, respiradores e insumos. Entre abril e maio, também foram habilitados 3.810 leitos de UTI voltados exclusivamente para o atendimento de pacientes graves ou gravíssimos por coronavírus.

Atualmente, a doença circula em pouco mais da metade dos municípios brasileiros. Mas a maior parte não registra nenhum óbito.

atualiza a situação do #coronavírus no Brasil – 17/05

241.080 casos confirmados

130.840 em acompanhamento

94.122 recuperados

16.118 óbitos

298 óbitos nos últimos 3 dias

2.450 óbitos em investigação

Saiba mais: covid.saude.gov.br #COVID19

GRUPOS DE RISCO

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham doenças pré-existentes, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.

Fonte: Agência Saúde