128 anos de emancipação político-administrativa de Júlio de Castilhos

O município de Júlio de Castilhos comemora neste domingo (14) 128 anos de emancipação política. Para comemorar a data, diversos eventos vão reunir a comunidade da cidade e da região. Os 128 anos de emancipação político-administrativa de Júlio de Castilhos, na região Central do Estado, estão sendo comemorados neste Domingo 14 de Julho, data em que, no … Leia Mais




Tupanciretã recebe no dia 18 de Julho o Espetáculo Vi(d)a de Mão Dupla

Quinta-feira, 18 de julho de 2019 na Casa de Cultura em Tupanciretã, acontece Espetáculo Vi(d)a de Mão Dupla Ingressos: Doação de 1Kg de Alimento não perecível no dia do Espetáculo SINOPSE Vi(d)a de Mão Dupla traz à cena duas histórias que se entrelaçam, se esbarram e interferem uma na outra, fazendo o percurso cronológico do espetáculo. … Leia Mais



Facebook, Instagram e WhatsApp voltam a funcionar após dia com ‘bugs’


Após apresentar problemas de instabilidade ao longo de toda esta quarta-feira (3), as plataformas Facebook, Instagram e WhatsApp voltam gradualmente a disponibilizar todas as suas funcionalidade. Desde 18h30 da ultima quarta-feira (03) aproximadamente, usuários já relatam a “volta” das redes.

Segundo o site de monitoramento de redes sociais Down Detector (detector de queda, em tradução livre), os problemas tiveram início por volta das 10h e pico às 11h.

No WhatsApp, as reclamações eram de que as pessoas não estavam conseguindo baixar imagens e áudios. No Instagram, o problema se concentrada na visualização de Stories. Já no Facebook, a postagem em páginas e perfis ficou parcialmente comprometida.

Mais cedo, o Facebook reconheceu o problema e informou que trabalhava para corrigir as falhas e retomar a plena atividade. “Estamos cientes de que algumas pessoas estão tendo problemas para carregar ou enviar imagens, vídeos e outros arquivos em nossos aplicativos. Lamentamos o problema e estamos trabalhando para fazer as coisas de volta ao normal o mais rápido possível”, informou.

Fonte Portal BH Imagem reprodução redes sociais (Ilustrativa)


Segunda chamada do ProUni está disponível. Envio de comprovações de informações de aprovados vão até 8 de julho


O resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) já está disponível na página do programa. Para assegurar a bolsa de estudos, os estudantes que foram selecionados devem ir às instituições de ensino e comprovar as informações fornecidas na hora da inscrição. As comprovações devem ser feitas até a próxima segunda-feira, dia 8 de julho.

Aqueles que não foram selecionados podem ainda participar da lista de espera nos dias 15 e 16 de julho. No site do ProUni está disponível a lista da documentação necessária.

Para participar do processo seletivo do Prouni o estudante precisa ter obtido na prova de redação, nota que não seja zero além de 450 pontos na média das notas das provas do Enem de 2018.

Essa nota é calculada com a soma de todas as notas obtidas nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, de 2018 (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação) divididas por cinco.

Ao todo, serão ofertadas para o segundo semestre deste ano 169.226 bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior, sendo 68.087 bolsas integrais, de 100% do valor da mensalidade, e 101.139 parciais, que cobrem 50% do valor.

As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capita de até 1,5 salário mínimo. As bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar bruta per capita de até 3 salários mínimos. Podem se inscrever no programa estudantes com deficiência e professores da rede pública.

Fonte: Por Agência Brasil 


Em apoio ao Dia do Orgulho LGBTQI+, Santa Maria ilumina com as cores do arco-íris o prédio da SUCV


Como forma de apoio e incentivo à diversidade e em celebração ao Mês do Orgulho LGBTQI+, a Prefeitura de Santa Maria apoia a realização do evento Diálogos da Diversidade – Stonewall: 50 anos de luta e militância, e convida a comunidade para participar do evento promovido pela ONG Igualdade.

O evento ocorrerá nesta sexta-feira (28), a partir das 19h30min, no Santa Cultura Bar e Café (Avenida Presidente Vargas, em anexo ao Museu de Arte de Santa Maria).

Como forma de apoio, a Prefeitura de Santa Maria instalou, no prédio da SUCV, seis refletores – cada um com as cores da bandeira do movimento. As luzes foram acesas na noite desta quinta-feira (27) como forma de celebrar o Dia do Orgulho LGBTQI+.

“A Prefeitura de Santa Maria apoia todas as formas de Cultura, e as iniciativas ligadas à diversidade estão com uma programação de extrema importância neste mês da igualdade. A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer apoia e incentiva a luta pelos direitos”, ressaltou a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Marta Zanella.

Desta forma, a Prefeitura de Santa Maria convida os cidadãos a participarem dos Diálogos da Diversidade, pois entende que é uma data simbólica e representativa, já que é preciso celebrar o Dia do Orgulho LGBTQI+ e refletir sobre Stonewall, que foi um marco na luta contra o preconceito.

Stonewall – Há 50 anos, em 28 de junho de 1969, lésbicas, gays e transexuais que frequentavam o bar Stonewall, em Nova York, nos Estados Unidos, reagiram as represálias policiais e deram início ao movimento em busca de igualdade de direitos, que se espalhou por todo o mundo.

 

Texto: Maurício Araujo 
Foto: Deise Fachin


Saiba como produtor gaúcho tornou-se campeão nacional de produtividade na soja


Tadeu Vilani / Agencia RBSEssa é a segunda vez que Bortoli comemora o reconhecimento — em 2013, a propriedade havia arrematado o título regionalTadeu Vilani / Agencia RBS

Pelo segundo ano consecutivo, o título de campeão nacional de produtividade de soja ficou com um produtor do Rio Grande do Sul. O engenheiro agrônomo Maurício De Bortoli, de Cruz Alta, no Noroeste, alcançou média de 123,9 sacas de soja por hectare na 11ª edição do Desafio Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb) de Máxima Produtividade de Soja. O rendimento representa mais do que o dobro da média nacional de 53,4 sacas por hectare na safra 2018/2019, segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Este foi o primeiro ano em que o vencedor nacional é de área irrigada.

Para conquistar esse resultado, Bortoli, que atua na Sementes Aurora, afirma ter investido em tecnologias de manejo e no controle de pragas e doenças que pudessem diminuir o rendimento e a qualidade do produto final. O agrônomo ainda ressalta que “o conhecimento é determinante para alcançar a alta produtividade”:

— O Desafio Cesb para nós é como se fosse o Oscar do agronegócio.

Essa é a segunda vez que Bortoli comemora o reconhecimento — em 2013, a propriedade havia arrematado o título regional. A ideia do desafio, segundo o agrônomo, é que, ao ver os resultados, outros “produtores consigam levar para suas fazendas o manejo campeão”.

Henrique Campinha / Divulgação Cesb
Maurício De Bortoli levou o título nacional do Desafio Comitê Estratégico Soja Brasil (Cesb) de Máxima Produtividade de SojaHenrique Campinha / Divulgação Cesb

— Esse índice alcançado pelo vencedor do desafio é uma amostra do potencial que a produção brasileira de soja tem, o que vem fazendo com que o país cresça no setor e se firme como um dos principais fornecedores de soja do mundo – avalia o presidente do Cesb, Leonardo Sologuren.

A propriedade da Família Tolotti, da cidade de Erval Seco, no norte do Estado, colheu 123,50 sacas por hectare, levando para casa o segundo lugar nacional e o título de campeã da categoria sequeiro na Região Sul.

Fonte Portal GaúchaZH Colaborou Leticia Szczesny


Resultado da 1ª chamada está disponível no site do programa


Luciano Marques e Guilherme Pera, do Portal MEC

O resultado da 1ª chamada do segundo semestre do Programa Universidade para Todos (ProUni) foi publicado no site do programa às 15h desta terça-feira, 18 de junho. Os candidatos contemplados com as bolsas terão até o dia 25 de junho para confirmar as informações junto às instituições de ensino.

A segunda edição de 2019 do ProUni contabilizou 797.615 inscrições, o que representa o número de vezes que candidatos registraram o interesse em participar de algum curso ofertado na seleção.

Se for levar em conta o número de pessoas que se inscreveram no sistema, este chega a 417.102 inscritos. O resultado da segunda chamada ficará disponível em 2 de julho. Neste caso, os requisitantes devem apresentar a comprovação das informações até 8 de julho.

Quem não conseguir uma bolsa nas duas chamadas pode ainda tentar uma vaga remanescente na lista de espera, que será divulgada entre 15 e 16 de julho. Os resultados serão divulgados em 18 de julho.

Público – Podem ter acesso às bolsas os estudantes que tiverem feito ao menos 450 pontos na média do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 e não ter zerado a redação. Além disso, é preciso comprovar renda familiar bruta mensal entre 1,5 e 3 salários mínimos.

Nesta edição, foram ofertadas 68.087 bolsas integrais (100%) e para quem tem renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas de 50%, foram mais 101.139 no total. Nesse caso, é para estudante com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos.

Condições – Além da renda comprovada e a média de nota do Enem 2018, o candidato não deve possuir diploma de ensino superior e preencher, pelo menos, uma dessas condições:

  • ter cursado o ensino médio completo em escola da rede pública ou da rede particular, na condição de bolsista integral da própria escola privada;

  • ser pessoa com deficiência;

  • ser professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrante de quadro de pessoal permanente de instituição pública e concorrer a bolsas exclusivamente nos cursos de licenciatura. Nesse caso, não há restrição de renda.

Documentação – Também nesta terça-feira, 18, se inicia o prazo para a comprovação de informações da 1ª chamada. No processo, o estudante deve apresentar original e cópia dos seguintes documentos:

  • documento de identificação próprio e dos demais membros do grupo familiar;

  • seu comprovante de residência e dos membros do grupo familiar;

  • comprovante de separação ou divórcio dos pais ou certidão de óbito;

  • comprovante de rendimentos individual e dos integrantes de seu grupo familiar;

  • cópia de decisão judicial, acordo homologado judicialmente ou escritura pública determinando o pagamento de pensão alimentícia, caso esta tenha sido abatida da renda bruta de membro do grupo familiar;

  • comprovantes dos períodos letivos referentes ao ensino médio cursados em escola pública, quando for o caso;

  • comprovante de bolsa de estudo integral durante os períodos letivos referentes ao ensino médio, cursados em instituição privada, emitido pela respectiva instituição, quando for o caso;

  • comprovante de efetivo exercício do magistério na educação básica pública integrando o quadro de pessoal permanente da instituição, quando for o caso;

  • laudo médico atestando a espécie e o grau da deficiência, quando for o caso, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID;

  • quaisquer outros documentos que o coordenador do ProUni eventualmente julgar necessários à comprovação.

Para validar a conclusão do ensino médio, o estudante poderá apresentar certificado com base no resultado do Enem, do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) ou dos exames de certificação de competência ou de avaliação de jovens e adultos realizados pelos sistemas estaduais de ensino.

A comprovação de informações deve ser feita até 25 de junho. E vale lembrar que é responsabilidade do candidato observar o local, a data e o horário de atendimento e processo seletivo da instituição.

Fonte Ministério Educação