Coluna61: Estrada Iluminada: Nilton Moreira: Cirurgias espirituais. Curas.

É comum por ocasião dos aniversários desejarmos coisas boas e entre os desejos o que nunca falta é a manifestação de saúde. Isso acontece em razão de ser um fato primordial para todos nós o estar bem. Existem outros fatores que nos debilitam, como por exemplo, a falta de dinheiro, problemas de relacionamento com familiares, … Leia Mais


Coluna61: Rico de Espírito e de Bom Caráter: Por João Portella Netto

RICO DE ESPÍRITO E DE BOM CARÁTER… ISTO ACONTECE….A SOLUÇÃO É CORRIGIR Bom candidato a cargos públicos é aquele que não fala mal dos demais candidatos e apresenta ideias e como pretende realizá-las na pratica. Mostra as soluções para obter os melhores resultados, com firmeza e convicção. Também a forma de encaminhar e executar bons … Leia Mais



FEPRAF, comemora 7 anos de feira na praça em Júlio de Castilhos

O último sábado 24 de Outubro de 2020, foi de comemoração para Associação da Feira de Produção da Reforma Agrária e da Agricultura Familiar de Júlio de Castilhos, FEPRAF criada em 2013, com o apoio da Emater/RS-Ascar, completa 7 anos de existência. A comemoração, que foi surpresa para os feirantes, teve direito a bolo de … Leia Mais



Programa de Estágio Accijuc participa no 16º Congresso Federasul


Realizado o primeiro dos dois dias do 16º Congresso Federasul, na quarta-feira, 16ª edição do Congresso Federasul . Devido à pandemia, está sendo realizado em plataforma digital, pelo Facebook: https://www.facebook.com/federasul.

A programação inicou às 19h00, com a saudação da presidente da Federação, Simone Leite e apresentação dos cases da filiadas sobre projetos desenvolvidos ao longo do ano. Na sequência, três painéis debateram temas atuais.

Aconteceu a apresentação dos cases de sucesso de entidades filiadas das filiadas de Osório e Júlio de Castilhos que foram selecionados para apresentarem a receita vitoriosa de seus projetos.

O Programa de Estágio Accijuc, case selecionado, é um mecanismo para integração entre instituições de ensino, empresas e estudantes que contribui na vida profissional dos jovens que estão ingressando no mercado de trabalho e precisam complementar sua formação acadêmica. Ainda, os estagiários não criam vínculo empregatício o que se torna, de certa forma, mais e seguro atrativo para as empresas. Foi apresentado pela executiva da associação, Camila Diniz Appel, no dia 21.

Segundo o presidente da Associação Comercial Cultural e Industrial de Júlio de Castilhose, Júlio Cesar Batistella, foi um prazer e de muita satisfação em participar e comemora a nova conquista.  Batistella destaca ainda que é pela primeira vez em evento de tal importância onde a cidade de Júlio de Castilhos da região central do Rio Grande do Sul conquista este prêmio, sendo e somente Júlio de Castilhos a receber na região.

O 16º do Congresso Federasul, prossegue nesta quinta-feira (22) via rede social, entre outras atrações, o II Fórum de Mulheres Empreendedoras. 


Retorna o abate de suínos em frigorífico de Júlio de Castilhos


Na tarde da ultima terça-feira (20), aconteceu o primeiro abate de suínos do Frigoríficos Castilhos no complexo industrial da Cooperativa Regional Castilhense de Carnes e Derivados Ltda na cidade de Júlio de Castilhos.

Os abates aconteceram seguindo todas as normas de segurança da Covid-19 e com processos de inspeção de suínos, antes e depois do abate, baseados na modernização da análise de risco e na atuação do Serviço de Inspeção Federal (SIF).

Foram abatidos 300 suínos nesta terça-feira por ser o primeiro ajustar equipamentos e nesta quarta-feira (21) não haverá abate. Na quinta-feira (22) está previsto o abate de mais 700 e sexta-feira mais 800 suínos. Para a próxima semana está previsto o abate em todos os dias da semana com a média de 600.

O retorno de abates do Frigorífico em Júlio de Castilhos, pela empresa Frigorífico Castilhos em parceria com a Cooperativa Regional Sananduva de Carnes e Derivados  Ltda  “Majestade” com experiência de mais de 80 anos, quando em torno de 200 funcionários em Júlio de Castilhos, neste primeiro momento onde vários funcionários estão terminando de fazer os exames médicos e laboratóriais.

Creditos Fotos Por Braulio Tadeu Machado da Silva.

Creditos Fotos Por Braulio Tadeu Machado da Silva.


De forma inédita, abertura oficial do plantio da soja 2020/2021 é virtual no RS


No Piratini, governador participou, por vídeo, de transmissão ocorrida a partir da Cooperativa de Júlio de Castilhos (Cotrijuc) – Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Sem o plantio simbólico e com maquinários a campo, a abertura oficial da 10ª edição do plantio da soja no Rio Grande do Sul, safra 2020/2021, ocorreu nesta terça-feira (20/10) em formato virtual. 

Com a participação do governador Eduardo Leite e do secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covati Filho, por vídeo, a transmissão ocorreu a partir da Cooperativa de Júlio de Castilhos (Cotrijuc), no município de Júlio de Castilhos – segundo maior produtor da oleaginosa no RS em 2019 –, na região central do Estado. O público acompanhou o evento pelas redes sociais.

“A celebração do início desse plantio é a celebração da resiliência, da resistência e do empreendedorismo gaúcho. Todo empreendedorismo deve ser saudado no nosso Estado, mas especialmente aquele ligado ao agronegócio. É o empreendimento que enfrenta adversidades climáticas. Enfrentamos severa estiagem que nos fez perder 45% da última safra de soja e que também gera dificuldades nesse momento de plantio. Nossos produtores rurais, porém, são resilientes, e enfrentam com otimismo e com técnicas mais modernas essas dificuldades climáticas para que possamos garantir semeadura de área plantada maior esse ano, também com expectativa de produtividade maior”, disse o governador.

Mesmo sob os efeitos da pandemia de coronavírus e ainda se recuperando da grave estiagem da temporada passada, o agronegócio gaúcho inicia o novo ciclo da soja com a previsão de obter a segunda maior colheita de grãos (que inclui além de soja, milho, arroz e feijão) da história.

É o que prevê a estimativa da Emater-RS divulgada em setembro. O levantamento indica que a área total deve ser de 7,8 milhões de hectares (1,8% superior ao período anterior) com produção 40,2% maior do que a safra passada, alcançando 32,5 milhões de toneladas dos principais grãos de verão (soja, milho, arroz e feijão). A maior safra do Estado até então foi em 2017, com mais de 33,6 milhões de toneladas de grãos colhidos.

“A soja é a principal cadeia produtiva do RS: somos, hoje, o terceiro maior do Brasil no que diz respeito ao plantio, com as cidades de Júlio de Castilhos e Tupanciretã na liderança. O Estado sabe seu dever. Enfrentamos uma estiagem muito severa e isso atingiu muito a cultura de soja, com queda significativa e, dentro desse viés, estamos buscando encontrar mais mecanismos para proteger quem produz no RS, desburocratizando algumas questões e incentivando investimentos”, afirmou o secretário Covatti Filho.

A soja é a cultura que tem a expectativa de maior aumento de produção (68,8%) e produtividade (65,7%) em relação à última safra, possibilitando a colheita de 18,9 milhões de toneladas – volume 68,8% superior à safra 2019/2020.

Leite disse também que, nos últimos anos, a soja tem relevante participação na economia gaúcha e se destacou mais em produtividade do que em área plantada. “Justamente devido a todo investimento que se faz em tecnologia, em irrigação, em equipamentos, na própria semente, de forma a ganharmos condições de produzir mais e, consequentemente, de gerar mais riqueza para o povo gaúcho”, lembrou.

Até o momento, 4% das lavouras da nova safra já foram semeadas, o mesmo percentual registrado na média dos últimos cinco anos para o mesmo período no RS.

Texto: Vanessa Kannenberg Portal RS


Ensaio Sul – brasileiro de Statice em Júlio de Castilhos em fase de colheita


Ensaio Sul – brasileiro de Statice na Escola Estadual de Ensino Fundamental Nossa Senhora Aparecida/ Júlio de Castilhos – RS.

O Ensaio Sul – brasileiro de Statice, acontece neste segundo semestre de 2020 em 16 municípios dos estados do RS, Santa Catarina e Paraná.

É realizado em parceria com a Equipe PhenoGlad e as instituições: UFSM (Santa Maria, Frederico Westphalen e Cachoeira do Sul), Unipampa, IFRS, IFSUL, EMATER/ RS, UFSC, IFC, UFPR, UTFPR, FAG – Cascavel, Unioeste e EEEF Nossa Senhora Aparecida.

Uma oportunidade ímpar, a escola do interior de Júlio de Castilhos fazer parte dessa grande parceria que faz o Ensaio Sul – brasileiro acontecer, pela qual somos imensamente gratos.

Na ultima segunda-feira, a equipe diretiva da escola fez uma atualização, mostrando como se encontra o Ensaio na escola, no município de Júlio de Castilhos, sendo que as primeiras hastes já se encontram em fase de colheita.

Fonte e fotos : Escola Estadual de Ensino Fundamental Nossa Senhora Aparecida

Em parceria com rádio da Região Central do RS, Defensoria Pública esclarecerá dúvidas da população


Em uma parceria firmada na semana passada, a Defensoria Pública Regional de Faxinal do Soturno e a Rádio São Roque trabalharão em conjunto para orientar a população em relação a dúvidas jurídicas. A ideia é promover a educação em direitos, com uma linguagem acessível, que incentive a solução extrajudicial de conflitos.

A iniciativa se dará por meio de spots semanais, que serão gravados pela defensora pública Mariana Fenalti Salla. Segundo a defensora, esta é uma oportunidade de se comunicar com a população em meio à pandemia de Covid-19.

“As rádios possuem grande capilaridade nas regiões interioranas. Em muitas localidades, não há sinal de telefone, internet ou serviço dos Correios, mas a rádio está presente. A disponibilização deste espaço à Defensoria Pública é excelente, pois nos permitirá promover a educação em direitos com um alcance muito grande, superando as dificuldades impostas pelo distanciamento social e pela exclusão digital”, afirma.

Fonte;POR ISADORA PIMENTEL TERRA – ASCOM DPE/RS   Foto  Foto: Arquivo Pessoal