Prefeitura publica novo decreto com medidas para enfrentamento Covid19

APrefeitura de Júlio de Castilhos publicou o Decreto N.º 7.125 que estabelece e intensifica medidas para o enfrentamento da Covid-19. O novo decreto recepciona, no que couber, no âmbito do Município de Júlio de Castilhos – RS, o Decreto Estadual nº 55.724, de 18 de janeiro de 2021, com suas posteriores alterações e regulamentações que … Leia Mais



Brigada Militar presente na segurança do ENEM na região central do RS.

Neste domingo e no próximo (17 e 24 de janeiro), serão aplicadas as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em todo país. Os policiais militares do 1º Regimento de Polícia Montada (1ºRPMon) realizou e estará realizando a escolta das provas durante a distribuição, bem como irá garantir o policiamento ostensivo e a segurança … Leia Mais


2021será de cursos profissionalizantes em Júlio de Castilhos, diz ACCIJUC

Na manhã desta sexta-feira, 15, nas dependências do gabinete do prefeito municipal de Júlio de Castilhos, aconteceu um encontro promovido pela Associação Comercial Cultural e Industrial de Júlio de Castilhos – ACCIJUC, com a participação do SENAC Região Central representado por seu diretor, Adriano Santolin. Também estiveram presentes, o Prefeito, Bernardo Dalla Corte, o Presidente … Leia Mais


Boletim com dados da Covid-19 em Júlio de Castilhos no dia 14 Janeiro.

Júlio de Castilhos alcançou a marca de 591 casos confirmados de coronavírus. A informação é do último boletim epidemiológico, divulgado pelo setor de comunicação da prefeitura municipal. Boletim epidemiológico atualizado na quinta-feira 14 de janeiro contabiliza mais 02 novos casos confirmados de coronavírus em Júlio de Castilhos, totalizando 591 casos confirmados em Júlio de Castilhos … Leia Mais


Boletim com dados da Covid-19 em Júlio de Castilhos no dia 12 Janeiro.


Júlio de Castilhos alcançou a marca de 586 casos confirmados de coronavírus.

A informação é do último boletim epidemiológico, divulgado pelo setor de comunicação da prefeitura municipal.

Boletim epidemiológico atualizado na terça-feira 12 de janeiro contabiliza mais 04 novos casos confirmados de coronavírus em Júlio de Castilhos, totalizando 586 casos confirmados em Júlio de Castilhos desde o inicio da pandemia.

Com base em dados divulgados conta com 5 óbitos, 72 monitorados,1.813 casos descartados e 552 recuperações. 

Veja mais detalhes na foto abaixo:


Prefeitura divulga lista para retirada de documentos junto ao Conselho Tutelar


LISTA PARA RETIRADA DE DOCUMENTOS JUNTO AO CONSELHO TUTELAR
As pessoas relacionadas nessa lista devem comparecer ao Conselho Tutelar de Júlio de Castilhos/RS (CONTUT) para tratar assunto de interesse.
O CONTUT está localizado na Avenidade Fernando Abott nº715, Bloco B, Bairro Magnólia Barros.
O horário de atendimento de segunda a sexta-feira das 8:00am às 12:00h e das 13:00pm às 17:00h.
O prazo para comparecimento é de 05/01/2021 a 31/01/2021.
Obrigatório levar documento com foto para identificação.
Nº Data do Pedido Nome Responsável
01 04/05/2011 Andressa de Oliveira Barbosa
02 15/03/2011 Angélica Domingues Fortes
03 15/02/2011 Natali dos Santos Dias
04 25/02/2011 Alessandra Vieira da Silva
05 27/06/2012 Alison Pereira dos Santos
06 05/10/2012 Camila de Almeida Bueno
07 06/08/2012 Erli Ricardo Ferreira
08 11/12/2012 Brenda Taciane Oliveira Rouzado
09 04/02/2013 Jenifer do Nascimento Nunes
10 28/02/2013 Ana Paula Rodrigues dos Santos
11 29/01/2013 Mariane dos Santos
12 27/02/2013 Maria Luisa Schneider Freitas
13 29/01/2013 Suzana dos Santos Padilha
14 11/12/2014 Aparecida Katz Nardes / Vernei da Silveira Pinheiro
15 28/05/2014 Claridiana Soares Tastch / Alexandre Messerschmidt Fruet
16 11/12/2014 Débora Cristina da Silva de Oliveira
17 12/02/2014 Izabela Pereira Rodrigues
18 16/04/2014 Janaína Peres da Silva / Ronaldo Quevedo da Silveira
19 15/09/2015 Ana Lúcia Padilha Genro / Luis Antônio Genro
20 18/04/2015 Cleonice Ravanello / Paulo Ricardo dos Santos
21 27/08/2015 Jucimara Quevedo
22 27/08/2015 Carine Cargnelutti Sanches
23 27/08/2015 Tamiris Faustino / Tainan Prestes Souza
24 21/07/2015 Mateus Ariel Crespin dos Santos
25 26/12/2016 Tissiane da Silva Moreira / Carlos Ivan de Arruda Dinirio
26 22/12/2017 Danitisa Brombilla ou Luiz Fernando Nunes dos Santos
27 31/08/2017 Marcilene Alves / Sandro José da Silva
28 29/06/2018 Renan da Silva Alves
29 21/02/2018 Emerson Soares Quevedo
30 06/12/2018-26/09/2018 Paloma Pereira dos Santos
31 26/04/2018 Gelciane Silveira dos Santos / Vagner dos Santos Pena
32 29/11/2019-22/11/2019 Regina Rodrigues Padilha / Milso dos Santos Esperdião
33 14/03/2019 Eliane Rodrigues Silveira / Cristiano Corrê da Silva
34 21/08/2019 Carine Bellé Àvila / Fernando Rodrigues da Silva
35 10/01/2020 Alexandra Aparecida Radel da Luz
36 20/10/2020 Andressa Rosa da Silva
37 10/11/2020 Rosemeri Vieira Dornelles / Paulo Fernando Braga de Mattos
38
39 04/03/2020 Michele Rocha da Silva / Alysson Carlos Oliveira de Moraes
40
41 27/02/2020 Queiti Janiara de Lima Baptista / Dionatam Reges de Oliveira
42 06/05/2020 Adriana da Silva / Lumar Cavalheiro Pauli
43 06/05/2020 Virginia Molina Lopes / José Oldair Diniz Melo
44 20/03/2020 Meline Rodrigues de Freitas

Veja abaixo Lista oficial para retirada de Documentos

Fonte:Prefeitura Municipal de Júlio de Castilhos
Assessoria de Comunicação

Imagem Ilustrativa


CTG Júlio de Castilhos promove em fevereiro o 49º Rodeio Estadual


A invernana campeira e a patronagem do CTG Júlio de Castilhos, realiza o 49º Rodeio Estadual, com programação que se estende de 04 a 07 de Fevereiro de 2021, com mais de R$ 60.000,00 em prêmios.

Programação do Rodeio de 04 a 07 de fevereiro de 2021, na sede do CTG Júlio de Castilhos, em Júlio de Castilhos/RS.

O CTG Júlio de Castilhos seguirá com os protocolos da Pandemia.

Haverá provas por Modalidades, Equipe, Laço Dupla, Soberanas do Laço, Laço Quarto de Milha, Fivela de Ouro, Vaca Parada e mais uma edição do Garronaço de Esporas.

Inscrições limitadas, confira a programação.

Esperamos vocês. @ CTG Julio De castilhos.

Confira programação nas fotos abaixo:


RS apresenta aumento das regiões em vermelho na 36ª rodada


O Rio Grande do Sul ficou quase todo na cor vermelha no mapa preliminar da 36ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado. Dezenove das 21 regiões Covid estão com alto risco epidemiológico, o que representa 95,8% da população gaúcha sob alto risco de contaminação e, principalmente, esgotamento de leitos. Apenas duas regiões – Ijuí e Santa Rosa – ficaram na bandeira laranja.

Veja a classificação prévia da 36ª rodada em
https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br

Entre os indicadores levados em consideração na classificação de risco, o que mais chama a atenção é o número de leitos de UTI livres em relação aos ocupados por pacientes com Covid-19: todas as 21 regiões receberam bandeira preta. O dado demonstra que a tendência já observada desde o mês de novembro, de elevada quantidade de pacientes internados, se manteve neste início de ano.

Não só a capacidade de atendimento do sistema de saúde preocupa o governo do Estado, o avanço no contágio do coronavírus também. No entanto, apesar de os registros de hospitalizações por confirmados para Covid-19 ter aumentado de 794 para 1.567, registrando uma alta de 97%, o Comitê de Dados observa que uma hipótese para esse crescimento seria um atraso dos registros das duas semanas anteriores causado pelos feriados de Natal e Ano-Novo, o que culminou no salto de registros de hospitalizações em quase todas as regiões na semana vigente. Esses movimentos se verificam em períodos de feriados prolongados, especialmente nas festas de final de ano, como também ocorreu nos demais Estados brasileiros.

De acordo com a secretária da Saúde, Arita Bergmann, o fato de a grande maioria das regiões ter ficado com a bandeira final vermelha já representa um sinal de alerta para a população redobrar os cuidados, mas, além disso, as festas de fim de ano ainda não tiveram impacto nos dados do mapa desta semana.

“Ainda não temos como aferir o impacto no crescimento da transmissão do vírus como resultado do período de final de ano, Natal e Ano-Novo. Então, o fato de não ter bandeira preta não significa que possamos, neste momento, deixarmos de estar vigilantes em relação ao contágio. É fundamental evitarmos aglomerações, fazer o uso da máscara e lavar bem as mãos, porque a situação é crítica, como mostra a classificação preliminar”, afirmou Arita.

O Gabinete de Crise vem reforçando que os protocolos específicos para cada bandeira não eliminam a necessidade de cumprimento dos protocolos obrigatórios previstos no Distanciamento Controlado e que devem ser respeitados em todas as bandeiras, entre eles:

Uso de máscara

É obrigatório utilizar máscara de proteção facial em ambiente coletivo fechado ou aberto. Não retirar a máscara para facilitar a comunicação, pois é justamente ao falar que se emitem mais partículas, ampliando as possibilidades de transmissão.

Distanciamento mínimo obrigatório entre pessoas em ambientes em geral:

  • 2 metros sem máscara ou EPI

  • 1 metro com máscara ou EPI

Evitar aglomerações

Evitar o uso de espaços comuns que facilitem a aglomeração de pessoas, a fim de preservar o distanciamento mínimo obrigatório entre pessoas e evitar a aglomeração.

Higienização de ambientes

Além de higienizar os ambientes a cada duas horas, os estabelecimentos devem exigir que clientes, trabalhadores, alunos ou usuários higienizem as mãos com álcool em gel 70% e/ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar ao acessarem e saírem do estabelecimento.

MUDANÇA DE BANDEIRAS

Preta > vermelha

Bagé

Nesta 36ª rodada do mapa preliminar, Bagé retorna à bandeira vermelha, após permanecer em bandeira preta na semana passada. A alteração ocorreu em função de não haver nenhum registro de óbito no município. Além disso, na macrorregião sul, que Bagé está incluída, melhorou a relação entre leitos de UTI livres e os ocupados por pacientes com Covid-19. No entanto, os indicadores continuam elevados, como é o caso das hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos sete dias: foi de 18 para 35 casos.

Laranja > vermelha

Centro-oeste: Santa Maria e Uruguaiana

Santa Maria quase dobrou o número de hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos sete dias, de 45 para 87. Um aumento na comparação desta semana com a anterior também foi registrado em Uruguaiana no mesmo indicador – 51 ante 33.

Já a macrorregião Centro-oeste, compreendida pelos dois municípios, teve uma elevação, registrando 110 no número de internados em leitos clínicos Covid no último dia 7. Na semana passada, o registro foi de 89 casos. O número de internados em leitos de UTI Covid no último dia 7 também subiu, de 65 para 70.

Cruz Alta

Cruz Alta quase dobrou o número de óbitos registrados na comparação desta semana com a anterior – de 4 para 7. Além disso, houve uma alta expressiva de 367% no número de hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos sete dias, de 3 para 14.

Metropolitana: Novo Hamburgo, Guaíba e Taquara

A macrorregião Metropolitana registrou elevação de 10% no número de internados em leitos clínicos Covid no último dia 7, registrando 539, 45 casos a mais do que na semana passada. Além deste indicador, os municípios de Novo Hamburgo, Guaíba e Taquara foram para bandeira vermelha em função do aumento nas hospitalizações confirmadas para Covid-19 nos últimos sete dias, sendo que Novo Hamburgo teve aumento de 93%: registrou 77 casos esta semana e 40 na anterior. Guaíba aumentou de 18 para 28 e Taquara passou de 8 para 14.

Erechim

Registrando uma alta de 100%, Erechim teve 22 hospitalizações confirmadas para Covid-19 registradas nos últimos sete dias. Na semana passada foram 11 casos.

Vermelha > laranja

Missioneira: Ijuí e Santa Rosa

A macrorregião Missioneira teve uma redução de quase 20% em dois indicadores: número de internados por Síndrome Respiratória Aguda Grave em UTI (de 77 para 61) e número de internados em leitos de UTI confirmados para Covid-19 (de 71 para 52), ambos no último dia 7. Somado a isso, Ijuí ainda contabilizou redução de óbitos nos últimos sete dias, de 8 para 6, e Santa Rosa de 8 para 7, o que resultou na alteração da bandeira vermelha para laranja nesta rodada.

COGESTÃO

As associações regionais e, excepcionalmente, os municípios que desejarem enviar pedido de reconsideração ao mapa preliminar têm prazo de 36 horas para enviar sua solicitação ao governo. O formulário online ficará disponível até as 6h de domingo (10/1).

O número de recursos recebidos será divulgado em matéria no site do governo na manhã de domingo. Os pedidos serão analisados pelo Gabinete de Crise e o mapa definitivo será divulgado também no site às 16h30 de segunda-feira (11/1). A vigência das novas bandeiras será de 12 a 18 de janeiro.

Caso a classificação prévia seja mantida, as 17 regiões em bandeira vermelha que aderiram ao sistema de cogestão regional podem adotar os protocolos próprios compatíveis até o nível de restrição da bandeira laranja. Guaíba e Uruguaiana estão em vermelho e não aderiram à cogestão, portanto, devem seguir os protocolos determinados pelo Estado.

As regiões de Ijuí e Santa Rosa, classificadas em laranja, que estão na cogestão, podem utilizar protocolos de bandeira amarela, se estiver previsto no plano de cogestão.

Confira os protocolos próprios de cada região:
https://planejamento.rs.gov.br/cogestao-regional

Regra 0-0

De acordo com o mapa preliminar da 36ª rodada, 455 municípios (do total de 497) estão classificados em bandeira vermelha, somando 10,8 milhões de habitantes, o que corresponde a 95,8% da população gaúcha (total de 11,3 milhões de habitantes).

Desses, 176 municípios (791,8 mil habitantes, 7% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local.

Clique aqui e acesse a lista de municípios que se encaixam na Regra 0-0.


RESUMO DA 36ª RODADA


Regiões que apresentaram piora (7)

LARANJA > VERMELHA

Cruz Alta (em cogestão)
Guaíba
Erechim (em cogestão)
Novo Hamburgo (em cogestão)
Santa Maria (em cogestão)
Taquara (em cogestão)
Uruguaiana

Regiões que continuaram iguais (12)

VERMELHA

Cachoeira do Sul (em cogestão)
Canoas (em cogestão)
Capão da Canoa (em cogestão)
Caxias do Sul (em cogestão)
Erechim (em cogestão)
Lajeado (em cogestão)
Palmeira das Missões (em cogestão)
Passo Fundo (em cogestão)
Porto Alegre (em cogestão)
Santa Cruz do Sul (em cogestão)
Santa Maria (em cogestão)
Santo Ângelo (em cogestão)

Regiões que apresentaram melhora (2)

VERMELHA > LARANJA

LARANJA (2)

Ijuí (em cogestão)
Santa Rosa (em cogestão)


DESTAQUES DA 36ª RODADA

  • O número de novos registros semanais de hospitalizações confirmadas com Covid aumentou 97% entre as duas últimas semanas (794 para 1.567);

  • O número de internados em UTI por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) reduziu 9% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras, passando de 1.104 para 1.008;

  • O número de internados em leitos clínicos com Covid no RS aumentou 7% entre as duas últimas quintas-feiras;

  • O número de internados em leitos de UTI com Covid no RS reduziu 9% entre as duas últimas quintas-feiras;

  • O número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid no RS aumentou 14% entre as duas últimas quintas-feiras;

  • O número de casos ativos reduziu 19% entre as últimas semanas consideradas, de 33.412 para 27.200;

  • O número de registros de óbito por Covid reduziu 10% entre as duas últimas quintas-feiras;

  • As regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, são Porto Alegre (333), Caxias do Sul (259), Passo Fundo (193), Canoas (98), Santa Maria (87) e Novo Hamburgo (77).

Comparativo: situação entre 10 de dezembro e 7 de janeiro

  • O número de novos registros semanais de hospitalizações confirmadas com Covid aumentou 17% no período (1.338 para 1.567);

  • O número de internados em UTI por SRAG reduziu 10% no Estado no período (1.115 para 1.008);

  • O número de internados em leitos clínicos com Covid no RS reduziu 17% no período (1.375 para 1.147);

  • O número de internados em leitos de UTI com Covid no RS reduziu 5% no período (915 para 869);

  • O número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid no RS aumentou 49% no período (de 407 para 605);

  • O número de casos ativos aumentou 8% no período (de 25.221 para 27.200);

  • O número de óbitos por Covid acumulados em sete dias aumentou 3% no período (de 409 para 421).

Clique aqui e acesse o levantamento completo da 36ª semana do Distanciamento Controlado.

Texto: Vanessa Kannenberg e Raiza Roznieski/Ascom Scit 


Câmara de Júlio de Castilhos realiza em janeiro Sessão Extraordinária


A Câmara de Vereadores de Júlio de Castilhos realiza sessão plenária extraordinária de 07 a 14 de janeiro de 2021. Os vereadores da Casa foram convocados pelo presidente Antônio Derlei da Silva, para deliberação e votação do Projeto de Lei do Legislativo nº 01/2021 que dispõe sobre o Quadro de Servidores Públicos do Poder Legislativo e dá outras providências.

Veja abaixo o edital Nº 02/2021, para Sessão Legislativa Extraordinária divulgado pela equipe de comunicação da Câmara de Vereadores de Júlio de Castilhos:

EDITAL Nº 02/2021

O PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE JÚLIO DE CASTILHOS, ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL, no uso de suas atribuições legais e regimentais e conforme prevê o art. 14, §1º inciso I e art. 100, §2º, ambos do Regimento Interno desta Casa, atendendo à solicitação da Mesa Diretora, CONVOCA  os Senhores Vereadores para Sessão Legislativa Extraordinária no período de 07 a 14 de janeiro de 2021, realizando-se no dia 11 de janeiro de 2021 às 13h30min Sessão Plenária Extraordinária para apresentação do projeto, e às 14h10min Reunião das Comissões. E dia 13 de janeiro de 2020, às 09h, será realizada Sessão Plenária Extraordinária para deliberação e votação da seguinte matéria:
Projeto de Lei do Legislativo nº 01/2021 – Altera a Lei nº 3.668, de 21 de janeiro de 2020, que dispõe sobre o Quadro de Servidores Públicos do Poder Legislativo e dá outras providências.
Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Júlio de Castilhos, aos 07 dias do mês de janeiro do ano de dois mil e vinte e um.
Antônio Derlei da Silva,
Presidente.Registre-se e Publique-se.
José Waihrich Neto,
1º Secretário.