4° Batalhão de Bombeiro Militar presta apoio à Defesa Civil do município de Santa Maria


Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Sul (CBMRS), por meio do 4° Batalhão de Bombeiro Militar (4° BBM), está prestando apoio à Defesa Civil do município de Santa Maria no transporte de água (não potável) para dessedentação produtiva. Diante do período de estiagem e com as chuvas abaixo da média, os danos causados afetam os municípios gaúchos que decretaram situação de emergência. Em Santa Maria os prejuízos causados são principalmente na agricultura e pecuária. Deste modo os militares do 4° Batalhão de Bombeiro Militar, realizam semanalmente o transporte até as propriedades do interior do município, fazendo assim abastecimento de reservatórios de água conforme listas de prioridades emitidas pela Defesa Civil municipal.

Fonte Texto e fotos por: Comunicação Social SODC/4ºBBM

 


Tupanciretanense busca homenagear Mary Terezinha, artista natural da Terra da Mãe de Deus


Cátia Elisiane Silveira de Souza, Massoterapeuta e atuante na música desde jovem, concedeu entrevista à Rádio Tupã para divulgar sua busca, em homenagear a artista Mary Terezinha, e ajudar a promover a cultura e turismo em Tupanciretã.

“Eu digo para nós termos em Tupã essa benção de ter essa artista que saiu da nossa cidade. É um brilhante para nós que a gente tem que aproveitar porque Tupanciretã não é tão conhecido assim no nosso país. É conhecido pela soja, mas não só a soja vai contribuir para ela crescer como ele deve crescer, eu acho que a parte dos artistas que normalmente o povo gosta de artista, o povo gosta do seu ídolo, então através dos ídolos nossa cidade vai repercutir em todo o Brasil”. (Cátia 1)

Mary Terezinha Cabral Brum, a Mary Terezinha nasceu em Tupanciretã, no estado do Rio Grande do Sul, em 30 de março de 1948. A artista ficou internacionalmente conhecida por fazer dupla artística com Teixeirinha, reconhecidos como a mais querida dupla de artistas do sul brasileiro. Cátia está dando andamento com o projeto, unida do vereador Carlos Augusto e também com o projeto encaminhado ao secretário da Cultura do Estado, para facilitar o processo desta emenda:

“Porque eu não posso fazer um projeto, eu não sou autoridade, só tenho a ideia, mas quem vai ter o poder para fazer isso que eu escolhi, foi o Carlos. Porque eu vejo o Carlos assim, os projetos dele, ele tem uma organização, ele tem um projeto dele todo organizado. Tu vai ver os projetos dele, tem uma organização, pode apresentar os projetos que ele fez, e ele é uma pessoa tranquila assim para conversar. Não é aquela coisa polêmica do partido, aquela coisa, porque não importa para mim partido. Eu tô no objetivo de a gente poder crescer para gente poder fazer a contribuição da gente, porque a gente tem que fazer uma coisa em Tupã. Tá muito parado, o pessoal tá precisando de emprego, tem só 19 mil habitantes pela pesquisa, então a gente tem que achar um jeito da nossa cidade e desenvolver o que nós temos de riqueza que enfim, aproveitar o que a gente tem, então tô dando a minha contribuição” (Cátia 2)

Cátia também têm o desejo, de logo, iniciar esta introdução da homenageada, passando os filmes de Mary e Teixeirinha, em algum ambiente montando um cinema para a população prestigiar, e relembrar esta época de ouro. A entrevista completa está disponível nas plataformas digitais da Rádio Tupã.

Fonte e foto Rádio Tupã FM 97.1


Caixa libera nesta quinta (31) abono salarial para trabalhadores nascidos em dezembro


Trabalhadores da iniciativa privada nascidos em dezembro recebem hoje (31) o abono salarial ano-base 2020. A Caixa Econômica Federal iniciou o pagamento em 8 de fevereiro e encerra o processo nesta quinta-feira. O calendário é baseado no mês de nascimento do beneficiário.

O abono de até um salário mínimo é pago aos trabalhadores inscritos no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos. Recebe o abono agora quem trabalhou formalmente por pelo menos 30 dias em 2020, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

O benefício não é pago aos empregados domésticos. Isso porque o abono salarial exige vínculo empregatício com uma empresa, não com outra pessoa física. Jovens aprendizes também não têm direito.

Trabalhadores da iniciativa privada que recebem pela Caixa Econômica Federal:

Mês de nascimento

Data do pagamento

Janeiro  

 8 de fevereiro

Fevereiro

10 de fevereiro

Março

15 de fevereiro

Abril

17 de fevereiro

Maio

 22 de fevereiro

Junho

24 de fevereiro

Julho

15 de março

Agosto

17 de março

Setembro

 22 de março

Outubro

24 de março

Novembro

29 de março

Dezembro  

 31 de março

Os valores pagos a cada trabalhador variam de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano-base 2020.

Recebem o benefício cerca de 22 milhões de trabalhadores, com valor total de mais de R$ 20 bilhões. Os recursos são do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

A Caixa informou que o crédito será depositado automaticamente para quem tem conta no banco. Os demais beneficiários receberão os valores por meio da Poupança Social Digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem.

Caso não seja possível a abertura da conta digital, o saque poderá ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, Caixa Aqui ou agências, sempre de acordo com o calendário de pagamento.

Para os beneficiários residentes nos municípios da Bahia, de Minas Gerais e do Rio de Janeiro em situação de emergência, devido às fortes chuvas, o pagamento foi liberado em 8 de fevereiro, independentemente do mês de nascimento .

Fonte: Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil* – Brasília


Caixa paga neste domingo (29) auxílio emergencial a nascidos em novembro


Os trabalhadores informais nascidos em novembro recebem neste domingo (29) a quinta parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a três semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta-corrente.

As datas da prorrogação do benefício foram anunciadas no último dia 12. O pagamento da quinta parcela para o público geral começou no último dia 20 e segue até a próxima terça-feira (31).

Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do Número de Inscrição Social (NIS).

Calendário de pagamento da quinta parcela do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família – Divulgação/Caixa

O pagamento da quinta parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 18 e será retomado nesta segunda-feira (30), para os beneficiários de NIS com final 9. O auxílio emergencial somente será depositado quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Em todos os casos, o auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada.

O programa se encerraria em julho, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para as parcelas.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Fonte:  Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília


Nascidos em julho podem sacar a partir desta quarta (11) 4ª parcela do auxílio emergencial


Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos em julho podem sacar, a partir de hoje (11) a quarta parcela do auxílio emergencial 2021. O dinheiro foi depositado nas contas poupança digitais da Caixa Econômica Federal em 24 de julho.

Os recursos também podem ser transferidos para uma conta-corrente, sem custos para o usuário. Até agora, o dinheiro apenas podia ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite o pagamento de contas domésticas (água, luz, telefone e gás), de boletos, compras em lojas virtuais ou compras com o código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de estabelecimentos parceiros.

Em caso de dúvidas, a central telefônica 111 da Caixa funciona de segunda a domingo, das 7h às 22h. Além disso, o beneficiário pode consultar o site auxilio.caixa.gov.br.

O saque originalmente estava previsto para ocorrer em 30 de agosto, mas foi antecipado em quase três semanas por decisão da Caixa. Segundo o banco, a adaptação dos sistemas tecnológicos e dos beneficiários ao sistema de pagamento do auxílio emergencial permitiu o adiantamento do calendário.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante sete meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Calendário com as datas dos saques da quarta parcela do auxílio emergencial. – Divulgação/ Caixa

Regras

Pelas regras estabelecidas, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo. É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

O programa se encerraria com a quarta parcela, depositada em julho e sacada em agosto, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para o benefício.

A Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.